9.7.16

Como evitar os alimentos vilões do final de semana

O consumo de frituras e excesso de sal pode acelerar os casos de doenças crônicas.

As delícias do fim de semana, como o pastel e a coxinha devem ser consumidas com moderação. O alerta é da OMS, já que mas de 50 milhões de brasileiros têm pelo menos uma doença crônica - como diabetes, hipertensão arterial e colesterol.

Segundo a coordenadora de nutrição/nutricionista da Embratec Anajara Moraes, o excesso de óleo e de sal no organismo pode provocar hipertensão e colesterol.

"Além das doenças mais comuns, o óleo e o sal podem prejudicar outros órgãos e causar obesidade. Para o sal, o ideal é que se consuma no máximo 5 g por dia. Já no caso do óleo de cozinha, a canola é uma boa opção para o preparo dos alimentos - pois possui baixa concentração de ácidos graxos. O ideal é que, para uma família de quatro pessoas, seja utilizado no máximo 900 ml por mês, o que contabiliza cerca de 7,5 ml por dia. O ideal ainda é que esse óleo não seja reutilizado, já que durante o processo de aquecimento para a fritura dos alimentos, ocorre a saturação do óleo.", alerta Anajara.

Como evitar os alimentos vilões do final de semana
Como evitar os alimentos vilões do final de semana 

Dicas para evitar o colesterol e hipertensão:


• O peixe a linhaça são ricos em ômega 3 - gordura boa do tipo insaturada, que auxilia na redução dos níveis de triglicérides e no colesterol total do sangue. Além de deixar o sangue mais fluido, o ômega 3 também reduz o risco de formação de coágulos.

• Além de dar mais saciedade, a aveia inibe a absorção de gordura (colesterol) e diminui a concentração de colesterol total, lipídios e triglicérides - e aumenta a fração do bom colesterol. (HDL)

• As oleaginosas contêm arginina que atua como vasodilatador, contribuindo para diminuir o risco de desenvolvimento de doenças do coração.




• Alimentos como chocolate amargo, vinho e chá verde são ricos em flavonoides, que auxiliam na diminuição do mau colesterol. No caso do chocolate amargo, recomenda-se o consumo de até 30 g por dia, como sobremesa.

• Sempre que possível, deve-se dar preferência a alimentos integrais, como pães e arroz. Esse tipo de alimento dá mais saciedade, já que o seu carboidrato é liberado mais lentamente na corrente sanguínea e são ricos em fibras e nutrientes.

• Evite alimentos embutidos como salsicha e calabresa, carnes com gordura aparente, pele de frango e leite e laticínios na forma integral.

• Use temperos e ervas naturais frescos ou secos para dar mais sabor aos alimentos e diminua a quantidade de sal adicionada à comida.
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner