8.10.10

Consumo 'leve' de álcool na gravidez pode fazer bem, diz estudo

Beber um pouco de álcool durante a gravidez pode não ser tão prejudicial quanto se pensava.

Segundo uma pesquisa, tomar um ou dois drinques por semana durante a gravidez pode realmente dar a seus filhos uma ligeira vantagem de desenvolvimento.

Um estudo estudo com mais de 18.500 crianças realizado entre 2000 e 2002. Os bebês foram analisados aos 9 meses, 3 anos e depois aos 5 anos de idade. As mães deveriam descrever a quantidade de álcool que havia consumido durante a gravidez.


Em seguida, foram feitos testes com os bebês, que avaliam o seu desenvolvimento comportamental, emocional e intelectual.

Os cientistas agruparam as mães pelo consumo de álcool. Um grupo, chamado de abstêmios, nunca bebeu, mesmo quando não estavam grávidas. Outro grupo parou durante a gravidez, mas voltou a beber depois de ter seus bebês. As que bebiam um ou dois drinques por semana durante a gravidez. Bebedoras moderadas, grávidas que bebiam até seis bebidas por semana ou cinco bebidas de uma só vez.

A bebida foi definido como um pequeno copo de vinho, meio litro de cerveja ou uma única dose de bebida alcoólica.

Os resultados finais do estudo, publicado hoje no Jornal de Epidemiologia e Saúde Comunitária, concordou com o trabalho anterior que as crianças nascidas mães que bebiam muito foram piores nos testes de desenvolvimento, pois a exposição excessiva ao álcool no útero mata as células nervosas e provoca danos ao cérebro.

Já entre as que nunca bebiam em comparação com as que bebiam de 1 a 2 doses/semana, estas últimas relaxavam mais e passavam menos estresse para seus filhos.

É claro que os dados são inconclusivos e que ninguém deve sair bebendo durante a gravidez, converse antes com um médico.

Fonte: Discovery News.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner