11.2.11

Pâncreas artificial em grávidas diabéticas

Pesquisadores da Universidade de Cambridge demonstraram, pela primeira vez, o potencial de um pâncreas artificial em grávidas com diabetes tipo 1.

Espera-se que ele possa reduzir drasticamente os casos de natimortos e as taxas de mortalidade entre gestantes portadoras desta condição no futuro.



A pesquisa publicada no Diabetes Care, coordenado pela Dra. Helen Murphy, do Departamento Clínico de Bioquímica da Universidade de Cambridge, e colaborado pelo grupo do Dr. Roman Hovorka, do Instituto de Ciências Metabólicas, avaliou a performance do pâncreas artificial ou sistema “closed-loop insulin delivery system” em dez grávidas com diabetes tipo 1.

O estudo mostrou que este dispositivo é capaz de fornecer automaticamente a quantidade correta de insulina, no tempo certo, além de manter os níveis de glicose dentro do normal e prevenir a hipoglicemia noturna - tanto nos estágios precoces, quanto no final da gestação. Este sistema foi criado com a combinação de um monitor contínuo de glicemia e de uma bomba de insulina, os quais já são usados separadamente por muitas pessoas com diabetes tipo 1.


Outros estudos já demonstraram a melhoria do controle glicêmico em crianças com diabetes tipo 1 com o uso do pâncreas artificial, mas este é o primeiro a aplicar tal dispositivo em grávidas com a doença.

A gravidez aumenta os riscos de uma mulher diabética, uma vez que as mudanças hormonais tornam o controle da glicemia mais difícil, principalmente durante a noite. Bebês de mães diabéticas têm risco cinco vezes maior de natimortalidade, três vezes maior de morrer nos primeiros meses de vida e duas vezes maior de malformações congênitas. Duas entre três mães com diabetes pré-existente têm diabetes tipo 1. A hipoglicemia na gravidez é a principal causa de mortalidade materna. Fonte: University of Cambridge
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner