6.11.16

Cerveja após exercícios hidrata como a água

À primeira vista as pessoas que adoram beber cerveja irão adorar essa notícia. Beber cerveja após a prática de exercícios físicos hidrata o corpo tanto quanto a água. Contudo, isso só é verdade se o consumo da cerveja for moderado. Isso porque o álcool tem o poder de desidratar o organismo, e a cerveja contém álcool. Leia matéria abaixo.

O consumo moderado de cerveja após a prática de exercício físico intenso hidrata na mesma medida que a água, segundo as conclusões de pesquisa realizada pelo Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC) em colaboração com a Universidade de Granada, cujo trabalho foi apresentado em Salamanca.

Ademais, os especialistas destacam as propriedades nutricionais da cerveja, mas sempre que mantido seu consumo dentro dos limites aconselhados para bebidas alcoólicas.

Javier Romeo Martín, pesquisador do Instituto do Frio do CSIC e um dos autores desse estudo, explicou em declarações à DiCYT que “a cerveja é uma bebida amplamente aceita na cultura mediterrânea” e que “tem um alto conteúdo de água, sendo assim uma bebida hidratante”. Além disso, a cevada e o lúpulo lhe conferem vitaminas B, minerais e antioxidantes.
“Parece que o consumo moderado de cerveja pode ser integrado em um conceito de dieta saudável”, sobretudo quando acompanha as refeições e, de fato, a Sociedade Espanhola de Nutrição a incorporou as suas recomendações, indica o especialista.


Artigos relacionados
-Beber leite emagrece
-Leite de amêndoas - receita
-Leite hidrata mais que água
-Cerveja faz bem para os ossos

No entanto, neste caso a pesquisa focou-se em um aspecto muito concreto: as possíveis propriedades desta bebida alcoólica como reidratante. Para tal, foram selecionadas 20 pessoas saudáveis, jovens e acostumadas a praticar esporte e a um consumo moderado de álcool, submetendo-as a uma atividade física intensa em condições de temperatura elevada. Concretamente, foram dois testes de esforço físico em laboratório: após um deles, proporcionou-se toda a água desejada pelos atletas para sua recuperação; após o outro, foram oferecidos 660 mL de cerveja (o equivalente a duas latinhas), mais toda a água desejada, se ainda tivessem sede.

Resposta imune

Depois de medir distintos parâmetros para observar a reidratação após o teste físico, “não encontramos diferenças e inclusive após o teste em que somente tinham bebido água encontramos algumas mudanças negativas, como o aumento na produção de um mediador imune inflamatório que não foi detectado após a ingestão de cerveja”, afirma Javier Romeo Martín. Portanto, conclui que esta bebida alcoólica é uma alternativa aceitável à água nestas condições.





Apesar de tudo, o pesquisador aponta que este tipo de informações a respeito do álcool somente é exposto em ambientes profissionais relacionados com a Ciência, como neste caso, o Colégio Oficial de Médicos de Salamanca, para evitar mensagens confusas aos consumidores. Assim, atenta para o fato de que o consumo de álcool diário recomendado não deve exceder os 20 gramas no caso das mulheres e os 30, no caso dos homens. Em relação à cerveja, isso supõe que se pode beber duas latas de cerveja ou três chopes pequenos, como máximo.
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner