26.2.09

Helleva, Vivanza e os já populares Viagra e Cialis, o que são e ações.

Viagra (sildenafil), Cialis (tadalafila), Levitra e Vivanza (vardenafila), Helleva (Lodenafila).

Tudo sobre os medicamentos para disfunção erétil. De uma maneira bastante didática. Direto ao que você quer saber.

Veja abaixo a relação desses medicamentos, com o principal nome comercial , nome genérico ( princípio ativo), laboratório fabricante, ação, duração da ação e efeitos colaterais.

Medicamento: VIAGRA®
Laboratório: Pfizer
Princípio Ativo: sildenafil
Duração da ação: 4 a 6 h
medicamento genérico


Medicamento: CIALIS®
Laboratório: Lilly
Princípio ativo: tadalafila
Duração da ação : Até 36 horas


Medicamento: LEVITRA®
Laboratório: Bayer
Princípio ativo: vardenafila
Duração da ação: 4 a 8 h


Medicamento: VIVANZA®
Laboratório: Medley
Princípio ativo: vardenafila
Duração da ação: 4 a 8 h


Medicamento: HELLEVA®
Laboratório: Cristália
Princípio ativo: Lodenafil
Duração ação: 4 a 6 h

Ação ( comum aos 4 medicamentos ) : Inibe a enzima PDE5

Contra-indicação ( também comum aos 4 medicamentos) : Homens que utilizam medicamentos a base de nitratos* para tratamento cardíaco.

Medicamentos: O primeiro medicamento para disfunção erétil (dificuldade de ereção ou impotência) lançado no mercado foi o Viagra® , cujo princípio ativo é o sildenafil. Já faz 10 anos. Hoje, existem quatro (04) medicamentos para a dificuldade de ereção.

Modo de ação: Inibição da enzima (PDE5 - fosfodiesterase) existente no órgão masculino, o que causa aumento nos níveis de irrigação nos tecidos penianos resultando na vaso-dilatação (relaxamento) da musculatura lisa e na entrada de sangue nos tecidos. Sempre mediante estímulo inicial.



Ainda não Já existe no mercado, medicamentos genéricos para esses medicamentos.

Atenção: Esses medicamentos, em virtude do alto custo e lucro fácil, estão sendo alvo de falsificações. Cuidado! O falsificado pode ser mais barato, mas além de não fazer efeito, ainda pode ser prejudicial à sua saúde. Não se sabe o que pode haver em sua formulação.

Medicamentos para impotência (Disfunção erétil), como o próprio nome já diz, são para uma disfunção do organismo. Não deve ser utilizado por quem não tem problemas de ereção.
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner