18.12.09

Isoflavonas da soja (benefícios)

O que são Isoflavonas da soja?

As isoflavonas (isoflavonóides) da soja são encontradas não apenas na soja e derivados, mas em alguns outros vegetais como trevo vermelho, brotos de alfafa e amendoim. Apresentam estrutura química e funcionalidade semelhante à molécula do estradiol.


..."Estradiol é o hormônio natural responsável pelo funcionamento de tecidos em todo o corpo da mulher".


As isoflavonas (fitoestrógenos) são substâncias classificadas como moduladores específicos de receptores de estrogênios (SERMS), pois sua atividade depende do sitio de atuação das células alvo.

O uso das isoflavonas em pesquisas não demonstra até o momento problemas no endométrio ou tecido mamário, podendo ser utilizadas para substituir os hormônios artificiais que são muito agressivos para mulheres sob tratamento.


isoflavonas da soja
isoflavona e estradiol

As isoflavonas, também chamadas isoflavonóides, são compostos químicos fenólicos amplamente distribuídos no reino vegetal, pertencentes à classe dos fitoestrógenos, que são estrutural e funcionalmente similares ao estradiol (MACKEY & ÉDEN, 1998). As concentrações de isoflavonas são relativamente maiores nas leguminosas e, em particular, na soja (SETCHELL, 1998).

As isoflavonas encontram-se na forma glicosilada na natureza, biologicamente inativas. Após a ingestão ocorre um complexo mecanismo enzimático de conversão no trato gastrointestinal, resultando na formação de fenóis heterocíclicos estruturalmente similares ao 17-?a -estradiol (MACKEY & ÉDEN, 1998; MURKIES et al., 1998). Dessa forma, as isoflavonas comportam-se como estrógenos na maioria dos sistemas biológicos (SETCHELL, 1998). 

Tipos de isoflavonas


A soja contém 3 tipos de isoflavonas com 4 formas isoméricas, totalizando 12 diferentes tipos desse composto. As formas que têm recebido maior atenção nas pesquisas e que têm se mostrado mais ativas no corpo humano são a daidzeína, genisteína e gliciteína (DEWICK, 1994; KANAOKA, 1998; CHANG, 2002).

Portanto, daidzeína, genisteína e gliciteína são tipos de isoflavonas. A daidzeína e genisteína são as mais importantes e estudadas.

-Isoflavona Genisteina

A genisteína, uma das duas mais importantes isoflavonas da soja, tem atraído muita atenção não somente por seu potencial efeito anti-estrogênico, mas porque inibe várias enzimas envolvidas em processos de carcinogênese. A concentração da genisteína na maioria dos produtos de soja varia de 1-2 mg/g (BARNES et al., 1995).

-Isoflavona Daidzeína

A daidzeína é considerada, conjuntamente com a genisteína, o fitoestrógeno mais abundante nos derivados de soja. Um estudo feito por Tovar e Acosta, (2004) encontrou que a daidzeína é mais eficiente que a genisteína na prevenção de perda óssea de ratas ovariolectomizadas.

Enquanto a genisteína é a isoflavona que apresenta maior semelhança com o estrógeno endógeno, apresentando efeito estrogênico, a daidzeína parece exercer maior ação antiestrogênica (PICHERIT et al, 2000). No entanto, a maioria dos estudos concordam que a daidzeína só exerce algum efeito se combinada com a genisteína.

As isoflavonas mostram-se eficazes para aliviar sintomas de TPM e menopausa.
Fonte: Inca 
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner