14.2.09

Salsa (salsinha): propriedades e indicações terapêuticas

Salsa ou salsinha - propriedades, usos, indicações, chás, origem...

Saldinha, nome científico: Petroselinum crispum - Família:Apiaceae

História da salsinha


Natural da Europa (Mediterrâneo), a salsa (conhecida também por salsinha, salsa-de-cheiro ou salsa-hortense) foi trazida para o Brasil no início da colonizaçao. Seu cultivo é relativamente fácil: pode ser cultivada em vasos e adapta-se muito bem a terrenos areno-argilosos, ricos em matéria orgânica, fracamente ácidos e bem drenados.

Os antigos egípcios usavam-na como um remédio para dor de estômago e distúrbios urinários.

Os romanos acreditavam que a salsa evitava intoxicaçao e, portanto, a empregava para desodorizar o ar (repleto de álcool) durante seus banquetes.

No passado acreditava-se que ela era capaz de curar doenças como a malária, a peste e o envenenamento.

Atualmente, ela é mais conhecida pelas suas propriedades diuréticas e carminativas. Mas, afinal, como utilizá-la medicinalmente?

Salsinha, Propriedades Terapêuticas

  • Diurética (facilita a secreçao da urina)
  • Emenagoga (provoca a vinda da menstruaçao)
  • Carminativa (combate os gases intestinais)
  • Expectorante (facilita a expectoraçao)
  • Antitérmica (combate a febre)
  • Eupéptica (melhora a digestao)
  • Vitaminizante (colabora na regeneraçao das células)
  • Aperiente (abre o apetite)
  • Antiinflamatória (combate inflamações)

Salsinha, Indicações


Folhas


- As folhas de salsinha podem ser utilizadas para combater:

º Febres Intermitentes
Uso interno: suco - 1 colher de sopa três a quatro vezes ao dia.

º Bronquite Asmática e Laringite Crônica
Uso interno: suco adoçado com mel - 1/2 xícara de café uma vez por dia, em jejum.

º Equimoses
Uso externo: suco (sob a forma de compressa) - aplicar, no mínimo, três vezes ao dia.

º Disenteria
Uso interno: chá por decocçao - 1 xícara três a quatro vezes ao dia.

º Inflamaçao e Edema de Pálpebras Uso externo: sob a forma de cataplasma fria - aplicar várias vezes ao dia.

º Hemorragias Nasais Uso externo: introduzir folhas trituradas nas narinas.

º Hemorragias de Ulceras na pele e Feridas, Picadas de Insetos, Nevralgias
Uso externo: sob a forma de cataplasma - aplicar três a quatro vezes ao dia.

Raízes


- Raízes da salinha, usos :
º Gases Intestinais
Uso interno: chá por decocçao - 1 xícara três a quatro vezes ao dia.

º Nefrite e Cistite
Uso interno: chá por infusao - 1 xícara três a quatro vezes ao dia.

º Anasarca, Hidropisia, Edemas de Membros Inferiores (evita a trombose)
Uso interno: chá por decocçao (de 30 a 100g para cada litro de água) - 1/2 xícara de 4 em 4 horas.


Sementes

- As sementes da salsinha :

º Atonia Gástrica e Nevralgias em geral

Uso interno: chá por decocçao - 1 xícara três vezes ao dia.

Um comentário:

  1. Gostei do vosso site.Sinto dor e ardor ao urinar e uma repentina vontade de o fazer aliviando um pouco ate a proxima miccao.As vezes parecem bichinos a provocarem coceira dentro da vagina.Sera vaginite ou uma cistite'.Que devo fazer
    Agradeco que me responda por favor.

    ResponderExcluir

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner