4.1.17

Mesentério: o novo órgão do corpo humano


Sabe quando algum cientista maluco físico descobre que um asteroide era na verdade um planeta ou vice-versa? Pois é! Isso também parece poder acontecer em outras áreas da ciência, como a medicina! Vejam essa nova descoberta sobre o corpo humano...

Mesentério: o novo órgão do corpo humano


Mesentério órgão corpo humano
MESENTÉRIO. Foto: J Coffey/Peter O'leary/ Henry Vandyke Cart / Reprodução BBC Brasil

O que antes era considerado como sendo uma dobra dupla do peritônio o nome do revestimento (localizado na cavidade abdominal) que liga o intestino à parede do abdômen, fazendo com que ele se mantenha no lugar.

Segundo informações da BBC, a reclassificação do mesentério foi publicada em um artigo na revista científica The Lancet Gastroenterology & Hepatology assinado por J. Calvin Coffey, pesquisador do University Hospital Limerick, na Irlanda, responsável pela equipe que realizou a descoberta, e seu colega Peter O’Leary.

A primeira menção ao mesentério publicamente conhecida foi feita por Leonardo da Vinci em um de seus escritos sobre a anatomia humana no início do século 16. (BBC Brasil)

Descobrir que este "ligamento do aparelho digestivo" descrito há 100 anos é um órgão, faz com que sua reclassificação seja muito importante e abra novas possibilidades para novos métodos cirúrgicos e por isso sua reclassificação é importante para a Ciência e Medicina.



“A descrição anatômica de cem anos atrás era incorreta. Este órgão está longe de ser fragmentado; é uma estrutura simples, contínua e única”, explicou Coffey.
“Podemos categorizar doenças digestivas relacionadas a este órgão”, exemplifica Coffey.

Próximo passo relacionado ao "órgão mesentério"


Até agora, se sabe que o mesentério proporciona sustentação e permiti a irrigação sanguínea às vísceras. A partir de agora, os cientistas estudarão novas funções para poder identificar doenças. Em nota à imprensa Coffey afirmou:

"Esse é o próximo passo. Se entendemos sua função, podemos identificar as anomalias, e estabelecer quando há uma doença, ou seja, quando o órgão passe a funcionar de modo anormal", afirma , em nota enviada à imprensa.


Fonte: Terra e BBC Brasil*

*O Saúde com Ciência tem autorização de usar a BBC como fonte de notícias. Sempre Respeitando critérios acordados entre as partes. As fotos de exclusividade da BBC NÃO são reproduzidas aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner