24.2.16

Virose no Verão: dicas de como evitar

Virose no Verão: como evitar
Médica do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos dá dicas para evitar virose no verão

O clima nesta época do ano é convidativo para relaxar e aproveitar cada minuto, no entanto, existem cuidados que devem ser tomados para não atrapalhar a diversão.

Sensações como dor de cabeça (leia: Dor de cabeça no calor), cansaço, mal-estar, diarreia, vômitos, mal-estar e dor por todo corpo, podem ser sintomas de virose. Aprenda como evitá-la!

Virose no Verão: dicas de como evitar


De acordo com a Dra Ligia Brito, clinica geral e infectologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, a alta temperatura facilita a manifestação de vírus e bactérias, que tem como aliada a alimentação desregrada no período de férias. Seguem algumas dicas para se manter saudável durante todo a estação.


DICAS PARA EVITAR VIROSES NO VERÃO


1) Hidrate-se, beba muita água durante todo o dia (também valem chás, mas não muito doces). Fuja de sucos de caixinhas hiper açucarados e dos refrigerantes.

2) Lave e higienize bem frutas e verduras antes de consumi-las

3) Mantenha o alimentos bem refrigerados (frutas e legumes estragam com mais facilidade nos dias quentes)

4) Lave sempre as mãos antes de comer e ao preparar alimentos que serão consumidos crus

5) Evite consumir bebidas preparadas em locais sem condições de higiene ou que venham com gelo, pois a água pode estar contaminada (o gelo pode ter sido feito com água contaminada)

6) Na praia, prefira alimentos industrializados aos lanches, espetinhos e outros alimentos vendidos na praia

7) Lave cuidadosamente as mãos, principalmente após usar o banheiro e ao colocar as mãos nos olhos

8) Na praia evite andar descalço na calçada e ruas

9) Beber água de coco é excelente para reidratação, pois repõe água e também minerais que são perdidos com o suor, mas certifique-se de que o coco esteja limpo, assim como as mãos e facas usadas pelo vendedor de coco. Dica: Se for levar bolsa térmica à praia, compre água de coco de caixinha e deixe bem geladinha!

10) Não se automedique. Caso sentir algum desconforto, peça a um farmacêutico para ajudar a comprar medicamentos de venda livre para manter o corpo hidratado, mas no caso de febre ou diarreia que demora a passar, VÁ AO MÉDICO!

“Em caso de virose é comum os pacientes se automedicarem, porém, tomar remédios sem a orientação médica é perigoso, pois o paciente pode acabar potencializando o vírus ao invés de eliminá-lo além de efeitos colaterais causados pelos próprios medicamentos”, esclarece a médica.

Leia tudo sobre o soro caseiro e 2 receitas práticas e eficientes em: Soro caseiro: receita copo 200ml (e para 1 litro).

Receita do soro caseiro


Ingredientes:
  • Água: 1 litro
  • Sal de cozinha: 1 colher de chá rasa - equivale a cerca de 3,5 g
  • Açúcar: 02 colheres de sopa cheias - equivale a cerca de 40 g





Modo de preparo do soro caseiro:

Lave bem as mãos. Misture bem todos os ingredientes dentro de uma jarra.

O soro caseiro pode ser ingerido a cada 30 min, podendo ser utilizado por até 24 horas após o preparo. Sempre mexa antes de beber um novo gole.


Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner