26.2.17

Quais são os tipos de conjuntivite?

O termo conjuntivite serve para designar a irritação/inflamação nos olhos. Ela pode ocorrer por vários fatores e cada um deles traz sintomas e tratamentos diferentes. Vamos conhecer quais são os tipos de conjuntivite? Acompanhe!

** QUAIS OS TIPOS DE CONJUNTIVITE? **


Quais são os tipos de conjuntivite?
Quais são os tipos de conjuntivite?

CONJUNTIVITE BACTERIANA


É dita bacteriana, a conjuntivite causada por infecção pós contato com bactérias. Ela é mais comum no verão pela maior proliferação de bactérias no calor (esses micro-organismos se reproduzem mais eficientemente em temperaturas altas) e maior exposição a águas contaminadas (rios, lagos, piscinas e praias).

É contagiosa.

CONJUNTIVITE VIRAL


A conjuntivite viral é causada pelo contato da conjuntiva com alguns vírus. É comum tanto no inverno por conta das aglomerações quanto no verão, pela diminuição do apetite e consequente queda da imunidade [Saúde dos olhos e a alimentação antienvelhecimento ocular].

É contagiosa.

CONJUNTIVITE TÓXICA OU QUÍMICA


O excesso de filtro solar na região dos olhos (por isso é mais comum no verão) responde por 46% da conjuntivite tóxica conforme levantamento realizado pelo especialista DR. Leôncio Queiroz Neto, oftalmologista do Instituto Penido Burnier.

A dica é evitar aplicar o filtro solar próximo aos olhos e sempre usar óculos de sol com filtro UVA e UVB. Sempre lave as mãos após usar o protetor solar, para evitar que ao coçar os olhos, o produto entre em contato com a conjuntiva, causando a irritação.

A mesma recomendação é dada quanto às maquiagens. Evite que entre em contato com os olhos.

Não é contagiosa.

CONJUNTIVITE ALÉRGICA


É o tipo de conjuntivite causada por contato dos olhos com substâncias que causam alergia, como mofo (frequente no inverno), pó, pólen de flores (frequente na primavera), etc.

Não é contagiosa.

Comentário Saúde com Ciência [Renata Fraia] a respeito das diferenças e peculiaridades dos tipos de conjuntivite e curiosidades...


Lembro-me que há alguns anos, quando alguém falava: Estou com conjuntivite sempre havia quem ficasse com medo de "pegar" e evitava a pessoa. E sempre alguém me perguntava se era contagioso. Minha resposta era sempre a mesma: Depende, mas em geral não. Isso porque a conjuntivite alérgica ou química são as mais comuns, e não são contagiosas. Entretanto, a gente não tem como saber que tipo de conjuntivite a pessoa está se ela não nos contar, principalmente se não for uma pessoa muito próxima. Mas se os olhos estiverem muito inflamados e houver purulência e se a pessoa estiver com "cara de doente", é bom ficar longe mesmo, pois pode ser bacteriana ou viral.

E você pode me perguntar: Mas o que fazer para saber que tipo de conjuntivite eu tenho ou a outra pessoa tem? Oras, ao primeiro sinal de coceira, excesso de secreção e vermelhidão nos olhos, fique atento. Nesses casos, faça compressas nos olhos fechados (quente se a secreção for amarelada e gelada se for incolor). As compressas podem ser feitas com soro fisiológico, chá de camomila ou água boricada (não use água boricada dentro dos olhos).

➤Leia também: Cuidados com a lente de contato no verão

Se em três dias os sintomas não melhorarem e/ou se pelo contrário, piorarem, o ideal é buscar ajuda médica para que ele indique o melhor tratamento. Ir conversar com um farmacêutico também pode ajudar. Ele poderá indicar qual o melhor tipo de compressa no seu caso, se existe um antialérgico de venda livre e dar dicas de higiene. Mas ele NÃO substitui um atendimento médico se os sintomas piorarem ou se surgirem sinais de que há uma infecção, porque nestes casos o médico deverá prescrever um antibiótico e/ou outro medicamento.

LEMBRE-SE! Se for necessário ir ao médico não omita nada do que você tenha usado -- ainda que seja o colírio "indicado" por sua vizinha -- o que você sabe que é ERRADO e por isso poderá ter vergonha de contar ao médico. Mas é por isso mesmo que você deve contar a ele -- ELE NÃO VAI TE MATAR POR ISSO --, porque se você usou um antibiótico da sua vizinha [NÃO FAÇA ISSO!] o médico saberá que terá de prescrever outro antimicrobiano para você. Vale a pena pagar esse mico por conta de sua saúde, mas ESPERO QUE ao ler isso você pare de se automedicar, hein?

Leia o que disse o Dr. Queiroz Neto a respeito da automedicação na conjuntivite:

"4 em cada 10 pessoas já chegam aos consultórios usando colírio por conta própria. Este comportamento, adverte, está tornando a conjuntivite bacteriana cada vez mais resistente.
Só para se ter uma ideia, o tratamento feito com colírio antibiótico para conjuntivite bacteriana geralmente dura sete dias. Para os que se automedicam chega se estender por até 15 dias, afirma o especialista. Isso porque, explica, são pessoas que usam uma sobra do colírio indicado aos avós após a cirurgia catarata e se tornam resistentes ao medicamento, além de correrem o risco de contaminar o olho."

Como prevenir a conjuntivite?


Para prevenir as conjuntivites bacteriana e viral:


As principais recomendações dos médicos para prevenir a contaminação por vírus ou bactéria são:
  • Manter as mãos limpas 
  • Não coçar os olhos 
  • Evitar aglomerações
  • Não compartilhar colírio, toalhas, fronhas ou maquiagem.
  • Fazer compressa de água fria nos olhos quando a secreção for transparente e morna quando for amarelada. 

Não desaparecendo o sintoma procurar o médico.

Para prevenir a conjuntivite tóxica (ou química) causada por filtro solar:


Queiroz Neto recomenda evitar excessos na região periocular, enxugar o suor ao redor dos olhos com lenços descartáveis e lavar abundantemente sempre que o produto penetrar no globo ocular. Quando a doença já está instalada a recomendação é interromper o uso próximo aos olhos. Caso os sintomas não desapareçam em dois dias, consulte um oftalmologista.

Para prevenir a conjuntivite alérgica:


Descobrir quais fatores causam alergia em você e evitá-los é a melhor maneira de prevenir.

Nas viagens aéreas por mais de três horas recomenda retirar as lentes de contato. Nos aviões, observa, o ar mais rarefeito resseca os olhos e contribui para a contaminação ocular.

Gostou do artigo sobre quais são os tipos de conjuntivite? Espero que sim! :-D Para complementar sua leitura eu sugiro o artigo: 9 Benefícios das lentes de contato para praticar esportes?
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner