12.2.15

Fisioterapia em casa reduz risco de infecções hospitalares


Fisioterapia em casa reduz risco de infecções hospitalares.

Com o passar do tempo o avanço da medicina aumenta cada vez mais, assim como de outras áreas da saúde, como é o caso da fisioterapia. Isso porque, os profissionais buscam aprimorar seus serviços e utilizar novos métodos para fazer com que os doentes melhorem do seu quadro e tenham uma vida saudável.

Fisioterapia em casa reduz risco de infecções hospitalares
Fisioterapia em casa reduz risco de infecções hospitalares / foto: Divulgação

No caso da fisioterapia domiciliar, por exemplo, o tratamento e as sessões são realizados na

própria casa do paciente, o que reduz o risco de infecções hospitalares e ainda traz diversos

benefícios aos pacientes. Outras vantagens que se destacam estão relacionadas à comodidade,

conforto no lar, acompanhamento de familiares durante o processo e redução de custos.


Muitos não sabem, mas a fisioterapia em casa acontece da mesma forma que em uma clínica

de fisioterapia, ou seja, são utilizadas técnicas específicas para cada situação, uso de

ferramentas e aparelhos para estimular a movimentação dos membros, além de outros

discursos para facilitar o dia a dia dessas pessoas.


Conheça os casos em que a empresa home care de fisioterapia pode atuar


Conforme matéria divulgada na Folha, a internação de pacientes em casa avança no Brasil,

devido às necessidades e situações dos pacientes, que precisam de um atendimento

personalizado e eficaz.


Além disso, a fisioterapia domiciliar atua em distintos casos e os profissionais possuem

especialização em várias áreas. Conheça a seguir as principais delas:


 - Fisioterapia neurológica: Pacientes que possuem Alzheimer, Parkinson, paralisia

cerebral, AVC, entre outros;

 - Geriátrica: Auxilia e melhora as dores e cansaço, alteração na marcha e postura, além

de fortalecer os músculos;

- Para gestantes durante o período de gravidez melhorarem a postura, praticarem

exercícios de alongamento e relaxamento;

- Motora para bebês e crianças ou ainda para aqueles que possuem dificuldades na

coordenação e sustentação do corpo;

- Doenças genéticas, como síndrome de Down.


Assim, os interessados que desejam ter rápidos resultados, podem contar com a fisioterapia

para conseguir se desenvolver e aumentar sua qualidade de vida.


Por Mari Silva – São Paulo/SP

Artigo arquivado na categoria Fisioterapia.
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner