28.4.10

Patente do Viagra é quebrada e genérico deverá ser produzido em junho

Quem diria, a patente do medicamento Viagra, a famosa pílula azul ou azulzinho, foi derrubada.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) derrubou nesta quarta-feira (28) a patente do Viagra, medicamento para o tratamento de disfunção erétil.

A decisão vai possibilitar a produção do medicamento genérico do Viagra, cujo princípio ativo é a sildenafil a partir de 20 de junho deste ano.

E é justamente a partir do sildenafil que será produzido o medicamento genérico. Estima-se que o genérico do Viagra (sildenafil) deverá custar 35% mais barato. 

O laboratório fabricante (Pfizer) ainda pode recorrer da decisão do STJ. A alegação do laboratório é a de que o medicamento Viagra foi produzido no Brasil em 1991. Portanto, apenas em 2011 a patente (que dura 20 anos) seria quebrada.

Só que, a decisão do STJ se deu pela lei de patentes "pipeline", por isso a patente foi quebrada já em 2010.
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner