18.10.11

Mortes por malária caem 20% em uma década, diz OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou, em relatório divulgado em seu site, que o número de mortes causadas pela malária caiu cerca de 20% no mundo. Segundo a entidade, em 2009 ocorreram 781 mil mortes causadas pela doença, a maioria delas entre crianças na África. Já em 2000 as mortes pela malária ficaram em 985 mil.

Na África, uma criança morre a cada 45 segundos de malária e a doença representa 20% de todas as mortes na infância, alerta a OMS. A malária é causada pelo Plasmodium, que se dissemina através da picada do mosquito anófeles infectado.



A OMS lembra que é possível prevenir a doença e, mesmo após a infecção, é possível tratá-la.

No aspecto econômico, a entidade aponta que a malária pode reduzir o Produto Interno Bruto (PIB) de um país com altas taxas de contaminação em até 1,3%.

Viajantes de áreas livres de malária são muito vulneráveis a doença quando infectados, nota ainda a OMS em seu site. A malária causa febre aguda, dor de cabeça, calafrios e vômitos. Se não tratada adequadamente, e rápido, pode levar à morte.

Segundo a OMS, cerca de metade da população mundial corre o risco de pegar malária. Além da África Subsaariana, área de maior risco, a entidade aponta Ásia, América Latina e, em menor grau, Oriente Médio e partes da Europa como áreas onde há o problema. "Em 2009, a malária esteve presente em 108 países e territórios", aponta a entidade. Mais informações podem ser obtidas no site www.who.int. (Equipe AE)

Fonte: R7

O conteúdo do www.saudecomciencia.com é informativo e educativo. Não exclui consulta com profissional habilitado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner