7.7.15

Dia da Saúde Ocular: 10 de julho

Prevenção ainda é o melhor caminho para evitar a cegueira.

Dez de julho não é apenas o dia da pizza ;-) é também o Dia da Saúde Ocular. A data chama atenção para os cuidados com os olhos e também para a prevenção. Dados do relatório As Condições da Saúde Ocular no Brasil 2015, do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), apontam que 75% das cegueiras do mundo poderiam ter sido evitadas. O problema é ainda mais comum em países em desenvolvimento como o Brasil, onde as pessoas não possuem o hábito de realizar exames periódicos e preventivos.
Dia da Saúde Ocular: 10 de julho
Dia da Saúde Ocular: 10 de julho

“A data é importante para alertar à população sobre os cuidados com a visão. Muitas doenças oculares são assintomáticas em estágio inicial e a prevenção é fundamental para evitar qualquer perda visual”, afirma o dr. Canrobert Oliveira, presidente e fundador do Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB).

Cuidar da visão deve ser um hábito adquirido desde cedo. Doenças como miopia, estrabismo hipermetropia e retinopatia da prematuridade podem ser detectadas logo após o nascimento. Somente na infância, seguindo a estimativa da Agência Internacional de Prevenção à Cegueira, é possível considerar que no país existem cerca de 29 mil crianças cegas, que poderiam ter sido tratadas precocemente.

“Todo recém nascido deve fazer o teste do olhinho, que ajuda no diagnóstico precoce de doenças congênitas como a rubéola, a catarata, a toxoplasmose e o glaucoma. Além do teste do olhinho é necessário também realizar o exame de fundo de olho, onde podemos observar o comportamento de artérias, vasos e veias”, ressalta o médico.

Além disso, outro fator importante que deve ser considerado é o envelhecimento da população. As três maiores causas de cegueira no mundo são doenças como catarata, glaucoma e degeneração macular, que acometem, sobretudo, os idosos.

Leia também: Como prevenir catarata.

Estima-se que no Brasil existam aproximadamente 350.000 cegos por catarata e que haja cerca de 120.000 novos casos/ano.

“O processo natural de envelhecimento dos olhos, que resulta em algumas condições, como a catarata, é comum entre a população idosa. Porém, certas doenças crônicas ou alguns descuidos com a saúde da visão podem acelerar o surgimento do problema ou, ainda, retardar a descoberta dele. Por isso, realizar uma avaliação da acuidade visual, medir a pressão ocular, avaliar o fundo de olho e também a motilidade ocular valem para qualquer caso ou idade. Somente um acompanhamento profissional pode contribuir para uma saúde e melhor qualidade de vida da população”, conclui Canrobert.

Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner