11.8.16

Colesterol alto pode ser hereditário (hipercolesterolemia familiar)

Muitas pessoas seguem uma dieta equilibrada, não apresentam problemas de peso, conservam um estilo de vida saudável e mesmo assim possuem colesterol elevado. Então por que elas têm colesterol alto? Acompanhe...

Acredita-se que entre 250 e 350 mil brasileiros sofram com a doença, sim, o colesterol alto é considerado doença.

“Como se trata de um mal silencioso, já que é responsável por 5% a 10% dos casos de eventos cardiovasculares em pessoas abaixo de 50 anos, procurem auxílio médico e investiguem quando for indicado”, 

Alerta a Dra. Talita Poli Biason, gerente médica da unidade MIP (Medicamento Isento de Prescrição) do Aché Laboratórios Farmacêuticos.

Colesterol HDL alto pode ser hereditário?


Colesterol HDL alto pode ser hereditário?


Colesterol HDL alto pode ser hereditário?


Colesterol alto pode ser hereditário (hipercolesterolemia familiar)

A hipercolesterolemia familiar (colesterol hereditário) é uma doença genética, sem cura, na qual existe um defeito no gene responsável pelo o receptor de LDL, moléculas localizadas no fígado.

Essas moléculas são encarregadas de se ligar ao LDL para retirá-lo da corrente sanguínea e na hipercolesterolemia familiar a função desses receptores estão prejudicadas. Como resultado, o nível de LDL no sangue fica muito aumentado. Ou seja, colesterol alto pode ser hereditário.

Além da prescrição de medicamentos, segundo a doutora, quem sofre de hipercolesterolemia familiar deve consultar um especialista (médico endocrinologista), adotar novos hábitos alimentares e incluir atividade física na rotina de vida. A suplementação à base de fitoesteróis, como o Collestra, do Aché Laboratórios, é outra possível indicação nesses casos, complementando o tratamento.

Os fitoesteróis são considerados um alimento funcional capaz de auxiliar na redução de 8% a 15% do nível de colesterol ruim (LDL) no sangue, a partir da terceira semana de uso, ajudando na manutenção da saúde cardiovascular. Ao alcançar o intestino, os fitoesteróis competem com o colesterol ingerido, reduzindo a sua absorção.




Disponibilizado em cápsulas gelatinosas, o consumo diário de fitoesterol é de 1,3 a 2,0g, recomendação alcançada pelo consumo diário de 2 a 3 cápsulas de Collestra, associado ao abandono de hábitos sedentários e aquisição de uma alimentação saudável.

Complemente sua leitura com o artigo: 11 Alimentos que baixam o colesterol ruim no sangue.
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner