16.5.15

10 doenças 'estreladas' em filmes de Hollywood

Wanise Martinez - Estadão

SÃO PAULO - Cineastas e produtores de todo o mundo sempre gostaram de abordar, na ficção, os problemas físicos e psicológicos enfrentados pelo ser humano. Talvez queiram mostrar que barreiras podem sim ser vencidas ou então que nós também somos falíveis. Pode ser que seja apenas parte do caminho escolhido para contar uma história. Veja a lista que preparamos sobre algumas produções cinematográficas que retratam enfermidades e tire suas conclusões.



Filme: O óleo de Lorenzo (Lorenzo's oil)
10 doenças 'estreladas' em filmes de Hollywood
10 doenças 'estreladas' em filmes de Hollywood
Doença: Adrenoleucodistrofia

Essa doença de nome e sintomas complicados atinge principalmente homens a partir dos três anos de idade. Também conhecida como ADL, essa anomalia degenerativa altera a mielina, que é um tipo de proteção existente no sistema nervoso. Por conta disso, a pessoa vai perdendo a capacidade de se comunicar, se movimentar e até de comer. O corpo não consegue funcionar sozinho e o paciente passa a viver em um estado parecido com o coma. Em alguns casos é realizado um transplante de medula óssea para tentar auxiliar o doente a viver melhor. O tratamento inclui medicação para aliviar as dores pelo corpo e alimentação específica, mas a doença é incurável. Ela foi tema da produção 'O óleo de Lorenzo', de 1992, cuja repercussão mostrou ao mundo qual era a gravidade desse problema raro. Baseado na história real do norte-americano Lorenzo Odone, o filme mostra o desespero dos pais de um menino de cinco anos que descobre ser portador de ADL. Eles começam a estudar e criam um óleo eficaz que passa a ser usado no tratamento da enfermidade.


Filme: Rain Man (Rain Man)

Doença: Autismo

Essa síndrome é desenvolvida na infância, impedindo a criança de ter relações sociais consideradas normais. Ela prefere ficar sozinha, sem qualquer contato com o próximo, mesmo os parentes. Em boa parte dos casos, a criança tem dificuldade de compreensão e repete as palavras que ouve - sintoma chamado ecolalia. Ainda não há explicação concreta sobre o surgimento do autismo. Estudos sugerem diferenças genéticas, mas não que um único gene determinasse o autismo, mas sim uma interação entre vários genes. Como tratamento, é recomendado proporcionar ao autista educação especial e acompanhada. Um clássico cinematográfico que aborda o tema é 'Rain Man', lançado em 1988, que traz Dustin Hoffman no papel de um autista herdeiro da fortuna deixada pelo pai. Por conta disso, ele encontra um irmão mais novo, interpretado por Tom Cruise, que não conhecia e ambos vão mostrar, muito bem, como é a convivência com o autismo.


Filme: Melhor é Impossível (As Good as It Gets)

Doença: Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC)

O paciente que apresenta tal distúrbio, considerado um transtorno mental de ansiedade, é cheio de manias e obsessões, que podem estar ligados ao comportamento, à mente e às emoções. O portador de um TOC é dotado de impulsos incontroláveis que o fazem seguir rituais e compulsões de todos os tipos, de limpeza sem fim à organização precisa e exagerada. A obsessão é tão forte que ocasiona medo, culpa e desespero se não for executada pela pessoa. A doença pode ser tratada e até eliminada com auxílio de psicólogos e psiquiatras. O ator Jack Nicholson assumiu o papel de alguém com TOC em "Melhor é Impossível", de 1997. No filme, o caso é interpretado de forma bem-humorada e didática.

Filme: Em busca da luz (Go Toward The Light)

Doença: Hemofilia

O portador desse grave distúrbio genético sofre sangramentos prolongados cada vez que tem um ferimento. Isso ocorre porque seu organismo não responder por uma coagulação normal do sangue - lhe falta o gene responsável por isso. Podem ocorrer também sangramentos espontâneos na gengiva e no nariz. Apesar da complexidade, essa doença pode ser tratada, para evitar as hemorragias recorrentes, mas ainda não existe tratamento para extingui-la. Um filme que trouxe esse tema para o cinema e foi bem aceito pela crítica e o público é 'Em busca da luz', de 1993. A história retrata o drama vivido pelos três filhos hemofílicos da personagem de Linda Hamilton, com foco no mais velho deles, que adoece gravemente e faz a família viver momentos de tensão para tentar salvá-lo.

Filme: Um Amor Para Recordar (A Walk To Remember)

Doença: Câncer

Essa doença é um das que mais impressionam as pessoas e, talvez por isso, é frequentemente abordada em produções cinematográficas. O câncer, por definição, é um conjunto de mais de cem tipos de doenças que ocasionam o crescimento anormal das células. Esse aumento, quando maligno, forma tumores que destroem o tecido corporal da região afetada e podem se espalhar pelo corpo. Felizmente, quando detectada em tempo, a enfermidade pode ser tratada e até eliminada. No entanto, é preciso estar sempre sob vigilância médica para que ela não volte a se manifestar. Uma comédia romântica que abordou o tema foi 'Um Amor Para Recordar', de 2002. Na trama, é retratado o relacionamento de um jovem casal que se vê diante da doença. A atriz Mandy Moore interpreta a paciente que tem seus desejos realizados pelo amado enquanto luta para sobreviver. Um tanto piegas, mas explicita bem o drama.

Filme: O Homem Elefante (The Elephant Man)

Doença: Síndrome de Proteus

Quem sofre dessa anomalia rara vê surgir malformações cutâneas e subcutâneas em seu corpo. Pode haver também crescimento irregular dos ossos e membros e hiperpigmentação, desfigurando a pessoa completamente. Existem relatos sobre aparição constante de tumores. Não se sabe ao certo como essa doença se desenvolve; alguns médicos acreditam que seja causada por um gene dominante letal, que não afeta a capacidade cerebral, somente o físico do paciente. Não há cura. No cinema, o assunto foi abordado de maneira impressionante em 'O homem elefante', um clássico de 1980, no qual John Hurt assume o papel de um portador da síndrome. O filme é baseado no caso real do inglês Joseph Merrick.

Filme: O Curioso Caso de Benjamin Button (The Curious Case of Benjamin Button)

Doença: Síndrome de Hutchinson-Gilford ou Progeria

Os portadores dessa doença apresentam sintomas de envelhecimento precoce por volta dos 18 meses. São bebês aparentemente normais que começam a ficar com a pele enrugada e os cabelos ralos, além de desenvolverem artrite, osteoporose e problemas cardíacas. Essa doença rara acelera em cerca de sete vezes o processo de envelhecimento, pois é causada por um defeito no código genético da criança. Por conta disso, há uma expectativa média de vida de apenas 13 a 14 anos. Normalmente, o portador de Progeria morre de aterosclerose, já que não há cura. Um filme ótimo cujo tema se assemelha com essa doença é 'O Curioso Caso de Benjamin Button', lançado em 2008. O personagem de Brad Pitt nasce velho, um bebê idoso que, com o passar dos anos, vai rejuvenescendo - coisa que não acontece com os pacientes reais. Ele conhece uma moça por quem se apaixona, mas eles têm de enfrentar a barreira da idade, que vai em direção contrária.

Filme: Dr. Strangelove (How I Learned to Stop Worrying and Love the Bomb)

Doença: Síndrome da mão alienígena

A pessoa que apresenta esse distúrbio neurológico, geralmente causado por um trauma cerebral, começa a acreditar que uma de suas mãos não pertence ao próprio corpo e pode tentar estrangulá-la, a qualquer momento. Há tratamentos para tentar minimizar os efeitos, porém não existe cura. O ator Petter Sellers representou bem o papel de um paciente com Síndrome da mão alienígena quando fez o Doutor Strangelove, no filme de mesmo nome dirigido por Stanley Kubrick, em 1964. Na trama, o personagem perde o controle do braço direito e, por muitas vezes, termina envolvido em situações embaraçosas. Por conta disso, a doença também ficou conhecida como 'Síndrome do Doutor Strangelove'.

Filme: Como se fosse a primeira vez (50 first dates)

Doença: Síndrome de Korsakoff (ou Korsakov)

Quem desenvolve essa enfermidade começa a sofrer de amnésia, que pode ser de dois tipos: anterógrada ou retrógrada. Em ambos os casos há comprometimento da memória. No primeiro deles, a memória de curto prazo é atingida e a pessoa não consegue mais formar novas memórias a partir do momento em que adquiriu a síndrome, já no outro caso, há problemas com a memória de longo prazo, ou seja, o doente perde a maioria das memórias que tinha antes do trauma. Também pode ocorrer desorientação de tempo e espaço. A Síndrome de Korsakoff também pode ser causada por alcoolismo crônico. Não existe cura. O filme que apresenta uma síndrome fictícia, inspirada na de Korsakoff, é "Como se fosse a primeira vez", lançado em 2004. Após uma lesão no cérebro, a personagem de Drew Barrymore perde a capacidade de reter a memória de curto prazo. O personagem de Adam Sandler tem de lembrá-la de sua vida todas as manhãs, quando ela acorda e está com a memória no dia do acidente que causou seu problema.

Filme: Gigolô por Acidente (Deuce Bigalow: Male Gigolo)

Doença: Coprolalia

Esse sintoma atinge alguns dos portadores da Síndrome de Tourette, uma doença que provoca tiques nervosos, motores e vocais. Os tiques são involuntários e podem incluir chutes, socos, caretas e o piscar de olhos constante. Além desse comportamento, quem apresenta coprolalia também passa a dizer em voz alta palavras obscenas e pesadas, e a fazer comentários inadequados. Tudo isso é feito sem planejamento, simplesmente não há controle por parte do doente. Os tiques normalmente começam na infância ou na adolescência. Existe tratamento, mas não cura. No filme 'Gigolô por acidente', de 1999, uma cliente do protagonista de Robert Schneider, interpreta uma mulher com coprolalia. Apesar do exagero na representação, dá para se ter uma ideia de como é conviver com um distúrbio desse tipo.
Para ver o trailer do filme de cada uma dessas doenças acesse o site Estadão, de onde veio essa matéria.

O conteúdo do www.saudecomciencia.com é informativo e educativo. Não exclui consulta com profissional habilitado.
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner