7.11.16

Dor Oncológica atinge 90% dos pacientes com câncer

Especialistas promovem Simpósio de Dor Oncológica. Evento é uma iniciativa da Grünenthal e do Hospital de Câncer de Barretos.

Apesar de ser considerado o quinto sinal vital, a dor ainda é subdiagnosticada e subtratada. Segundo Raquel Macedo, diretora da área Médica e Compliance da Grünenthal no Brasil, a OMS afirmou que mais de 11 milhões de pessoas são diagnosticadas com câncer a cada ano.

Em 2020, estima-se que sejam 16 milhões de novos casos, sendo que 60% devem ocorrer em países menos desenvolvidos, como o Brasil. Em alguns tipos de câncer, como o de cabeça e de pescoço, a dor é muito presente. Por isso, nós precisamos chamar atenção para o tema.

Já a médica Ângela Maria Sousa ressalta que a dor ocorre em todas as fases do câncer.

“A dor pode ser o único sintoma da enfermidade, ela atinge cerca de 90% dos pacientes. Outro dado muito importante e que chama atenção é o fato de que cerca de um terço das pessoas curadas do câncer apresentam dor crônica”, explica a especialista.

A Grünenthal, empresa alemã especializada em terapias para dor, e o Hospital de Câncer de Barretos realizaram um Simpósio sobre Dor Oncológica.

O evento, voltado para médicos, enfermeiros e profissionais da área da saúde, abordou o tratamento precoce da dor no paciente com câncer, a prevenção e o manejo da dor aguda pós-operatória e dor neuropática – que afeta o sistema nervoso central.

Programa Change Pain


No simpósio, a Grünenthal também apresentou o Change Pain, um programa de educação continuada focado na área de dor, que visa aumentar o conhecimento sobre as necessidades dos doentes com dor crônica intensa e desenvolver soluções para melhorar o seu manejo.

O conteúdo do programa Change Pain contempla, entre outros temas:
  • a comunicação entre médico e paciente, 
  • o diagnóstico correto da dor, 
  • como evitar que ela se torne crônica, 
  • a avaliação dos mecanismos de dor para facilitar a abordagem terapêutica correta e o uso correto de opioides.

Origem do Programa Change Pain


O Change Pain é um projeto educacional global que nasceu na Europa com o objetivo de ampliar o conhecimento dos profissionais de saúde, aprimorar o manejo da dor (diagnóstico e tratamento) e, com isso, melhorar a qualidade de vida dos pacientes.




Desenvolvido pela Grünenthal, em colaboração com diversos especialistas no manejo da dor, a ferramenta é validada pela Federação Europeia de Associações Internacionais para o estudo da dor (Efic) e recebeu aval, na América Latina, de diversas sociedades médicas, como a Sociedade Brasileira para Estudo da Dor (SBED).|www.changepain.com.br.

O Simpósio de Dor Oncológica aconteceu no dia 29 de outubro (sábado), no Barretos Country Eventos e Convenções (Via Pedro Vicentini, 111 – Jardim Aeroporto).

Espero que tenha gostado do artigo. Complemente sua leitura com: Biópsia líquida: biópsia no sangue já é realidade para alguns tipos de sangue.

Fonte: A Grünenthal
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner