13.8.10

Tipos de água usada em cosméticos

Apesar de parecerem todas iguais, existem vários tipos de água. Cada qual tem uma finalidade própria. Na cosmetologia essa diferença pode interferir no resultado final do produto. Veja:

Na indústria cosmética, são usados diversos tipos de água que, dependendo do composto nutritivo aplicado no preparo, potencializam em até 50% a ação de cremes e xampus sobre pele e cabelo.

O professor de cosmetologia e diretor de pesquisa e desenvolvimento do Instituto Mezzo de Cosmetologia e Estética, José Paschoal Rossetti Filho, afirma que a qualidade da água e de outras bases cosmetológicas são, em muitos casos, até mais importantes do que os ativos.

– Tanto nos produtos de uso profissional quanto naqueles que levamos para casa, é relevante saber a origem e a qualidade das bases e da água – explica o especialista.

Tipos de água usada em cosméticos


Tipos de água de cosméticos
Água potável


1. Água destilada, o que é


Origem: A água destilada é obtida a partir da condensação do vapor da água em ebulição.

Ação na pele: elimina micro-organismos e substâncias químicas, além de ter pH neutro.


2. Água bidestilada, o que é


A água bidestilada passa pelo processo de destilação por 2 vezes.


3. Água de osmose reversa


Origem: A água de osmose reversa é obtida por meio de filtração por diferença de pressão osmótica através de membrana semipermeável.

Ação na pele: elimina micro-organismos e substâncias químicas.
A remoção de íons presentes na água promove melhora da qualidade do produto aplicado sobre a pele.


4. Água termal


Origem: é uma água mineral, com até 2.000mg de sais minerais provenientes do solo. É possível combinar nas águas termais extratos vegetais ricos em vitaminas e minerais, como, por exemplo, o cupuaçu, que garante mais de 150mg/l de proteínas, 255mg/l de vitamina C, 0,14mg/l de vitamina B6, além de minerais como potássio e silício, importantes na produção de colágeno — que garante ação antioxidante ao cosmético.

Ação na pele: Tem ação calmante, anti-inflamatória, suavizante, cicatrizante e hidratante. Além disso, a água termal renova as células, devido ao gás sulfídrico, e é rica em nutrientes.

Os produtos feitos com águas termais chegaram ao mercado brasileiro como opção rica em saúde para a pele. Entre eles, cremes líquidos hidratantes, filtros solares, tônicos faciais de limpeza, gel e leite pós-maquiagem e a própria água termal pura, disponível em frascos de spray e indicada para refrescar e hidratar.

>> Veja todos os artigos sobre estética.

Benefícios desses tipos de água na cosmetologia 


Segundo José Paschoal, os cosméticos com maior concentração de água, mais leves para a pele e de melhor absorção, são opções mais eficazes. Em determinados produtos, a quantidade de água presente pode chegar a 90% de sua composição total.

1 – Esse produto permitirá melhor ação dos ativos funcionais presentes na formulação e maior eficácia do cosmético – indica.

A pureza da água também é fator indispensável para a qualidade. Geysa Belém, farmacêutica especialista em cosmetologia orgânica, afirma que é imprescindível que a qualidade da água usada na produção de produtos de beleza seja testada diariamente.

2 – É extremamente importante que as empresas realizem controle interno e análises periódicas para garantir a pureza do recurso mineral – justifica Geysa.

José Paschoal ainda explica que a água deve ser totalmente sem eletrodos e não iônica, ou seja, com pH neutro e sem resíduos.

3 – Se a água tiver grande quantidade de elementos químicos e minerais, possivelmente deve haver interferência no pH do cosmético e, em consequência, na ação do produto – diz o profissional.

Propriedades líquidas das águas em cosméticos


O consumidor tem à disposição cosméticos com ativos orgânicos aplicados à água que prometem hidratação natural e eficaz, como as águas termais. Saiba mais sobre essa e outras opções disponíveis nos cosméticos brasileiros.

Fonte: José Paschoal Rossetti Filho, diretor de pesquisa e desenvolvimento do Instituto Mezzo de Cosmetologia e Estética.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner