21.1.11

Rotavírus: Vacina em bebês reduz mortes, significativamente

Pesquisa na Grã-Bretanha demonstra que os países que vacinam bebês contra o rotavírus (vírus que pode causar graves diarreias e matar em poucos dias), reduziram significativamente o número de crianças internadas em hospitais com a doença, mostrou um relatório quinta-feira.

Dados dos Estados Unidos, Austrália, México e El Salvador, onde as vacinas contra o rotavírus recentemente se tornaram parte da rotina de imunizações infantis, mostra rápidas e acentuadas quedas no número de crianças menores de 5 anos que ficam doentes com o vírus, de acordo com estudos publicados em no suplemento para Pediatric Infectious Disease Journal.

Os estudos também mostram grandes reduções na doença por rotavírus entre os idosos, e nas crianças não vacinadas, o que sugere que a vacinação dos bebês também podem limitar o montante global da transmissão do vírus.


Relacionadas com diarreia a infecção por rotavírus mata mais de 500 mil crianças por ano e envia milhões a mais para o hospital. Dr. John Wecker, diretor do acesso à vacina global e programa a entrega no PATH organização sem fins lucrativos, disse que os resultados devem obrigar os decisores políticos e os doadores internacionais para apoiar a introdução de vacinas contra o rotavírus em todos os países o mais rapidamente possível.

Rotavírus: Vacina no Brasil
A vacina contra o rotavírus faz parte do calendário brasileiro desde 2006.

Fonte: NyTimes
O conteúdo do www.saudecomciencia.com é informativo e educativo. Não exclui consulta com profissional habilitado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner