6.4.16

Opdivo (nivolumabe): novo medicamento para melanoma e câncer de pulmão, aprovado pela Anvisa

Enquanto a substância química - assim denominada por ainda não foi comprovada sua eficácia, e portanto, não pode ser chamada de fármaco - fosfoetanolamina, a Anvisa segue agindo da maneira correta, aprovando fármacos com eficácia comprovada (além do conhecimento de seus efeitos colaterais).

O órgão que regulariza medicamentos e alimentos (Anvisa) acaba de conceder o registro ao medicamento Opdivo® (nivolumabe). O produto biológico novo é indicado em monoterapia para o tratamento de melanoma avançado* e de câncer de pulmão. O registro foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (04/04), de acordo com a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 55/2010.

Opdivo (nivolumabe): novo medicamento para melanoma e câncer de pulmão, aprovado pela Anvisa
MELANOMA (tipos de manchas características do melanoma)

O nivolumabe é um anticorpo monoclonal de imunoglobulina G4 (IgG4) totalmente humano que se liga ao receptor de morte programada 1 (PD-1) e bloqueia sua interação com PD-L1 e PD-L2. Opdivo® potencializa as respostas das células T, incluindo respostas antitumorais, por meio do bloqueio da ligação de PD-1 aos ligantes PD-L1 e PD-L2.

Opdivo (nivolumabe)



O produto Opdivo® (nivolumabe) foi aprovado para as seguintes indicações terapêuticas:

- Em monoterapia para o tratamento de melanoma avançado (irressecável ou metastático).

- Para o tratamento de câncer de pulmão de células não pequenas (NSCLC) localmente avançado ou metastático com progressão após quimioterapia à base de platina. Pacientes com mutação EGFR ou ALK devem ter progredido após tratamento com anti-EGFR e anti-ALK antes de receber Opdivo®.

*Complemente sua leitura com o artigo: Melanoma, pior tipo de câncer de pele.
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner