8.5.13

Leites contaminados e marcas retiradas do mercado devido a alterações criminosas

Um alerta para quem gosta de beber leite. Cem milhões de litros de leite podem ter sido adulterados com água não tratada e um produto químico cancerígeno. E o pior é que isso não aconteceu “sem querer” e, sim para aumentar o lucro de seis empresas de transporte.

Leites contaminados e marcas retiradas do mercado devido a alterações criminosas


O Ministério Público no Rio Grande do Sul descobriu depois de uma investigação no galpão onde o leite era adulterado, fica em Ibirubá, interior do Rio Grande do Sul. O leite que era vendido também no Paraná e em São Paulo. Enquanto isso, Oito dos nove suspeitos já estão presos.

Na investigação foram encontrados no local, caminhões-tanque sem qualquer refrigeração armazenam água e ureia que, são misturados com o leite.

Leites contaminados e marcas retiradas do mercado devido a alterações criminosas

Mas qual mal essa substância pode causar à saúde?
A ureia é um fertilizante muito usado no campo e contém formol, substância cancerígena condenada pela Organização Mundial da Saúde.

“O formol, que está dentro da ureia, é usado para maquiar a adição de água, que era colocada dentro do leite. Eles queriam ganhar no volume. Só que o formol é um produto cancerígeno e cumulativo no organismo, então eles estavam usando a ureia, desconhecendo que dentro havia o formol”, engenheiro químico Jerônimo Luiz Menezes Friedrch explica porque qual motivo a ureia era adicionada no leite.
A substância (formol da ureia) pode provocar danos no aparelho gastrointestinal e a exposição frequente tem efeito cancerígeno. O Instituto Nacional de Câncer afirma que não há níveis seguros de exposição ao formol, associado ao câncer de nasofaringe e leucemia.


Nessa brincadeira toda errada, foram compradas mais de 98 toneladas de ureia, o suficiente para adulterar os 100 milhões de litros de leite.

“Nós apuramos que alguns empresários do setor de transporte de leite cru, que realizam o transporte do produtor para os postos de resfriamento, estavam lucrando com a adição de 10% de água ao volume trabalhado. Como essa adição de água faz uma diminuição do poder nutricional do leite, estavam adicionando ureia”, disse o promotor Mauro Rockenbach.

Após a descoberta da fraude, o Ministério da Agricultura determinou o recolhimento de lotes de quatro marcas nas prateleiras dos supermercados: Latvida, Italac, Líder e Mu-mu.

Confira a lista dos lotes de leites contaminados e marcas retirados do mercado pelo Ministério da Agricultura:


Fábrica BOM GOSTO – TAPEJARA/RS – SIF 4182
Leite UHT integral
- Marca Líder
Lote: TAP 1 MB
Fábrica GOIASMINAS – PASSO FUNDO/RS – SIF 1369
Leite UHT integral

- Marca Italac
Lote: L 05 KM3
Leite UHT semidesnatado

- Marca Italac
Lote: L 12 KM1
Leite UHT integral

- Marca Italac
Lote: L 13 KM3
Leite UHT integral

- Marca Italac
Lote: L 18 KM3
Leite UHT integral

- Marca Italac
Lote: L 22 KM4
Leite UHT integral

- Marca Italac
Lote: L 23 KM1
Fábrica VONPAR – VIAMÃO/RS – SIF 1792
Leite UHT integral
Marca Mumu

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner