11.6.16

Hipertensão e sal não combinam, entenda por quê

Muito se diz e se ouve que não se deve comer muito sal, principalmente quem tem hipertensão (a popular pressão alta), mas você sabe por quê? Vamos descobrir...

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que um adulto deve consumir por dia, no máximo 6 gramas de sal de cozinha, o que equivale a uma colher de chá ou 2,4 gramas de sódio. Mas estudos indicam que o brasileiro consome cerca de 13 gramas de sal de cozinha diariamente.
Tire o saleiro da mesa!

No organismo humano, o sal, que é formato pelo cloreto de sódio, cuja composição química é NaCl (Na+Cl-) se dissolve nos líquidos corporais, ou seja, na água do organismo. 

Então, quanto maior for a ingestão de sal comum, mais líquido será necessário para dissolvê-lo, ocorrendo retensão de líquidos no corpo como um todo ocasionando aumento da pressão arterial (hipertensão). 

>> Leia também: Sódio nos Alimentos: alimentos que contêm sódio em excesso.

Dessa forma, quanto maior a ingestão de sal de cozinha comum maior tendência a elevar a pressão, principalmente por quem já apresenta histórico de hipertensão.




O sal dissolvido se acumula nos líquidos intra e extra celulares, às vezes sendo difícil sua remoção. Para eliminar o excesso de sal "aprisionado" nas células, a dica é ingerir pelo menos mais de 1,8 L de água por dia.

>> Leia também: Substitua o sal dos alimentos por condimentos saudáveis.

Curiosidade sobre a hipertensão e o sal


Sabia que a maioria dos medicamentos para pressão alta são feitos de diuréticos que ajudam a tirar o excesso de sal do organismo.
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner