12.2.09

Vitaminas, suplementos podem até fazer mal, demonstram estudos

Pesquisas derrubam mito de que substâncias (vitaminas) previnem câncer.
Cientistas recomendam cautela no uso continuado dos suplementos vitamínicos.

O negócio de produção e distribuição de suplementos vitamínicos movimentou algo em torno de US$ 20 bilhões somente nos Estados Unidos, no ano passado. Muitas pessoas buscam nesses suplementos mais do que complementar falhas na dieta do dia-a-dia. Acreditam que o consumo das vitaminas pode afastar doenças. Nesta semana, dois artigos científicos trazem notícias pouco alentadoras aos consumidores fiéis dessas pílulas.


Em trabalho publicado na revista "Archives of Internal Medicine", professores do Albert Einstein College de Nova York demonstraram que a suplementação vitamínica não previne doença cardiovascular e câncer em mulheres na fase pós-menopausa. Os dados vieram do registro Womens Health Initiative, que acompanhou 160 mil mulheres desde 1993.

O objetivo era descobrir se existia relação entre o consumo de suplementos vitamínicos e o aparecimento de tumores malignos ou problemas cardiovasculares. Depois de oito anos (em média) de acompanhamento, os números mostraram que não existe associação alguma positiva ou negativa entre vitaminas e câncer ou infartos do coração e acidentes vasculares cerebrais.

Outro trabalho de pesquisa, esse vindo da Holanda e publicado na revista "British Journal of Gynaecology", traz um alerta:

O consumo excessivo de vitamina E durante a gravidez aumenta o risco de doença cardíaca congênita. Os pesquisadores compararam os registros dietéticos de 300 mães de bebês que nasceram com problemas cardíacos com o mesmo numero de mães de crianças saudáveis. O consumo de vitamina E era maior no grupo de crianças com problemas. A utilização de suplementação de vitamina E durante a gestação aumentou o risco de uma anormalidade cardíaca no bebê em nove vezes.

Todos esses dados mostram que o uso indiscriminado de suplementos vitamínicos pode não só não ser benéfico como até mesmo trazer problemas sérios. Uma nutrição adequada e balanceada pode fornecer praticamente todos os nutrientes que precisamos, e a suplementação de vitaminas e sais minerais deve ser indicada em casos específicos e por um especialista.

Luis Fernando Correia é médico e apresentador do "Saúde em Foco", da CBN.
Fonte: g1.globo.com

Opinião Saúde com Ciência:
Diz o dito popular... " Tudo o que é exagerado faz mal ", e é verdade.
Isso me lembra um fato curioso. Certa vez uma empregada doméstica da minha mãe disse que manga com leite fazia muito mal, sim. E completou: _ Eu quase morri uma vez. Questionei o que aconteceu e ela respondeu: _ Subi num pé de manga, chupei uma 20 mangas , depois tomei um copo de leite e passei mal. Não me segurei e caí na gargalhada. Por fim expliquei que não foi o leite e sim as VINTE mangas. Então, pra quem ainda acha que manga com leite faz mal, digo que absolutamente NÃO.

Assim também o é com as vitaminas. Se você se alimenta adequadamente, não necessita de uma suplementação. Mas, se você definitivamente não gosta de frutas e legumes talvez precise de uma "pequena dose" extra de vitaminas. Se for esse seu caso, não as tome por contra própria nem peça indicação na farmácia, consulte um médico ou nutricionista consciente. Daqueles que a consulta é feita com base no histórico do paciente, que verifique funções renais, cardíacas do fígado e pâncreas antes de receitar suplementos. Por que se ele receitar sem avaliar seu histórico estaré agindo como um balconista ou um parente ou vizinho seu. Por exemplo, se você adora vegetais de folhas verdes e come com frequência, uma suplementação de vitamina E só deve ser recomendada se realmente for avaliada uma necessidade.

Talvez você também se interesse por...
http://www.saudecomciencia.com/2009/03/vitamina-b12-impede-defeitos-do-tubo.html
http://www.saudecomciencia.com/2008/11/vitaminas-c-e-e-nao-previnem-doencas.html
http://www.saudecomciencia.com/2008/10/vit-c-pode-antagonizar-o-efeito.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner