10.2.10

Ração humana - composição e benefícios

Por que a ração humana recebeu esse nome? Porque a função básica de toda ração é nutrir satisfazendo da melhor forma possível as necessidades nutricionais do "animal" para o qual ela se destina. Assim, os cães têm suas rações próprias e equilibradas a seus organismos, da mesma forma os gatos, gado, aves, e outros animais.

Não poderia mesmo haver um nome melhor para um alimento que satisfizesse muitas das necessidades nutricionais dos humanos senão RAÇÃO HUMANA.
Ainda não há uma padronização desse tipo de ração, o que não tardará a ocorrer, tamanha é a propagação pela mídia a respeito desse tipo de alimento.

O que se sabe é que a compisição básica sempre leva os ingredientes: semente de linhaça, farelo ou germem de trigo, aveia, quinua , leite de soja em pó, açúcar mascavo(opcional), levedo de cerveja e gergelim. Algumas fórmulas contêm, ainda, castanhas ou amêndoas trituradas.

Os benefícios (função) da ração humana são:
- Ração humana regula o intestino,
- Ração humana dá força e brilho aos cabelos,
- Ração humana aumenta a disposição,
- Ração humana emagrece

Com relação ao emagrecimento, a ração humana serve apenas como complemento, não deve substituir nenhuma refeição. Nesse caso prefira prepará-la sem açúcar mascavo, além de observar as calorias do produto que está adquirindo, pois varia de fabricante para fabricante.

Veja uma receita de ração humana mostrada no Globo Repórter.

Modo de consumir a Ração Humana
Consuma no máximo duas colheres de sopa por dia da ração humana e não esqueça de ingerir bastante água durante o dia para obter os benefícios. Senão o efeito pode ser contrário, dificultando o trânsito intestinal, prendendo-o.

Onde comprar a ração humana:
Casas de produtos naturais, ervanários, farmácias de manipulação, restaurantes vegetarianos e naturais.

Abaixo, um vídeo do Globo Repórter sobre a ração humana:


O conteúdo do www.saudecomciencia.com é informativo e educativo, com conteúdo jornalístico. Não exclui consulta com profissional habilitado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner