31.7.14

Amêndoas podem prevenir diabetes e doenças cardíacas

 
As frutas secas são sabidamente saudáveis, todas elas. De vez em quando surgem novos estudos mostrando que um ou outro tipo de castanha tem atuação contra algum tipo específico de doença, sobretudo na prevenção da mesma.

É o caso, por exemplo, da amêndoa, cujo estudo recente aponta a fruta como preventiva de diabetes tipo 2 e doenças cardíacas, além de outros benefícios da amêndoa.

É isso mesmo, amêndoas previnem diabetes tipo 2 e doenças cardíacas. Mas além de prevenir, elas pode tratar de tais doenças.

Amêndoas podem prevenir diabetes e doenças cardíacas
Amêndoas descascadas. foto: PublicDomainPictures


Segundo o estudo realizado na Universidade de Medicina e Odontologia de Nova Jersey e publicado no Journal of American College of Nutrition, comer amêndoas com frequência pode ajudar a prevenir diabetes e doenças cardíacas.

Os pesquisadores descobriram que a inserção da amêndoa em nossa dieta podem ajudar a tratar a diabetes tipo 2, que responde por 90-95 por cento de todos os casos, além de ser eficaz contra doenças cardíacas.

Como as amêndoas agem na diabetes tipo 2 e nas doenças cardíacas

De acordo com os cientistas uma dieta rica em amêndoas pode ajudar a melhorar a sensibilidade à insulina e diminuir os níveis de LDL-colesterol em pacientes com pré-diabetes.

A amêndoa é um alimento de baixo índice glicêmico, com alto teor de fibra (que diminui a absorção de gordura pelo intestino), gordura insaturada (gorduras boas), minerais e proteínas e poucos carboidratos (bom para os diabéticos que não podem abusar dos carboidratos).

A amêndoa também contém fitatos e compostos fenólicos, o que garante propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, capacidade de diminuir níveis lipídicos e de inibir as enzimas digestivas tripsina e amilase. Essa última propriedade faz com que haja diminuição da velocidade de digestão de nutrientes, aumentando a sensação de saciedade e estabilizando o nível de insulina no sangue. Além disso, é ótima fonte de gorduras monoinsaturadas, alfatocoferol, cobre, magnésio, arginina, fitosteróis e polifenóis.

Quanto consumir de amêndoas para diabetes tipo 2 e doenças do coração?


60 g de amêndoas diárias divididas às refeições já são suficientes para diminuir os níveis de glicemia, de insulina e do estresse oxidativo provocado pelas refeições do dia.


De acordo com a chefe da pesquisa, Michelle Wien:
"É promissor para aqueles com fatores de risco para doenças crônicas, como diabetes tipo 2 e doença cardiovascular que mudanças na dieta pode ajudar a melhorar os fatores que desempenham um papel potencial no desenvolvimento da doença."

Fonte: Daily Mail

Confira 50 Receitas para diabéticos!




Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

2 comentários:

  1. Agradeco a informacao.
    Pois gostava de saber : _ 1- se deve comer todos os dias?
    2 - que quantidade se deve comer?
    3 - para se saber se esta dando resultado aos diabetes tipo 2.por quanto tempo se deve comer.para assim obter resultados?
    Obrrigada.

    ResponderExcluir
  2. Olá Milu, muito pertinente sua pergunta. Atualizei o post e parte de suas dúvidas estão respondidas lá. Também consultamos o texto de uma nutricionista, a Dra. Camila Gomes Komatsu, Pós-graduada em Nutrição Clínica Funcional; onde ela afirma que 60 g de amêndoas já são suficientes para se alcançar os objetivos esperados.

    abçs

    ResponderExcluir

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner