15.8.16

Transtorno bipolar o que é preciso saber

Neste artigo você verá várias informações sobre transtorno bipolar, sintomas, tratamentos, tipos e alimentos ricos em lítio (no final) e como age o lítio no transtorno bipolar.


1.Transtorno bipolar, o que é isso?

O transtorno bipolar é considerado uma perturbação afetiva. Pode também ser chamado de "depressão bipolar" ou transtorno maníaco-depressivo".

Eu, particularmente, considero o nome transtorno maníaco-depressivo o melhor dos nomes pois ele em si carrega o que é o transtorno bipolar, pois a pessoa apresenta duas fases distintas: algumas vezes (que pode durar por dias ou até meses) a pessoa está maníaca - ou seja, com manias, excitação nervosa, insônia, quer fazer tudo ao mesmo tempo e ou apresenta um estado exaltado do humor  - e outras vezes ela está depressiva, então "maníaco-depressiva". No entanto o nome transtorno bipolar exemplifica anda mais o termo, já que a pessoa pode apresentar dois polos distintos na doença.

Transtorno bipolar o que é

2. Transtorno bipolar - Tipos

- Tipo I: Forma clássica: o paciente tem as fases de mania alternadas com os sintomas depressivos. É importante salientar que não há um começo das fases e elas não precisam ser seguidas uma da outra. Alguns pacientes apresentam apenas episódios de mania com apenas poucos de depressão. O inverso também se observa.

- Tipo II: Não ocorrem os episódios de mania, porém, de hipomania (hipomania é a alteração de humor parecido com a mania, mas de menor intensidade) com depressão.


3. Transtorno bipolar - Sintomas da fase maníaca

  • Alegria extrema e sensação de poder. Nada afeta esse paciente, nem mesmo um acontecimento trágico na família, sua felicidade é inabalável.
  • Acredita-se invencível, acha que nada poderá detê-lo.
  • Sentimento de grandeza,a pessoa pensa que é especial ou possui habilidades especiais, como um escolhido por Deus.
  • Hiperativo: Não conseguem ficar parados. Mexem-se e movem-se muito e não se cansam nem de madrugada. São capazes de começar uma faxina doméstica no meio da madrugada.
  • Sentem pouco sono. Com poucas horas de sono sentem-se restabelecidos.
  • O senso de perigo fica abalado, acha que nada o afetará.
  • Os pensamentos ficam incontroláveis e iniciam vários projetos as vezes simultâneos e geralmente os interrompem antes do fim.
  • Alguns ataques de raiva podem ocorrer, mas desaparecem de repente.
  • Gesticula exageradamente e fala rapidamente 

4. Transtorno bipolar - Sintomas da fase depressiva

  • Tristeza sem motivo
  • Baixa auto-estima
  • Desespero
  • Perde interesse em coisas ou afazeres de que gostava muito
  • Cansaço e com pouca energia
  • Insônia
  • Baixa concentração
  • Inibição
  • Perda de apetite
  • Ideias negativas e pensamentos em doenças e morte.

5. Transtorno bipolar - Tratamentos

Medicamentos: lítio e ou anticonvulsivantes ( trileptal, tegretol, depakene, depakote, topamax). Às vezes podem ser usados antipsicóticos.

Antidepressivos devem ser usados com muita cautela na fase da depressão, pois ela pode virar a fase de mania.

Lembre-se que esses medicamentos só devem ser prescritos por um médico sendo o psiquiatra o médico mais adequado.

6. Alimentos ricos em lítio e podem ser AUXILIARES no tratamento do transtorno bipolar:

7. Como o lítio age no transtorno bipolar? (texto técnico)
As seguintes teorias são aceitas:

A primeira hipótese relaciona o efeito estabilizador do humor pela redução na concentração de neurotransmissor do tipo catecolamina (as principais catecolaminas são: norepinefrina, epinefrina e dopamina), mediada provavelmente pelo efeito do íon lítio na enzima adenosina trifosfatase Na+/K+-dependente, para produzir um aumento no transporte transmembrana neuronal do íon sódio.

A segunda possibilidade é que o lítio pode diminuir as concentrações de monofosfato de adenosina cíclico (AMPcíclico), o que poderia diminuir a sensibilidade dos receptores da adenilatociclase sensíveis aos hormônios. É absorvido por via oral de forma rápida e completa.

O Lítio não se une às proteínas plasmáticas nem é metabolizado, e elimina-se 95% de forma inalterada pelo rim. A eliminação é inicialmente rápida e, após tratamento prolongado, torna-se mais lenta. (Psicoweb)

8. O que pode ser suficiente para o leigo entender: O lítio participa de processos bioquímicos nos neurônios (células cerebrais) produzindo um efeito sobre algumas substâncias conhecidas como neurotransmissores.
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner