10.10.13

Descoberta substância que impede evolução de doenças degenerativas


Pesquisadores ingleses (Universidade de Leicester) descobriram uma capaz de impedir a evolução de doenças neurodegenerativas, como Mal de Parkinson e Alzheimer. Foi a primeira vez que se conseguiu impedir a degeneração do cérebro em um ser vivo. A pesquisa foi feita e ratos de laboratório.

" Descoberta substância que impede evolução de doenças degenerativas"

Os cientistas criaram um composto que bloqueia os sistemas de defesa do nosso organismo. A função dos sistemas de defesa é a de proteger o corpo dos agressores que vêm de fora, mas em pessoas com doenças degenerativas, eles atacam as próprias células do corpo, como as células do cérebro, os neurônios.
Substância impede evolução de doenças degenerativas

No entanto, os ratos apresentaram efeitos colaterais, que tiveram o pâncreas atacado e fez os ratos desenvolverem diabetes. Sendo assim, ainda falta muito para um remédio estar disponível nas farmácias. O novo desafio é produzir um remédio com ação apenas no cérebro e sem contra-indicações.

Artigos relacionados (tudo o que já foi escrito sobre os temas):
- Mal de Parkinson
- Mal de Alzheimer

Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner