9.5.16

Lúpus sintomas e tratamentos da doença lúpus (lúpus erimatoso sistêmico)

Lúpus o que é?


O lúpus eritematoso sistêmico (LES), mais conhecido simplesmente como lúpus, é uma doença autoimune e que, a longo prazo que pode afetar a pele, as articulações, os rins, o cérebro e outros órgãos.

O que é uma doença autoimune?
É quando as nossas células de defesa do organismo atacam os órgãos de nosso próprio corpo, como se ele fosse um agente agressor, como um vírus ou uma bactéria. Mas nas doenças autoimunes não há agente externo invasor e sim as próprias células dos órgãos podem ser 'confundidas' como agressores.

Lúpus sintomas e tratamentos

  • Febre, fadiga, perda de peso
  • Artrite
  • Lesões de pele, geralmente em áreas expostas ao sol, couro cabeludo, orelhas, face. Pode ser manchas, bolhas, feridas ou descamações
  • Lesões em mucosas, principalmente oral, como feridas semelhantes a aftas
  • Urina com muita espuma ou sangue
  • Sangramentos (gengiva, hematomas espontâneos)

Lúpus sintomas e tratamentos

Outros sintomas do lúpus que podem ocorrer

  • falta de ar
  • dor pra respirar
  • diminuição urinária
  • aumento da pressão arterial
  • inchaço do corpo
  • convulsão e/ou psicose

Sintomas do lúpus que são base para o diagnóstico do lúpus erimatoso sistêmico

  • Rash malar - lesão avermelhada e inchada na face na região de nariz e maçãs do rosto, conhecida como "asa de borboleta"
  • Lesões em cavidade oral e/ou nasal vista pelo médico
  • Lesão de fotossenssibilidade
  • Lesão discoide - lesão geralmente ulcerada com atrofia da pele
  • Inflamação de articulações - artrite
  • Inflamação de camadas serosa do corpo como derrame pleural ou pericárdico
  • Alteração hematológica (hemograma) - diminuição de seus componentes
  • Alteração neurológica - convulsão ou psicose sem outra causa
  • Alteração renal - nefrite
  • FAN - fator antinúcleo positivo
  • Alteração de imunidade com outro outro anticorpo positivo como anti DNA, VDRL.

Lúpus, tratamentos

O tratamento do lúpus visa o controle (remissão) dos sintomas da doença e depende muito dos órgãos e estruturas acometidos.

No geral, são usados os medicamentos sintomáticos (anti-inflamatórios, corticosteróides) e imunossupressores que visam diminuir a a ação do sistema imune, dependendo da área afetada.

Veja como fortalecer a imunidade do corpo.

O tratamento preventivo é importante para que se previna crises agudas da doença que podem por em risco a vida do paciente. Deve-se evitar a exposição solar e o uso de bloqueador solar (fator acima de 30) é obrigatório. Evitar aglomerações e locais susceptíveis a infecções.
O texto - sobretudo os sintomas e tratamentos - foi elaborado com base no texto de Clínica de Reumatologia.
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner