8.9.16

Tomar pílula durante a amamentação, pode?

Novo anticoncepcional de regime contínuo permite que a mãe evite uma gravidez logo após o parto sem comprometer a quantidade e a qualidade do leite.

Nesse período, a mulher pode tomar pílula durante a amamentação desde que seja uma pílula específica se quiser evitar uma gestação em curto prazo.

A Libbs Farmacêutica acaba de lançar o Nactali®, primeiro anticoncepcional com progestagênio (hormônio que inibe a ovulação) isolado, desenvolvido especialmente para mulheres em fase de lactação.

Leia tudo sobre anticoncepcionais aqui.

Há quem acredite que durante a amamentação a possibilidade de uma gravidez seja nula. Entretanto, segundo especialistas, algumas mulheres podem voltar a ovular mesmo neste período em que o ciclo menstrual está bloqueado devido à supressão dos hormônios.

Tomar pílula durante a amamentação

“Não existe um intervalo estabelecido entre uma gravidez e outra, porém, é aconselhável que a mulher não engravide enquanto estiver amamentando, porque a sobrecarga da amamentação somada a uma nova gestação pode comprometer a saúde materna”, esclarece Achilles Cruz, especialista em ginecologia e obstetrícia pelo Hospital das Clínicas da FMUSP.




Eficaz e seguro, Nactali® (desogestrel) é de uso contínuo, pode ser tomado já a partir da sexta semana após o parto e não interfere na quantidade ou na qualidade do leite materno, garantindo a saúde do bebê. Assim, você pode tomar o anticoncepcional durante a amamentação.

Para ler a bula do Nactali acesse aqui: http://www.libbs.com.br/Arquivos/Produto/nactali-1204.pdf (arquivo em PDF).

“Estudos demonstraram que o desogestrel, forma sintética do hormônio progesterona – livre de estrogênio, não interfere na qualidade ou no volume do leite. Portanto, a mãe pode continuar amamentando normalmente. Além disso, este hormônio não passa para o leite, não havendo interferência na alimentação do bebê”, completa Achilles.
Fonte: Divulgação Libbs Farmacêutica.
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner