3.12.16

Cirurgia para emagrecer os dedos dos pés

A “nova febre entre as americanas”: a cirurgia para emagrecer os dedos dos pés.

Sim, a neurose americana já se tornou tão específica que, agora, a ordem do dia é dar fim ao “embaraço grave” da largura dos dedos, uma condição conhecida como "toe-besity".

Algumas mulheres chegam até a pensar na remoção de seus dedos mindinhos para caber em sapatos menores...

Cirurgia para emagrecer os dedos dos pés


Segundo informações do programa Good Morning America, da ABC News, em Nova York, quando as pessoas procuram o Dr. Oliver Zong para...

“Fazer uma cirurgia plástica”, elas não estão pensando em remover a gordura da barriga ou das coxas. Zong é um podólogo e uma de suas especialidades é “emagrecer os dedos das pessoas gordas”, prática a qual ele se dedica há mais de dez anos.

Segundo Zong, as primeiras intervenções eram destinadas à retirada de gordura dos pés. Hoje, as pessoas já solicitam também a diminuição da largura de seus dedos. Assim, ele realiza muitas cirurgias para raspar gordura e osso para devolver a autoestima a muitos americanos obesos. Suas cirurgias giram em torno de 2.500 dólares.

Zong “não vê mal algum” na realização de procedimentos cosméticos nos pés. Ele compara “suas cirurgias” a qualquer tipo de cirurgia estética. "Atendo pessoas muito envergonhadas com a sua condição física. Depois da intervenção, elas ganham autoestima e se sentem mais confiantes”, disse ao Good Morning America.

Modismos em cirurgia plástica

Nos Estados Unidos, Zong é criticado por entidades médicas e por muitos podólogos que não concordam com a cirurgia cosmética do pé. A Associação Americana de Pediatria diz que o procedimento, às vezes, realizado em crianças, só é justificado se o paciente tem muita dor no pé.

"E inconcebível se submeter a riscos cirúrgicos - anestesia, infecção, deformidade do dedo do pé, se a cirurgia não for feita corretamente, risco de reincidência do problema e os riscos de uma cirurgia em geral – por pura vaidade. Você pode terminar com um grave trauma no pé”;

Defende o cirurgião plástico Ruben Penteado, diretor do Centro de Medicina Integrada.





O médico explica que "procedimentos cirúrgicos no pé e no tornozelo, geralmente, são feitos para alívio da dor, restauração da função e reconstrução de deformidades. Eles podem ter o benefício adicional de uma melhor aparência, mas não devem ser realizados para este fim especificamente”, esclarece Ruben Penteado, que é membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Contato:
Site: Centro de Medicina Integrada
Twitter: @rubenpenteado
Facebook: www.facebook.com/CentroDeMedicinaIntegrada
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner