20.9.16

Fumar eleva nível do mau colesterol

Todo mundo sabe que fumar faz mal à saúde, mas que até o nível de colesterol alto podia aumentar ainda mais com o cigarro ninguém sabia. Mas é verdade, fumar potencializa nível do mau colesterol. Acompanhe...

Tanto o fumo quanto o excesso de gorduras no sangue são fatores de risco importantes para uma condição clínica chamada aterosclerose, que é o acúmulo de gordura nas principais artérias do organismo.

Fumar eleva nível do mau colesterol
Fumar eleva nível do mau colesterol

O revestimento interno das artérias sofre agressão por vários fatores, como a hipertensão, o colesterol alto e o tabagismo favorecendo o acúmulo de gorduras nessas artérias, principalmente o LDL, o que leva, a médio e longo prazo à obstrução desses vasos sanguíneos, com a diminuição do sangue que chega aos principais órgãos, como por exemplo, coração ou cérebro. O resultado final desse processo é a ocorrência de infarto ou AVC, esse último mais conhecido como derrame cerebral.

“O maior problema nesses casos é que a evolução da aterosclerose, em geral, é silenciosa, isso é, não gera sintomas. Em grande parte das pessoas, a primeira manifestação clínica é a própria complicação (infarto ou AVC), e, por isso, a prevenção e o diagnóstico precoce são tão importantes”, destaca a gerente médica da unidade MIP (medicamentos isentos de prescrição) do Aché Laboratórios, Dra. Talita Poli Biason.

Para evitar o acúmulo de placas de gordura, colesterol e demais substâncias que possam impedir as paredes das artérias e prejudicar o fluxo sanguíneo, algumas medidas são essenciais.

“É indispensável realizar exames preventivos regularmente e manter a pressão arterial controlada. Também é importante cultivar um estilo de vida saudável, que inclui, certamente, parar de fumar, praticar atividades físicas e manter uma alimentação equilibrada, que pode ser complementada com o consumo de suplementos alimentares úteis no controle do colesterol.” 

Os fitoesteróis extraídos da soja, canola e girassol, aliados a essas medidas, ajudam a inibir a absorção do colesterol no intestino e proporcionam benefícios ao organismo que podem ser notados a partir da terceira semana de uso do alimento, reduzindo de 8% a 15% o LDL, conhecido popularmente como o colesterol ruim. O consumo diário é de 1,3 a 2,0g de fitoesterol.

Fonte: Aché que produz o Collestra, um alimento funcional produzido em cápsulas gelatinosas e utilizado no auxílio da redução do colesterol.

Complemente sua leitura com o artigo: Colesterol alto pode ser hereditário (hipercolesterolemia familiar).

Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner