28.3.13

Remédio para celulite: Xyaflex, em vias de aprovação pelo FDA

Remédio para celulite - Xyaflex

Segundo o dermatologista Jardis Volpe, de São Paulo, um estudo aberto sobre o Xyaflex está sendo conduzido junto ao FDA para avaliar se a colagenase (enzima que dissolve fibras espessadas de colágeno) injetável pode restaurar as áreas afetadas pela celulite para um aspecto mais estético satisfatório.



Em uma primeira etapa, dez mulheres foram tratadas com uma dose única da colagenase em cinco locais de injeção diferentes na região da celulite, nos culotes. Uma redução de 76% foi observada em imagens tridimensionais e o índice de satisfação das pacientes foi considerada alta.

Remédio para celulite Xyaflex

Com base nesses dados, uma nova fase de estudos foi lançada junto ao FDA Americano em dezembro de 2012, aumentando a dose da colagenase injetável na região dos quadris. Essa nova fase mostrou que doses maiores da droga foram bem toleradas e que 63% das pacientes apresentaram uma melhora importante no volume das ondulações da celulite.

"A colagenase pode ser uma opção terapêutica no futuro, uma vez que essa enzima tem a capacidade de dissolver os septos fibrosos que provocam o aspecto casca-de-laranja." ressalta dr.

Volpe, que acompanhou as tendências no último Meeting da Academia Americana de Dermatologia, em Miami.

O médico explica que os métodos atuais para tratamento da celulite envolvem aparelhos que combinam sucção, radiofrequência e ultrassom, mas que nenhuma máquina é capaz de destruir os septos de maneira tão agressiva.

"Para rompermos os septos, muitas vezes indicamos a subcisão, um método mais invasivo em que usamos uma pequena agulha cortante que rompe os septos. Em nódulos mais fundos, podemos fazer até mesmo preenchimento da celulite com ácido hialurônico", comenta Dr. Jardis. A subcisão em geral causa pontos arroxeados que podem durar trinta dias.

Fabricada pelo laboratório Auxilium, a enzima colagenase é sintetizada em laboratório e já é aprovada para tratar a doença de Dupuytren, que produz um espessamento e encurtamento dos tendões das mãos, causando alterações na movimentação dos dedos. Com o avanço das pesquisas, a promessa é que, se os resultados continuarem positivos, a droga seja aprovada para o tratamento da celulite pelo FDA até o fim do segundo semestre. "
Sempre ficamos entusiasmados quando uma nova droga é lançada, mas temos que ficar de olho nos resultados das pesquisas e nos potenciais efeitos colaterais para sabermos se o risco-benefício vale a pena." comenta dr. Jardis Volpe.
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner