30.8.12

Viver mais comendo menos

Dia desses vi um meme no facebook que dizia que para viver mais devemos seguir esses 3 passos: 'comer a metade', se exercitar o dobro' e... nossa o outro eu não lembro, mas assim que lembrar posto aqui (se alguém souber por favor coloque nos comentários ;-)... ahh... lembrei! 'rir o triplo'.

Ou seja, "Viver mais comendo menos".

No entanto, uma pesquisa recente parece desmentir esta que até então era considerada verdade.



O que a pesquisa diz é que quem tem o hábito de comer pouco carboidrato e gordura terá menos problemas cardiovasculares e de diabetes, assim terá menos doenças e menos morte por causa dessas doenças.

Dessa forma entendemos que se você comer menos alimentos gordurosos e ricos em carboidratos, mas comer mais frutas e verduras, sem se preocupar com a quantidade (exceto com frutas como banana e abacate) irá viver mais!

Então podemos reformular a máxima: Viver mais comendo menos carboidratos e gorduras e mais alimentos saudáveis! Pronto, resolvido!

O estudo avaliou macacos e ratos e sua alimentação durante anos e concluiu que além de ingerir menos calorias os animais que tinham fatores genéticos ligados à longevidade viveram mais e melhor.

"Depois de toda esta análise, Cabo conclui que "os efeitos de uma dieta de restrição calórica mantida durante toda a vida parece envolver uma queda considerável de muitos fatores de risco para a saúde, mas os benefícios em termos de longevidade dependem de fatores como o contexto fisiológico, a qualidade da dieta, genética e estado de saúde inicial dos indivíduos." 
E se pensarmos bem, a frase que dizíamos não fazia mesmo muito sentido, afinal, o que você acha que é mais saudável: comer 1 filé de salmão 'grande' ou uma rodela 'pequena' de linguiça gorda? A resposta é óbvia, né?!

Leia mais artigos sobre "Viver Mais", aqui!

Fonte: ElMundo.Salud

Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner