11.1.17

Iceberg gigante pode se soltar na Antártida


Iceberg gigante está prestes a se soltar na Antártida

Um iceberg de quase cinco mil metros quadrados, equivalente ao tamanho do Distrito Federal, está prestes a se soltar da plataforma de gelo Larsen C, a maior da Antártida. Os especialistas não conseguiram estimar uma data exata para o rompimento, mas estima-se que acontecerá nos próximos meses. As informações são da Agência Ansa.

➤ Leia também: O que é nanotecnologia? Significado beeem didático!

Apenas uma área de 20 quilômetros está prendendo um dos maiores icebergs da Terra à plataforma de gelo. Essas plataformas na Antártida são placas de gelo flutuantes sobre o oceano e não fazem parte do continente. Por isso, o maior temor – o de aumentar o nível do mar-, pode ser descartado, pois elas já integram o volume do mar.

Iceberg gigante pode se soltar na Antártida
Iceberg gigante pode se soltar na Antártida
No entanto, uma possível consequência negativa acontecerá caso as áreas desprendidas afetem as geleiras continentais. O escoamento dessas geleiras, que eram "barradas" pelas plataformas de gelo, começariam a desbocar diretamente no oceano e começariam a derreter, consequentemente, aumentariam o nível do mar.

Os rompimentos de plataformas da Antártida começaram em 1995, com o rompimento da Larsen A, e depois em 2002, com a Larsen B.

Quais são as causas das rachaduras?


No entanto, a opinião dos cientistas diverge muito quanto à principal causa das rachaduras: há quem culpe o aquecimento global, outros acreditam que seja apenas uma mudança geográfica natural. De qualquer forma, o desprendimento dessa imensa porção de gelo flutuante mudará significativamente o cenário do continente gelado.

➤ Leia também: Celina Turchi, a cientista brasileira está entre as 10 mais importantes do ano, pela Nature

Fonte: Agência Brasil

Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner