15.11.16

Congressos de Saúde: Congresso de Ortopedia e Traumatologia

Começa na próxima quinta-feira (17), em Belo Horizonte, o Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia

O maior congresso de Ortopedia e Traumatologia da América Latina terá início na quinta-feira, dia 17. E como novidade em Congressos de Saúde, um aplicativo especial permitirá que o congressista monte no celular sua própria programação, selecionando as conferências que o interessam mais, com o nome do apresentador, o local e o horário das mesmas.



Congresso de Ortopedia e Traumatologia


O presidente da Comissão Científica do 48° CBOT, Flávio Faloppa explica:

“O Congresso é vital para a atualização dos especialistas. Novas pesquisas, técnicas cirúrgicas, medicamentos e material desenvolvidos por milhares de pesquisadores em todo o mundo fazem com que quase diariamente haja inovações no campo da Ortopedia que, em última instância, beneficiam o paciente”.

Faloppa diz que além de atualização no campo do diagnóstico, do tratamento, várias áreas apresentarão as evoluções científicas, a ortopedia esportiva, por exemplo, se desenvolveu muito no Brasil, devido à Copa e à Olimpíada.

Como evitar o bico de papagaio

Além disto, a grade científica do Congresso e ortopedia contempla especialmente a prevenção:

“É mais barato prevenir os problemas ortopédicos, como a osteoporose, fraturas no idoso e mesmo o trauma, causado pelos acidentes de trânsito e pela violência, do que tratar o paciente depois que o problema se instala”, afirma o médico.

O problema é que, embora o Brasil tenha uma Ortopedia e Traumatologia que não fica a dever aos países do primeiro mundo, a carência de recursos, a falta de leitos e de salas cirúrgicas, a dificuldade para adquirir próteses - que são caras - placas e implantes, fazem com que as filas de espera por cirurgia ortopédica continuem a aumentar nos hospitais brasileiros nos quais, com condições adequadas, os ortopedistas poderiam fazer muito mais.

Dia da Especialidade no Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia


Para facilitar a atualização dos especialistas, o Congresso terá um ‘Dia da Especialidade’ para cada uma das subdivisões da Ortopedia, 12 ao todo, pois há Comitês de Quadril, Ombro e Cotovelo, Coluna, Mão, Oncologia, Tornozelo, Ortopedia Infantil, entre outros. Nesses dias as palestras mostrarão como a pesquisa básica resulta numa aplicação real e prática na atividade clínica.

O que é Rizotomia Percutanea por radiofrequência e para que serve esse tratamento
 

Dia das Doenças Osteometabólicas


Exemplificando com o Dia das Doenças Osteometabólicas, Faloppa diz que as palestras vão se voltar para a prevenção da osteoporose, incluindo o acometimento do homem. “A população acredita erradamente que osteoporose é doença que afeta apenas a mulher”, informa.

Sedentarismo terá enfoque especial


Serão apresentados ainda estudos sobre a necessidade de vencer o sedentarismo e de se exercitar para prevenir as doenças decorrentes do envelhecimento.

Também haverá palestras sobre os novos conhecimentos na área da Medicina Regenerativa, na prevenção das fraturas e no tratamento, quando a osteoporose já se instalou.

Por último, o especialista destaca as mesas redondas onde qualquer ortopedista da plateia terá oportunidade de perguntar aos palestrantes sua dúvidas. Pesquisas sobre o trauma que necessitam de abordagem multidisciplinar, como os decorrente de acidentes, de motocicleta, os efeitos das fraturas por arma de fogo, entre outros, serão amplamente debatidos.

SERVIÇO:

48º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia

Local: Expominas - Centro de Feiras de Minas Gerais - Belo Horizonte/MG
Datas: 17 a 19 de novembro de 2016
Informações: http://cbot2016.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner