5.4.17

Doença Alzheimer: causas verdadeiras foram encontradas

Pesquisadores podem ter encontrado as verdadeiras causas do Alzheimer

Um estudo conduzido em colaboração com a Fundação IRCCS Santa Lucia e do CNR de Roma, na Itália, pode ter descoberto a verdadeira origem do Mal de Alzheimer.




Segundo pesquisadores italianos, ao contrário do que se acreditava até agora, o Alzheimer não surge na área do cérebro associada à memória, mas ter outras causas.

A pesquisa, publicada na revista científica "Nature Communications", foi coordenada pelo professor associado de Fisiologia Humana e Neurofisiologia da Universidade Campus Biomédico de Roma, Marcello D'Amelio, que está revolucionando a maneira como entendemos e tratamos a doença.

CAUSAS DA DOENÇA ALZHEIMER

 

O que se pensava


O Alzheimer (doença que leva à atrofia cerebral 1, 2) era considerado uma doença que surgia devido à degeneração das células do hipocampo -- área cerebral da qual dependem os mecanismos da memória.

O que a pesquisa descobriu


Um novo estudo (novíssimo) sugere que a doença surge na área tegmental ventral [figura abaixo], onde é produzida a dopamina, neurotransmissor vinculado às mudanças de humor.

Doença Alzheimer: causas verdadeiras foram encontradas


Dessa forma, acredita-se que a origem do Mal de Alzheimer, muito provavelmente, é a morte de neurônios da região vinculada às mudanças de humor.

Para os pesquisadores, o Alzheimer é como um efeito dominó. A morte dos neurônios responsáveis pela produção de dopamina [um neurotransmissor na região do cérebro] desacelera a chegada desta substância ao hipocampo, causando assim uma falha que gera a perda das lembranças, principal sintoma da doença.

Essa descoberta pode explicar porque o Alzheimer é acompanhado, grande parte das vezes, pelo desânimo e pela depressão.

A hipótese da provável causa do Alzheimer foi confirmada em laboratório, onde várias terapias destinadas a restaurar os níveis de dopamina foram administradas em animais. Na análise, foi observado que, ao restaurar os níveis dessa substância, tanto as memórias quanto a motivação de viver -- cuja falta causa depressão --, foram recuperadas.

"A área tegmental ventral relança a dopamina também na área que controla a gratificação. Na qual, com a degeneração dos neurônios dopaminérgicos, também aumenta o risco de perda de iniciativa", explicou Marcello ao site ANSA.

Depressão, desânimo e mudanças de humor


Os cientistas destacam que as mudanças de humor associados ao Alzheimer não são uma consequência do surgimento da doença, mas sim um "alarme" sobre o início da patologia.

"Perda de memória e depressão são duas faces da mesma moeda", completou o professor.

Comentário Saúde com Ciência


Pela descoberta da verdadeira origem da doença Alzheimer, fica claro que tratar (desde o início) sintomas como alterações bruscas de humor, tristeza, desânimo, entre outros sinais, os quais são também sintomas da "doença" depressão fará com que a chance de desenvolver a patologia será consideravelmente diminuída.

Alzheimer no Brasil 


Existem cerca de 15 milhões de pessoas brasileiras com mais de 60 anos de idade, sendo que delas cerca 6% têm a doença Alzheimer, segundo dados da Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz).


Além de Marcello D'Amélio, participaram da pesquisa os cientistas: Annalisa Nobili, Emanuele Claudio Latagliata, Maria Teresa Viscomi, Virve Cavallucci, Debora Cutuli, Giacomo Giacovazzo, Paraskevi Krashia, Francesca Romana Rizzo, Ramona Marino, Mauro Federici, Paola De Bartolo, Daniela Aversa, Maria Concetta Dell’Acqua, Alberto Cordella, Marco Sancandi, Flavio Keller, Laura Petrosini, Stefano Puglisi-Allegra, Nicola Biagio Mercuri, Roberto Coccurello, Nicola Berretta

Fontes

http://www.nature.com/articles/ncomms14727
http://neuropsicopedagogianasaladeaula.blogspot.com.br/2013/04/sistema-de-recompensa.html
http://www.ansa.it/canale_saluteebenessere/notizie/medicina/2017/04/03/scoperta-origine-alzheimer-in-area-che-regola-umore_34a3d6dc-0178-44a0-a919-735238e4e626.html
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner