6.2.15

Remédio para emagrecer sem efeito colateral

Remédios para emagrecer que não causam eleitos colaterais não existem? Parece que não é bem assim...

...Remédio de emagrecimento OAP- 189 (sem nome comercial ainda) sem efeito colateral pode ser vendida em 2016

A droga, que trabalha imitando o hormônio oxintomodulina (hormônio da saciedade), também poderá ser usada por pessoas que fizeram cirurgia de redução de estômago.

​O remédio com que sonha todo mundo que deseja perder alguns quilos pode estar prestes a chegar ao mercado: um pesquisador inglês desenvolveu uma pílula emagrecedora que praticamente não tem efeitos colaterais — em alguns casos, ele poderia causar náuseas. A droga, que imita o efeito do hormônio relacionado à saciedade, foi comprada por um gigante da indústria farmacêutica e pode estar disponível em três anos.

O inventor do novo medicamento, OAP-189, é Stephen Bloom, especialista em obesidade e professor do Imperial College London. Ele diz que a droga, que trabalha imitando o hormônio oxintomodulina, também poderá ser usada por pessoas que fizeram cirurgia de redução de estômago. Mas o principal objetivo é evitar que a operação seja necessária.

foto ilustrativa, não representa o remédio
— Pensei que poderíamos imitar a dramática perda de peso da cirurgia de redução de estômago do peso eliminando a fome. Sem ela, a comida não é atraente — contou Bloom ao jornal inglês “Daily Mail”.

Ele começou aplicando três doses do hormônio diariamente a voluntários com sobrepeso e obesos, que perderam em média 2 quilos e meio em quatro semanas. Depois, reformulou a dose e transformou-na OAP-189, que pode ser dada ao paciente diaria ou semanalmente. A invenção foi comprada pela Pfizer, e, agora, está nos estágios iniciais dos testes em humanos.

A princípio, os efeitos colaterais se limitariam à náusea, mas o remédio para emagrecimento OAP-189 terá que passar por mais uma extensiva bateria de testes até chegar ao mercado, o que deverá levar entre cinco e sete anos.

Inicialmente, é possível que ela seja prescrita apenas para diabéticos, mas, depois, deverá chegar às farmácias. Texto: O Globo Fonte: IDVF

Veja a página especial sobre dietas.
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner