4.12.17

Novos medicamentos para enxaqueca: 2 medicamentos 'específicos' para enxaqueca serão lançados

Quem tem enxaqueca sabe que não existem (até a data da publicação desta matéria) medicamentos para enxaqueca desenvolvidos especialmente para tratá-la. O que se usa é uma combinação de analgésicos, anticonvulsionantes, anti-hipertensivos e antidepressivos e outros tratamentos que tratam a dor, mas principalmente, evitam novas crises enxaqueca.

Mas isso está prestes a mudar. Está para ser lançado dois novos medicamentos para enxaqueca, para tratarem ESPECIFICAMENTE o problema -- diminuindo dores e prevenindo novas crises.


Uma nova classe de drogas contra a enxaqueca mostrou resultados promissores em dois estudos publicados recentemente no “The New England Journal of Medicine” (NEJM). Trata-se do primeiro tratamento desenvolvido para prevenir enxaqueca.

Leia também: 14 Alimentos para aliviar a enxaqueca e prevenir novas crises

Os dois novos medicamentos para enxaqueca


Erunumabe

  • A pesquisa foi feita com 955 pessoas:
  • 319 recebeu 140 mg: 50% ou mais relatou diminuição no número médio de dias de crises de enxaqueca por mês;
  • 317 receberam 70 mg: redução de 43,3% na dor;
  • 319 recebeu placebo (sem a droga): 26,6%.



Efeitos colaterais


Em geral, os participantes da pesquisa não apresentaram problemas com o medicamento.

Fremanezumabe (Fremanezumab)


  • A pesquisa foi feita com 1.130 pacientes: redução de 50% no número médio de crises por mês;
  • 376 receberam a droga trimestralmente: queda foi de 41%;
  • 379 receberam mensalmente: queda de 18%;
  • 375, placebo: queda de 18%.

Efeitos colaterais


Foram observadas anormalidades de função hepática nos três grupos.

Novos medicamentos para enxaqueca

Sobre os medicamentos Erunumabe e Fremanezumabe


Ambas as drogas foram desenvolvidas em forma de injeções, as quais foram produzidas observando a molécula CGRP (Calcitonin gene-related peptide), que são produzidas em grande quantidade em pacientes com enxaqueca.



As injeções são anticorpos monoclonais que foram clonados e orientados para reconhecer a molécula CGRP e passar a bloquear sua ação, diminuindo a dor da enxaqueca.

Quando os novos medicamentos para enxaqueca serão lançados e chegarão ao Brasil?


Estima-se que uma das injeções (Erenumabe) já seja aprovada no primeiro semestre de 2018 pelo FDA nos Estados Unidos, e no segundo semestre pela Anvisa, no Brasil.

Fonte: http://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa1709038?query=featured_home

Imprimir esta receita ;-)
Ads
Conteúdo do Saúde com Ciência é informativo/educativo. Não exclui consulta médica Este artigo pertence ao Saúde com Ciência. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe comentário/sugestão de artigo. Ler Regras para Comentários.

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner