9.3.17

Morar em ruas movimentadas pode causar demências como o Alzheimer


Você já notou que dois fatores sempre estão presentes em pessoas que passam dos 100 anos? Um deles é não ser obeso, o outro é ser ativo. Um terceiro pode não ser unanimidade, mas acontece na maioria das vezes: morar em zona rural, perto da natureza, sem poluição e barulho de carros e ônibus.

Uma pesquisa vem para corroborar que esse terceiro fator é sim, um elemento importante para determinar o tempo que vamos viver. Confira!

Morar em vias movimentadas pode causar demências como o Alzheimer

Um estudo publicado no 'The Lancet' calcula que um em cada dez casos de demência (múltiplos déficits cognitivos que incluem comprometimento da memória, como Alzheimer) em pessoas que vivem perto de vias movimentadas pode estar ligado à poluição.

➤ Leia também: Anticorpo aducanumab, que ataca proteína causadora do Alzheimer é descoberto

A pesquisa avaliou cerca de 6,6 milhões de pessoas por pouco mais de uma década e indica que um em dez casos do distúrbio que acomete pessoas que vivem a menos de 50 metros de regiões com muito trânsito pode estar ligado à poluição dos automóveis.

“Poluentes no ar podem chegar na corrente sanguínea e levar a inflamações, que estão ligadas a doenças cardiovasculares e possivelmente a outras condições, como diabetes. Este estudo sugere que poluentes no ar que podem chegar ao cérebro via corrente sanguínea podem levar a problemas neurológicos”, disse Ray Copes, um especialista ambiental e de saúde ocupacional da Public Health Ontario (PHO), agência canadense ligada à província de Ontário, que conduziu o estudo junto a estudantes do Instituto de Ciências Clínicas de Avaliação, do Canadá.

➤ Leia também: Deficiência cognitiva suave pode ser primeiro sintoma de Alzheimer

Fonte: Veja

Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner