21.1.16

A importância da hidratação no verão

Entenda a real importância da hidratação corporal durante o verão

A água é um dos nutrientes mais importantes para o nosso corpo. Podemos ficar dias sem comer, mas é impossível ficar sem beber. Setenta por cento do nosso corpo é formado de água e, curiosamente, a água que cobre a superfície do nosso planeta também corresponde a 70%.



A hidratação adequada é fundamental no verão


Produzimos e eliminamos água do nosso corpo a todo instante, seja pelo suor que tem a função de manter a temperatura corporal, seja pela urina ou mesmo pela respiração.

Constantemente, precisamos de água para diversas funções no organismo, como as reações químicas que estão acontecendo, por exemplo, nesse exato momento que você lê esse artigo.

Segundo a nutricionista Gisela Savioli, o ideal é beber um litro de água pura (nada de refrigerante) e o restante, de 1,5 litros a 2 litros que ainda precisamos ingerir diariamente, devem vir da nossa alimentação.

Alimentos que hidratam ou mantêm o corpo hidratado


Alguns alimentos bem interessantes de consumirmos durante o verão são: rabanete cru, melancia (tem muiiita água - veja um suco de melancia revigorante!), tomate cru, nabo cozido, cenoura crua, couve-flor cozida, melão, morango, clara de ovo, abacaxi, goiaba, pera, maçã sem casca e, banana (não é rica em água, mas o potássio presente nela é importantíssimo para manter o corpo hidratado, diz a farmacêutica Renata Fraia).

► Leia também: Como sobreviver sem água e alimentos por vários dias

Se você acha que ingerir em torno de 3 litros de água por dia parece muito, veja o que o corpo produz diariamente através das secreções: 1 litro na saliva; 1,5 litros na secreção gástrica; 1 litro na secreção pancreática; 1 litro na bile; 1,8 litros na secreção do intestino delgado; 0,020 litros na secreção das glândulas de Brunner; 0,20 litros na secreção do intestino grosso, totalizando 6,7 litros. Tenho certeza que você não imaginava quantos líquidos seu corpo produz, isso falando apenas do sistema digestório.




Se você não gosta de beber água pura, pode aromatizá-la com rodelas de gengibre, que ajuda a modular processos inflamatórios. Colocar canela em pau também é interessante, pois torna sua água termogênica, isto é, ajuda a acelerar o metabolismo, além de deixar a bebida muito saborosa. Gotas de limão são bem interessantes desde que você não tenha problemas com a família citrus (laranja, limão, mexerica, laranja lima ou lima da Pérsia), pois a presença de octopamina nesses frutas podem desencadear enxaqueca.

Leia também: Leite hidrata mais que água após os 50 anos

Texto elaborado por:
- Dra. Gisela Savioli (nutricionista clínica, fisioterapeuta, jornalista da Revista) Canção Nova.
- Dra. Renata Fraia (farmacêutica e jornalista do Saúde com Ciência e Saúde da Mulher)

Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner