23.8.11

Gravidez na adolescência: Seguridade discute formas de prevenção

SEGURIDADE DISCUTE FORMAS DE PREVENIR GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA

A Comissão de Seguridade Social e Família realiza hoje audiência pública sobre a gravidez na adolescência.
O debate foi proposto pela deputada Teresa Surita (PMDB-RR). “A gravidez na adolescência tem atingido idade mínima preocupante e índices assustadores. Crianças de 9 a 12 anos têm sido vítimas de estupro em todo o País. Em Roraima, segundo dados do Relatório Anual de 2010 da Fundação Abrinq, houve um aumento de 60% no número de partos na faixa etária entre 10 a 19 anos.



O Ministério da Saúde, apesar de reforçar ações voltadas à educação do adolescente, ainda não tem programas específicos para essa faixa etária. Precisamos ouvir especialistas e propor soluções”, disse ela.

Foram convidados:
- a coordenadora de Convivência Comunitária e Familiar da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Alice Bittencourt;
- a presidente do Departamento Científico da Adolescência da Sociedade Brasileira de Pediatria, Mariângela de Medeiros Barbosa;
- a presidente da Associação de Formação e Reeducação Lua Nova, Raquel Barros;
- a assessora técnica da Coordenação da Saúde do Adolescente do Ministério da Saúde, Ana Sudário Lemos Serra.

A reunião será realizada às 14h30, no Plenário 7.
Da Redação/WS

Fontes: 'Agência Câmara de Notícias' e Saúde da Mulher
Foto: Flickr

O conteúdo do www.saudecomciencia.com é informativo e educativo. Não exclui consulta com profissional habilitado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner