7.4.11

Dia Mundial da Saúde começa com greve de médicos

Dia Mundial da Saúde - 07 de Abril, foi o dia escolhido para a greve geral dos médicos, não por coincidência.

(O Dia Mundial da Saúde foi criado em abril de 1948 pela Organização Mundial da Saúde (OMS).)

Sobre a GREVE DOS MÉDICOS

Médicos e fisioterapeutas paralisam as atividades hoje contra os planos de saúde. A data do protesto foi escolhida para coincidir com o Dia Mundial da Saúde, data criada em abril de 1948 pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A iniciativa partiu do Conselho Federal de Medicina (CFM) e ganhou a adesão dos fisioterapeutas pela semelhança das reivindicações. Durante 24 horas não haverá o atendimento de consultas previamente agendadas e apenas casos de urgência e emergência serão atendidos. A movimentação será no Lions Clube de Campo Mourão.


Os representantes do conselho explicaram que esse é um ato para mostrar que médicos e fisioterapeutas não vai mais se submeter às condições impostas pelas administradoras de planos e seguros de saúde. Os médicos acreditam que os planos de saúde tem interferido muito na autonomia dentro dos consultórios. Segundo eles, a paralisação também beneficiará os usuários dos planos, pois as operadores tem dificultando o acesso a exames e procedimentos hospitalares, além de tentar diminuir o tempo de internação.

REIVINDICAÇÕES dos médicos
Entre as reivindicações dos médicos estão o pedido de autonomia profissional, o respeito às condições de trabalho sem interferência dos planos, o estabelecimento de um contrato de prestação de trabalho onde estejam claras as informações sobre formas de admissão e demissão dos médicos, o reajuste de ganhos e de remuneração e a revisão periódica e anual desse reajuste. “Trata-se de um ato em defesa da saúde complementar, da prática segura e eficaz da medicina e, especialmente, por mais qualidade na assistência prestada aos cidadãos”, diz a Carta Aberta a População, que está sendo distribuída pela categoria.

Os médicos ainda colocam que existem convênios que pagam menos de R$ 25,00 por consulta, o que não cobriria os custos operacionais para manter o consultório – entre eles telefone, água e impostos, entre outros.

Fonte: Tribuna do Interior (onde pode ser lido o texto completo)

O conteúdo do www.saudecomciencia.com é informativo e educativo. Não exclui consulta com profissional habilitado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner