23.3.16

Pílula da inteligência: inteligência pode ser 'oferecida' em cápsulas

Quantas vezes você já se sente cansado, estressado ​​e esgotado até o limite de capacidade, mas é forçado pelo trabalho, pelas circunstâncias ou a maneira como foi criado, a extrapolar e ir um pouco além de sua capacidade fazendo esforço físico e mental extra.

Pílula da inteligência: inteligência pode ser 'oferecida' em cápsulasEm um daqueles momentos de extremo cansaço você gostaria de ajuda, como algo que pode rapidamente apagar rapidamente o cansaço acumulado de várias horas de trabalho, algo rápido, como uma cápsula, ou uma pílula da inteligência.

Algo parecido com isso já existe. São as cápsulas que já estão no mercado, mas usadas ​​fora de sua indicação habitual.

Elas são chamadas de estimuladores cognitivos. Basta ter um, e nosso foco, concentração e decisão pode, de repente reaparecer mais forte do que nunca. E assim podemos trabalhar e trabalhar duro por horas a fio, sem precisar dormir.

Uma espécie de doping das faculdades mentais levam mais e mais pessoas a fazer uso desses medicamentos nos Estados Unidos. De acordo com uma pesquisa realizada pela revista "Nature", 80% dos 1400 entrevistados manifestaram a sua disponibilidade para o uso dessas pílulas.

Alguns exemplos de tais medicamentos estimuladores cognitivos, as pílulas da inteligência



Remédios como os prescritos para tdah (transtorno de hiperatividade e defícit de atenção como a ritalina (metilfenidato), o Strattera (atomexatina) o provigil (modafinil) e a anfetamina Adderall) - se tomados em doses maiores - atuam como um estimulador de neurônios.

"Atuam como um estimulador de neurônios".

Enquanto isso, a procura continua na esperança de encontrar novas substâncias que possam atuar diretamente sobre o cérebro para diminuir a fadiga e ao mesmo tempo impedir o uso indevido de medicamentos que não são para esse fim. Um dos principais financiadores da pesquisa são os militares dos EUA estão tentando há anos um antídoto para o stress e a fadiga e que seja também utilizado para ser estimular a inteligência, para ser mais atencioso e eficiente no estudo e trabalho. Fonte: Nature.



Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner