26.6.16

Gripes e resfriados e o afastamento do trabalho

Gripes e resfriados estão entre as principais causas de afastamento do trabalho.

Cerca de 17,8% dos brasileiros já se ausentaram de seus compromissos trabalhistas devido à intensidade dos sintomas das doenças.

A gripe e o resfriado são doenças que podem atingir pessoas de faixas etárias diferentes. Os agentes causadores são distintos, mas ambas necessitam de tratamento e cuidados especiais para evitar complicações dos males.

Isso porque, a intensidade dos sintomas pode atrapalhar o rendimento de alguns indivíduos no ambiente de trabalho. Um levantamento divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) indicou que, no  mês de junho, 17,8% dos brasileiros já se ausentaram do escritório devido a estes episódios.

Gripes e resfriados e o afastamento do trabalho

Mas sabia que dá pra lidar com essas doenças de forma menos penosa? Além de usar os medicamentos prescritos por médicos e/ou farmacêuticos, uma dica simples, como o uso de soro fisiológico para lavar as narinas pode aliviar e muito os sintomas e até prevenir alguns tipos de alergias respiratórias cujos sintomas se assemelham a resfriados.

Leia também: Gripe e resfriado: Conceito e diferenças.

Para tanto, faça lavagem nasal diariamente para aliviar os sintomas da gripe e do resfriado. O soro com cloreto de sódio a 0,9% ajuda a eliminar secreções e excesso de muco. Essa dica é perfeita também para quem não está doente, mas é mais suscetível a alergia respiratórias por viver em áreas com muita poluição e tempo seco.




Também é importante se hidratar bastante e ingerir a quantidade de água necessária para seu biotipo físico. Lavar as mãos com frequência e evitar locais tumultuados também são importante. E não se esqueça de se alimentar bem, mesmo que a gripe e o resfriado façam com que você perca o apetite.
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner