13.1.17

Doença da urina preta / Doença misteriosa na Bahia

Até agora, 52 pessoas desenvolveram o mal que está sendo conhecido como "doença da urina preta" que causa dores no corpo e urina quase negra.

Vou começar este artigo citando duas outras situações que deixam a urina escura. A hepatite (doença do fígado) tem como um dos primeiros e principais sintomas a "urina com cor de coca-cola", a outra situação que pode deixar o xixi escuro é o consumo de beterraba. Seu consumo pode deixar a uria com cor vermelho escuro, por causa de seu pigmento. E quanto mais beterraba a pessoa comer, mais escura ficará.

Já a doença da urina preta, como está sendo popularmente chamada e está infectando pacientes na Bahia, é ainda considerada como uma doença misteriosa. Pouco se sabe sobre ela, mas à medida que novos casos vão surgindo, pesquisadores traçam um mapa com os sintomas e as prováveis causas da doença.

Doença da urina preta
Parechovirus: um possível causador

Doença que deixa a urina preta: O que se sabe até agora


Sintomas


Os principais sintomas da doença misteriosa na Bahia são:

  • dor muscular extrema que começa no pescoço e se espalha pelo corpo, 
  • insuficiência renal e 
  • urina da cor preta. 

Segundo o infectologista Antônio Bandeira -- que acompanhou alguns dos casos em Salvador --, é como se o indivíduo tivesse feito uma maratona em poucos segundos e a urina fica preta porque...

“...É uma lesão muscular aguda, então a quantidade de mioglobina que está dentro do músculo acaba saindo e vai para a urina. Ela acaba dando essa cor de Coca-Cola. Esse pigmento também tem uma ação nefrotóxica (tóxica para os rins)”, explicou. 

A manifestação dos sintomas se assemelha a pequenos surtos ocorridos no exterior, como no Japão, entre 2008 e 2014, na França, entre 2008 e 2010, e na Dinamarca, em 2014.

Casos da doença da urina preta


Todos os casos foram registrados na região metropolitana de Salvador. Além da morte em Vera Cruz, outro caso foi notificado em Lauro de Freitas, e 50 ocorreram na capital baiana. Os registros foram contabilizados de 14 de dezembro a 5 de janeiro deste ano.

Investigação da doença misteriosa da Bahia


Amostras de fezes de nove pacientes foram encaminhadas para o Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), no Rio de Janeiro. O órgão é referência na análise de amostras para identificar novas doenças. As análises estão em andamento, mas o instituto pediu mais amostras de soro e de urina para continuar a investigação. Não há um prazo para a entrega do laudo.

Causas da doença? Será uma bactéria, um peixe, ou outra causa?

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde da Bahia, 44 pacientes tiveram resultado negativo para infecção bacteriana. Há ainda, a suspeita de que peixes consumidos na região tenham causado intoxicação -- mas essa hipótese está praticamente descartada --. Por isso, amostras consumidas por pessoas acometidas pela doença foram encaminhadas para o Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, e para um laboratório dos Estados Unidos.

Suspeita-se que a doença pode ser causada pelo parechovirus, um vírus parente do vírus da hepatite A.

Tratamento para a doença que deixa a urina escura


Como ainda não se sabe a causa, o tratamento é feito mantendo o paciente hidratado e sem dor. E ATENÇÃO: É importante que o paciente não tome anti-inflamatório para não piorar a situação dos rins. O tempo para um quadro um pouco mais suave dos sintomas varia de três dias até uma semana.

Leia sobre #Doenças Raras

Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner