13.3.17

Cenoura faz bem pra pele, cabelos e unhas, por quê?

A cenoura (Daucus carota) faz bem para os cabelos, unhas, pele e para a saúde da visão. Tanto, que sempre que vemos um suco para fortalecer estes órgãos, o mesmo contém cenoura. E por quê?

Cenoura faz bem pra pele, cabelos e unhas, por quê?



Porque em 100 g de cenoura há aproximadamente 14500 U.l., que equivale a 4,7mg de betacaroteno, uma provitamina A, que em nosso organismo se transforma em vitamina A, sendo ela o nutriente que traz a saúde e beleza às unhas, cabelos, pele e saúde dos olhos e ainda facilita o bronzeado.

Cenoura faz bem pra quê?
cenoura/foto.


Artigos relacionados
- Ramas de cenoura são mais nutritivas que a cenoura,
Suco de cenoura, beterraba e nozes
- Suco para fortalecer unhas e cabelos
- Salada de cenoura e pepino para saúde dos cabelos
- Receita nutritiva de bolo de cenoura
- Vitamina A


Cenoura em excesso faz mal


Mas cuidado! Tudo o que é demais faz mal. Não adianta se encher de cenoura todo dia porque o excesso de betacaroteno, além de deixar a pele com uma cor amarelada (é que o betacaroteno é um pigmento amarelo) ainda pode causar pele seca, áspera e descamativa, fissuras nos lábios, dores ósseas e articulares, dores de cabeça, tonturas e náuseas, queda de cabelos, cãibras, etc.






Nutrientes da cenoura em 100 g:


  • Betacaroteno (provitamina A): 14500 U.l., que equivale a 4,7mg
  • Calorias - 51kcal
  • Proteínas - 1,5g
  • Gorduras - 0,3g
  • Vitamina K - 5 mg
  • Vitamina B2 (Riboflavina) - 30 mcg
  • Vitamina B3 (Niacina) - 0,3 mg
  • Vitamina C (Ácido ascórbico) - 27 mg
  • Potássio - 290 mg
  • Sódio - 100 mg
  • Cálcio - 45 mg
  • Fósforo - 40 mg
  • Enxofre - 22 mg
  • Cloro - 5 mg
  • Magnésio - 4 mg
  • Silício - 2 mg
  • Ferro - 1 mg


Importante!

Fatores que aumentam a absorção do betacaroteno e da vitamina K da cenoura:


- Cozinhar a cenoura por apenas alguns minutos. Para quê? Para liberar esses nutrientes da cenoura tornando-os mais fáceis de serem absorvidos.
- Ingerir a cenoura durante as refeições completas, pois os nutrientes da cenoura são melhores absorvidos em presença de gorduras.
Leia Mais ►

1.3.17

Suco para TPM

Elaborei esse suco para TPM com o intuito de auxiliar as mulheres (e seus maridos) que sofrem mensalmente com a TPM.

Espero poder ajudar as mulheres e que esse suco sirva de consulta para médicos e nutricionistas no alívio das queixas de tpm de suas pacientes, como inchaço, nervosismo e outros sintomas comuns da TPM.


Suco para TPM
Suco para TPM

Suco Para TPM


Ingredientes

- 3 folhas grandes de agrião  (diurético)
- 1/4 de beterraba (rica em magnésio, regula a serotonina)
- 1 fatia de abacaxi  (estimula a digestão, diurético) (opcional)
- 1 maçã com casca  (Vitamina B6 e folato, que regula a serotonina)
- 1 colher de chá rasa de levedo de cerveja  (tem vitamina B6, para o nervosismo)
- 200 ml de água


Como fazer o suco para TPM


Bata tudo no liquidificador.
Beba o suco para tpm 2 vezes ao dia, 7 dias antes da menstruação, durante a TPM.

Sobre o suco para TPM


Elaborei esse suco para que ele sirva "quase" como um remédio para TPM. Renata Fraia - Farmacêutica.
Leia Mais ►

22.2.17

Semáforo nutricional

Semáforo nutricional é uma comparação que se faz com o que representa cada cor do semáforo: semáforo vermelho: proibido, amarelo atenção e verde: livre.

Logo, os alimentos classificados como semáforo vermelhos devem ser evitados ou consumidos ocasionalmente, os amarelos consumidos moderadamente e os alimentos classificados como semáforo verde podem ser consumidos a vontade.

Semáforo nutricional
mirtilos


Veja uma relação com cada um dos alimentos do semáforo dos alimentos ou semáforo nutricional.

Alimentos Proibidos (semáforo vermelho):


  • Gorduras visíveis - (Manteigas, margarina, natas, chantilly, etc.);
  • Embutidos e queijos amarelos - (Queijo, chouriço, linguiça, toucinho, bacon, mortadela, morcela, etc.);
  • Confeitaria:  (Bolos, pães doces, etc)
  • Salgados/folhados: (rissoles, quiches, coxinha, croquetes, folhados, etc.)
  • Sobremesas doces ricas em gordura - (sorvetes, tortas doces, sobremesas com creme de leite/chantilly, etc.)
  • Bebidas alcoólicas
  • Alimentos preparados com muita gordura (Frituras, refogados, assados, etc.)
  • Fast –Food - (Hambúrgueres, pizza, lasanha, etc.)
  • Ovos fritos

Alimentos de consumo moderado (semáforo amarelo):


  • Gorduras visíveis - (azeite, óleo vegetal)
  • Embutidos - (fiambre, presunto, queijo curado)
  • Carnes gordas - (pele de frango, carnes com muita gordura, carne de porco gorda)
  • Frutos do mar (camarão, lulas, polvos, etc)
  • Frutos oleaginosos (noz, avelã, amendoim, etc.)
  • Frutas em calda
  • Frutas Gordas - (abacate, coco, banana, etc)
  • Refrigerantes
  • Leite e iogurtes integrais
  • Conservas em óleo (atum em óleo vegetal, etc.)
  • Alimentos light (sumos, chocolates, bolachas, etc.)
  • Ovos cozidos

Alimentos de consumo liberado (semáforo verde):


  • Farináceos (Pão, batata, arroz, massa, feijão, grão, ervilhas, milho, etc.)
  • Carnes magras (avestruz, coelho, frango (peito e filé) peru, lombo etc.)
  • Peixes (carapau, pescada, atum, cação, cavala, ovas, etc.)
  • Frutas (Laranja, tangerina, kiwi, morangos, cerejas, mamão, manga, blueberry, maçã, pêra, etc.)
  • Água
  • Embutidos Magros (peito de peru, queijo fresco magro)
  • Leite e iogurtes magros
Leia Mais ►

15.2.17

Por que a vitamina C aumenta imunidade?

Sabia que os alimentos saudáveis potencializam imunidade no verão? Se sim, sabe como isso acontece? Continue lendo...

Quem pensa que gripes, resfriados e outros problemas decorrentes da baixa imunidade só acontecem nas estações mais frias do ano está enganado. No verão, a associação de calor, umidade e uso excessivo de ventiladores e ares-condicionados nos deixa mais vulneráveis e exige cuidados especiais com a saúde.

vitamina C aumenta imunidade

Nesse período, alguns alimentos podem, por meio de suas propriedades, ser grandes aliados para aumentar as defesas do organismo. Entre os nutrientes que protegem o nosso corpo, destaca-se a vitamina C. Ela amplia a produção de glóbulos brancos e anticorpos e também tem ação antioxidante, que previne o desenvolvimento de doenças como o câncer e processos degenerativos associados à idade.

A vitamina está presente em frutas facilmente encontradas, laranja, acerola, limão, caju, goiaba e manga, além de vegetais como o tomate e o pimentão. Pensando em oferecer os benefícios das três em um só produto, a Juxx, especialista em produção de sucos funcionais, oferece a bebida X-mune Junxx. A fórmula é exclusiva e, acrescida de cenoura, abóbora e gengibre, traz uma opção saudável e de sabor inigualável às prateleiras.

Sem adição de açúcar e adoçante, a composição também dispensa corantes, aromatizantes artificiais e conservadores. “A ideia do X-mune é, assim como a dos demais produtos da nossa marca, oferecer mais do que um suco convencional”, conta o fundador e diretor executivo da Juxx, Edson Mazeto. “O sucesso da empresa está em conciliar sabor e valores nutricionais excelentes no conteúdo de cada embalagem”.

Complemente sua leitura: Vitaminas C, quanto tempo ela permanece nos sucos.

Leia Mais ►

22.1.17

Remédio Caseiro para Artrite

Quem sofre de artrose ou artrite costuma acordar com todo o organismo e sobretudo as "juntas" (articulações) inchadas. E quando estão assim, elas costumam doer muito. Para ajudar a controlar o inchaço matinal que ocorre nessa doença um remédio caseiro para artrite pode ser muito útil. Confira como fazer esse remédio natural para artrite e artrose:

Remédio Caseiro para Artrite


  • 1/2 berinjela média crua*,
  • 2 colheres de sopa de sumo de limão ou laranja lima,
  • 1 saquinho de chá de carqueja,
  • 250 ml de água

Como preparar

Faça um chá com a água e a carqueja, coloque esta água no liquidificador, assim como os outros ingredientes. Bata bem, coe e beba a seguir em jejum, logo pela manhã. Espere pelo menos 15 minutos para ingerir qualquer outro alimento.
Remédio Caseiro para Artrite

Por que o remédio caseiro para artrite funciona?


A berinjela, o limão e a carqueja possuem ação diurética desinchando as articulações e sua movimentação.

A berinjela ainda contém minerais que irão repôr perdas causadas pela artrite ou artrose.

* algumas pessoas não conseguem comer berinjela devido ao seu forte sabor. Para essas pessoas, é indicado deixar a leguminosa picada e de molho na água ou em uma mistura de água e leite por 30 minutos. Escorra e use normalmente.

Artigos relacionados
Leia Mais ►

21.1.17

Cor dos alimentos e seus benefícios

Uma maneira intuitiva de descobrir quais os benefícios dos alimentos...

Achei interessante a imagem abaixo por mostrar a maneira como os alimentos estão divididos por cores e seus respectivos benefícios devido aos nutrientes que conferem determinadas cores aos alimentos.

Assim, fica muito mais fácil saber o que e como incluir tais alimentos na alimentação.

Benefícios dos alimentos de acordo com suas cores:


Cor dos alimentos e seus benefícios
Cor dos alimentos e seus benefícios

As cores dos alimentos são atribuídas aos antioxidantes presentes nelas - tais como, o resveratrol, a antocianina, entre outros antioxidantes - e também ao beta-caroteno (que no organismo se transforma em vitamina A).

• Alimentos brancos: (entenda-se legumes brancos e NÃO arroz e pão branco) reforçam o sistema imunológico, por serem ricos em determinados minerais. a couve-flor, por exemplo, é rica em enxofre, mineral envolvido entre outras coisas, ao combate ao câncer.

• Alimentos verdes: desintoxicam as células. Couve, espinafre, brócolis, rúcula, etc.
 
• Alimentos amarelos: suas vitaminas e carotenoides nos deixam mais bonitos. Mas não pense que se entupir de comida amarela vai te deixar com a cara da Gisele Bündchen, hein, pois o excesso faz mal.

• Alimentos alaranjados: Prevenção ao câncer; leia sobre a abóbora, por exemplo. Frutas alaranjadas e a cenoura também estão nessa turma.

• Alimentos vermelhos: fazem bem para a saúde do coração. Ex: licopeno do tomate.

• Alimentos roxos: longevidade. São exemplos, as uvas roxas, o açaí, o mirtilo (blueberry), e até o feijão preto, entre outros alimentos.

 »» Leia tudo sobre Alimentos Funcionais.




Foto: Wanderlust.
Leia Mais ►

16.1.17

4 melhores alimentos para o cérebro

É inevitável imaginar que o cérebro seja o principal órgão do corpo, afinal, apenas quando ele morre é que é decretada a morte do indivíduo. Assim, a informação de que existem alguns alimentos identificados como os melhores alimentos para o cérebro é de importância ímpar.

Achou esse número pouco? Pode ser, mas... Sabemos que existem muito mais do que menos de cinco alimentos para a saúde cerebral. Mas dentre todos eles, 4 são fundamentais. Mas quais serão os melhores alimentos para o cérebro?

Quais os melhores alimentos para o cérebro?


Abaixo estão os alimentos com maior fonte de nutrientes benéficos ao cérebro e eles não estão relacionados por ordem de importância, ou seja, todos são muito importantes.

4 melhores alimentos para o cérebro
4 melhores alimentos para o cérebro - couve-manteiga

1. Vegetais de folhas verdes escuras


Por ser fonte importante de vitamina K, verduras de folhas verdes escuras como couve e espinafre são usadas para desacelerar o declínio cognitivo. Segundo um novo estudo da Rush University Medical Center, as pessoas que comiam 1 a 2 porções de verduras verdes escuras por dia tinham a capacidade cognitiva (entender, assimilar e de se relacionar com tudo e todos ao redor) de uma pessoa 11 anos mais jovem do que os que não consumiram os vegetais.


►► Leia também: Treine o cérebro para comer alimentos saudáveis.


2. Peixes gordos 


Um estudo realizado pela Tufts University descobriu que pessoas que comiam peixes gordos (por isso há várias marcas de óleo de peixe sendo comercializadas) como salmão e atum 3 vezes por semana tiveram risco reduzido (cerca de 40%) de apresentar o mal de

“Os ácidos graxos ômega-3 contêm DHA e EPA, que são altamente concentrados no cérebro e são cruciais para a função cerebral ideal”, diz Joy Dubost, PhD, nutricionista e porta-voz da Academia de Nutrição e Dietética. Peixes gordos são também uma grande fonte de vitamina D, diz Dubost, e numerosos estudos indicam que vitamina D pode ajudar a proteger o cérebro. “Apenas um pedaço de salmão cozido contém 600 UI de vitamina D”, diz ela, “o que é um número muito alto para uma fonte de alimento de D.”

►► Leia também: Cor dos alimentos e seus benefícios

3. Blueberry (mirtilo)


Dotada de um antioxidante-antocianina que lhe confere essa cor azul escura arroxeada incrível estas frutinhas são muito saudáveis para o cérebro. Um estudo recente da mesma universidade que estudou o salmão, revelou que as antocianinas conseguem atravessar a barreira cerebral (sangue/cérebro), assim protege as células cerebrais contra a oxidação e também aumentando a comunicação entre os neurônios cerebrais.

Pesquisas com animais também feitas na Tufts revelou que os blueberries ajudam a melhorar a memória de curto prazo, as habilidades de nadar, o equilíbrio e também a coordenação motora.

Já uma pesquisa feita com 16 mil mulheres com mais de 70 anos pela Harvard Nurses revelou que as que consumiam 2 ou mais porções de meia xícara de mirtilos - ou de morangos - por semana mantiveram-se mentalmente mais agitadas do que as que não consumiam tais as frutas.





4. Azeite extra-virgem


O azeite (se consumido in natura, ou seja, sem aquecer muito) é uma excelente fonte de polifenóis antioxidantes que podem prevenir o envelhecimento e até mesmo reverter os sinais da idade (cronológica) e também os problemas de memória relacionados a doenças como alzheimer e outros tipos de demência.

Uma pesquisa publicada no Jornal da Doença de Alzheimer demonstrou que o azeite extra-virgem é capaz de melhorar não só a memória como também a aprendizagem. Outros estudos revelam que a troca de gorduras saturadas por gorduras mono e poli-insaturados (como a encontrado no azeite) está associada com um risco menor do mal de Alzheimer.

Leia Mais ►

12.1.17

O que são superalimentos?

Neste post você vai descobrir o que são superalimentos, quantos existem e quais são eles.

O termo superalimentos surgiu em 2004 quando o Dr. Steven Pratt lançou o livro: "SuperAlimentos: Quatorze alimentos que mudarão sua vida."

Depois disso, o termo se popularizou e já existem outros alimentos que são considerados como "superalimentos", além dos 14 propostos pelo médico. Mas o que são superalimentos? Vamos conhecê-los!

O que são superalimentos?
O que são superalimentos?

O que são superalimentos?


Para serem considerados "super", os alimentos devem ser...

- Os superalimentos têm que estar prontamente disponíveis para o público
- Devem conter nutrientes capazes de aumentar a longevidade
- Os benefícios devem estar comprovados cientificamente


Quais são os superalimentos?


Segundo Pratt, a lista inclui 25 super alimentos:
  1. Salmão (eu, Renata Fraia, incluo sardinhas e atum)
  2. Brócolis (eu incluo a couve)
  3. Espinafre
  4. Chá verde (eu incluo o branco, o amarelo e o vermelho, variedades do mesmo chá)
  5. Maçã
  6. Abacate 
  7. Feijões (inclua lentilhas, soja, grão-de-bico)
  8. Blueberries (eu incluo a uva, o açaí e a chia)
  9. Canela 
  10. Chocolate amargo
  11. Frutas secas
  12. Azeite extra virgem
  13. Alho 
  14. Mel 
  15. Kiwi 
  16. Yogurt 
  17. Aveia 
  18. Cebola
  19. Laranja
  20. Romã 
  21. Abóbora 
  22. Soja 
  23. Tomates 
  24. Carne de Peru
  25. Nozes 
  26. Goji Berry



"Esses alimentos foram escolhidos porque contêm altas concentrações de nutrientes essenciais, bem como o fato de que muitos deles contêm baixas calorias", afirma. "Os alimentos que contêm esses nutrientes têm tido eficácia comprovada na ajuda a prevenir e, em alguns casos, reverter os efeitos conhecidos do envelhecimento, incluindo doenças cardiovasculares, diabetes tipo II, hipertensão e certos tipos de câncer." 
Fonte: CNN

o que são superalimentos
O que são superalimentos?

+ Artigos relacionados aos superalimentos:
-Dieta Atlântica como fazer
-Dieta do mediterrâneo para a saúde cardíaca
-Evite 40% do risco de câncer pela alimentação
-Alimentos que fazem bem ao coração
-Feijoada vegana-receita
-Dieta mediterrânea reduz mortalidade
-Óleo de abacate
-Alimentos que baixam o colesterol ruim
Leia Mais ►

28.12.16

Herpes Labial: alimentos que previnem ou estimulam o herpes na boca

Sabia que a prevenção do Herpes Labial está na mesa? Continue lendo e veja o que evitar e o que consumir para evitar o herpes labial.

Se você é daquelas pessoas que basta tomar um pouco mais de sol ou ficar mais estressada que as incomodas bolhas do herpes na boca surgirem na boca, saiba que a solução pode estar mais perto do que imagina: na cozinha. Isso mesmo!

Herpes Labial: alimentos funcionais que previnem o herpes na boca
Herpes Labial: alimentos funcionais que previnem o herpes na boca

Segundo pesquisas científicas recentes, basta balancear a ingestão de alimentos ricos em dois aminoácidos essenciais para o corpo. Saiba quais são eles:

O primeiro aminoácido é a arginina, que é usada pelo vírus do herpes simples tipo 1 (HSV-1) para se replicar e eclodir as bolhas. A segunda, é a lisina, inibe essa multiplicação do vírus e está sendo utilizada pelos médicos para prevenir a manifestação da doença e também ajuda a diminuir a frequência com que as lesões surgem, a gravidade dos sintomas e até o tempo de cicatrização.

E basta comer alimentos ricos nos dois aminoácidos? Não é em assim...

Como os dois aminoácidos (arginina e lisina) competem dentro da célula, o aumento da lisina no organismo significa uma queda da arginina, e manter essa relação (mais lisina e menos arginina) é essencial para frear o herpes labial. Assim, a dica é:

Alimentos funcionais que previnem o herpes labial


Leite, queijos, iogurtes naturais, goiaba, cerejas, carne vermelha (sempre magras), peixes, ovos, frango, algas marinhas. Todos estes alimentos contêm o aminoácido lisina em quantidades satisfatórias.

Alimentos funcionais que estimulam o herpes labial


Herpes Labial: alimentos funcionais que previnem o herpes na boca
Herpes Labial: alimentos que facilitam o aparecimento do herpes na boca

Chocolate, castanhas de forma geral, gelatina, uva passa, feijão, grão de bico, lentilha, milho, amendoim, soja, semente de abobora etc. É bom lembrar que tais alimentos só fazem o herpes bucal aparecer nas pessoas que têm o vírus.

E para auxiliar na melhora da qualidade de vida desses pacientes e na mudança do cenário traçado pela pesquisa, a chegada de um produto que atua como auxiliar na prevenção do aparecimento de lesões é um passo importante.



Produto à base de Lisina para tratar o herpes bucal


A lisina administrada durante as infecções recidivas do herpes labial diminui os sintomas do herpes bucal, o tempo da infecção e acelera o processo de cicatrização. Por apresentar mecanismo de ação supressivo da replicação viral, é empregada principalmente de forma profilática, diminuindo a frequência das recidivas”, explica Dr. Walmar Roncalli Pereira de Oliveira, dermatologista do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFM/USP). Em setembro deste ano chegou ao Brasil Resist®, a primeira lisina registrada pela ANVISA para prevenção de recorrência de herpes labial.

Gostou do artigo? Então complemente sua leitura com este artigo: Arginina combate cansaço físico e mental.

CURTA A PÁGINA DO SAÚDE COM CIÊNCIA NO FACEBOOK!

As informações são do doutor Dr. Walmar Roncalli, dermatologista do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFM/USP).
Leia Mais ►

8.12.16

Jiló: Benefícios e propriedades medicinais

Primeiramente, esclarecendo uma dúvida morfológica de como se escreve a palavra. Se escreve jiló ou giló? A forma correta é jiló com J.

O jiló é fonte de proteínas, minerais como cálcio, fósforo e ferro, vitaminas A, C, B, principalmente a niacina (vitamina B3).

Jiló benefícios (propriedades medicinais):


jiló foto
Jiló: Benefícios e propriedades medicinais

Benefícios do jiló, já comprovados cientificamente


O jiló é recomendado como um estimulante do metabolismo:
  • hepático, 
  • digestivo, 
  • antidiarreico.

Tais benefícios e propriedades do jiló são devidos a seus constituintes que lhe conferem o sabor amargo.

Benefícios do jiló segundo a medicina alternativa


Na cultura popular diz-se que o jiló cozido pode ser utilizado para tratar:
  • febres (de qualquer etiologia), 
  • resfriados e gripes, contudo não há comprovação científica para tais benefícios do jiló.
>>Complemente sua leitura com o artigo: Como tirar o amargo do jiló.
Leia Mais ►

12.10.16

Romã previne Alzheimer, diz estudo

O mal de Alzheimer, uma doença degenerativa e atualmente incurável, atinge na maioria dos casos, idosos com idade entre 60 e 70 anos.

Agora, uma nova promessa parece ser eficaz para prevenir o Alzheimer, a romã previne o Alzheimer, diz pesquisa recente. Os benefícios estariam concentrados na casca da romã.

Romã previne Alzheimer
romã contra Alzheimer/foto.

Na Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (USP/ESALQ) , a pesquisadora do Departamento de Agroindústria, Alimentos e Nutrição (LAN), Maressa Caldeira Morzelle, com a orientação da Professora Jocelem Mastrodi Salgado, realizou uma pesquisa com resíduos de romã e constatou sua potencialidade como aliado na prevenção da doença de Alzheimer.

Inúmeros estudos indicam que, entre pessoas que consomem frutas e verduras regularmente, é raro o diagnóstico de doenças degenerativas decorrentes da idade avançada.

“Isso se deve ao fato de que a quantidade de antioxidante presente nesses alimentos é elevada”, comenta a autora do estudo.

De acordo com o estudo, em se tratando da romã, apenas na casca da fruta é possível encontrar mais antioxidante do que em seu suco e sua polpa, e os antioxidantes são essências para a prevenção contra os radicais livres que matam as células do nosso corpo, o que acarreta em doenças degenerativas em geral.

Sabendo disso, Maressa buscou alternativas que pudessem concentrar todo o extrato da casca em pó, para ser diluído como suco, ou adicionado a sucos de outros sabores, levando em consideração os desafios do processamento e armazenagem, e o fato de que a adição do composto bioativo não poderia afetar as propriedades sensoriais do produto final.

Leia também: Pipoca de micro-ondas com manteiga pode causar Alzheimer.

A conclusão do trabalho foi bastante satisfatória em relação ao desempenho do extrato de casca de romã elaborados com etanol e água, que não teve sua atividade anticolinesterásica e sua capacidade antioxidante afetada por esta forma de armazenamento.




Observou-se também, resultados positivos em relação ao preparado em pó para refresco de romã, que não teve suas características sensoriais alteradas.
“Desta forma, verifica-se o potencial para a indústria no emprego das microcápsulas a base do extrato casca de romã como um ingrediente a ser incorporado na dieta, sendo um aliado na prevenção da doença de Alzheimer”, conclui a pesquisadora.
Leia Mais ►

5.10.16

Analgésicos Naturais: saiba onde atuam alguns analgésicos naturais

Por Silvana Rangel - Psicoterapeuta holística.

O objetivo dos analgésicos é amenizar ou eliminar as dores em qualquer parte do corpo, sobretudo na cabeça, também nos músculos e articulações.

Mas além dos analgésicos tradicionais de farmácia; que podem ter algumas contraindicações os analgésicos naturais são boas alternativas para quem não pode ou não quer ter de recorrer sempre aos analgésicos químicos.

Analgésicos naturais


Analgésicos Naturais: saiba onde atuam alguns analgésicos naturais
Camomila - analgésico natural 

1. Azeite de oliva é um dos remédios que a natureza nos oferece para muitas afecções e mal-estares, além de ser delicioso. Você deve consumi-lo em sua forma extra virgem, que é a mais saudável das que vendem no mercado, e ainda pode encontrá-lo diretamente em uma loja de produtos naturais ou feira orgânica.


2. Uvas servem para tratar as dores nas costas, tão típicas na sociedade atual devido ao uso de computadores ou em função de más posturas em frente à televisão. As propriedades anti-inflamatórias das uvas fazem com que aumente a circulação sanguínea na região lombar, o que melhora a sensação de dor.

3. Aveia tem muitas propriedades, por isso se aconselha consumi-la no café da manhã com leite, suco de laranja ou iogurte. É um anti-inflamatório ideal para as mulheres porque desinflama a área pélvica no período da menstruação.

Além disso, é um perfeito e completo alimento para melhorar a quantidade de zinco no organismo, trazendo mais alívio aos que sofrem com endometriose. Pode-se consumir também empanando as carnes vermelhas, frango, vegetais, em saladas ou sopas.

4. Alho como não poderia ser de outra maneira, o alho oferece mil e uma propriedades, entre elas, as analgésicas. Ele serve para amenizar os níveis de dores sentidos nas articulações devido à artrite. Para poder aproveitar seus benefícios, picar um dente de alho e aquecê-lo com uma colher de óleo. Aplique na região dolorida e deixe agir. Em seguida, notará que o mal-estar ou a dor passará ou amenizá.

Também pode ser usado para tratar as dores de dente. Para isso, você deve amassar três dentes de alho e misturar com um pouco de sal. Aplique encima da parte do dente que dói e deixe por alguns minutos. Com a saliva que se produzirá e os sucos que o alho produz, você poderá amenizar as dores de dente (que são uma das piores que existem).

5. Vinagre de Maçã é um dos condimentos para saladas ou para conservas que você pode usar, pois é um excelente analgésico. Tem efeitos alcalinizantes que percorrem todo o corpo. Sem dúvidas, nos servirá como um alívio diante a vida agitada que levamos. O vinagre de maçã alivia a acidez e a inflamação na parte alta do estômago.

Para poder aproveitar seus benefícios, misture uma colher deste vinagre com uma xícara de água. Beba quando sentir refluxos gástricos e obterá excelentes resultados.

6. Camomila- o chá é ideal para desinflamar os músculos e também tranquilizar os nervos. Contém uma grande quantidade de propriedades para seu corpo. Te ajudará a aliviar a dor nas costas, no pescoço e da cintura.

Para isso, consuma até três xícaras de chá de camomila durante o dia e pela noite observará que já quase não doem os músculos e as articulações.

Silvana Rangel  CRT 43644

www.silvanarangel.com.br
Psicoterapeuta holística * Terapeuta holística * Master Reiki Usui Tibetano * Natuterapeuta * Terapeuta floral * Terapeuta Ortomolecular * Instrutora da Prática de Ho´oponopono * Operadora de Mesa Radiônica.

Leia mais sobre Medicina Natural.

OBS.: Nunca abandone um tratamento convencional prescrito por seu médico. Os produtos fitoterápicos e alimentos funcionais podem ser usados como complemento em seu tratamento.

Por: Silvana Rangel CRT 43644
Terapeuta Holística
www.silvanarangel.com.br
Leia Mais ►

22.9.16

Flor de hibisco para que serve?

O Hibisco Vinagreira ou quiabo-roxo assim popularmante chamado, o Hibisco (Hibiscus sabdariffa D. C.) tem propriedades benéficas tanto nas flores, quanto nas folhas. Ma você sabe pra que serve a flor de hibisco e as folhas do hibisco? Vamos aprender?

Flor de hibisco para que serve?


O hibisco traz benefícios ao organismo por ser rico em propriedades e substâncias antioxidantes como a antocianina (por isso a cor da flor é tão incrivelmente roxa) e quercetina (um potente polifenol) também persente nas cascas das uvas roxas, que auxiliam na diminuição de colesterol, triglicerídeos e glicose.


O hibisco ajuda na eliminação de gorduras localizadas, por isso o hibisco é usado também por quem quer emagrecer. Hoje em dia, a flor de hibisco é bastante utilizada como coadjuvante para emagrecimento, queima de gorduras, na prevenção de doenças cardiovasculares, doenças degenerativas e também auxilia na eliminação de retenção de líquido.


Flor de hibisco para que serve?
Flor de hibisco para que serve?


Folha de hibisco pra que serve?


As folhas do hibisco são utilizadas para fazer chá de hibisco e também são de coloração arroxeada.


Benefícios do Hibisco

- Antioxidante;
- Ajuda a regularizar o transito intestinal;
- Auxiliar em dietas de emagrecimento.






Como usar o hibisco?


O Hibisco em cápsulas é indicado para dieta de emagrecimento, espasmo gastrintestinal, cólica uterina, má digestão, gastrenterite, hipertensão, constipação intestinal, ativar a excreção da urina, infecções da pele, varizes e hemorroidas.

Ingerir 2 cápsulas de hibisco, com, no mínimo, 300 ml de liquido, 20 minutos antes das duas principais refeições. (Almoço / Jantar). Não consumir mais do que 4 cápsulas ao dia.
Leia Mais ►

15.8.16

14 Alimentos antienvelhecimento

Quando pensamos em quais alimentos combatem o envelhecimento imaginamos os benefícios à nossa pele, cabelos, visão e aos órgãos em geral, mas nos esquecemos que para que o combate ao envelhecimento seja de fato eficaz, devemos começar a pensar nas células e que elas também necessitam de nutrientes para manterem-se jovens e sadias por mais tempo.

E para que isso ocorra cada célula do corpo necessita de uma fonte constante de oxigênio para converter o alimento digerido em energia. No entanto, a queima do oxigênio pelas células libera os radicais livres, os quais danificam as células saudáveis de nosso corpo à medida que a queima vai ocorrendo pelo organismo.

+ Alimentos Funcionais.

Nosso organismo passa a ser mais vulnerável aos danos causados pelos radicais livres o que pode acarretar inúmeras doenças, o envelhecimento de cada célula, que causa o envelhecimento dos tecidos e, consequentemente, do organismo como um todo.

E como combater os radicias livres?
Alguns alimentos antioxidantes colaboram na diminuição dos efeito nocivos dos radicais livres retardando o processo do envelhecimento precoce. Confira alguns alimentos antienvelhecimento:

14 alimentos que combatem o envelhecimento:


Soja
Este grão rico em proteína vegetal estimula a produção do hormônio feminino estrógeno. Regula as alterações hormonais femininas como tpm e menopausa. Hoje em dia o consumo de soja é mais fácil devido às suas diversas formas, como grãos, leite e suco de soja, extrato de soja (ou soja em pó) e as proteínas de soja texturizadas nos formatos de carne moída ou pedaços.

Castanha-do-pará
Fonte importantíssima do mineral selênio e da vitamina E, essa semente oleaginosa combate o envelhecimento. Uma castanha por dia já é suficiente. E não se deve consumir muitas por ser muito calórica. Veja as calorias das frutas secas aqui.Uma única castanha tem 42 calorias e 60 gramas de selênio, cota de que o organismo necessita diariamente. Não deve ser consumida em excesso, já que 100 gramas (quinze unidades) contêm 636 calorias.

Uva e vinho
Aí entra a ação benéfica do resveratrol.

Alimentos integrais como arroz, germens e macarrão de farinha integral
Ricos em fibras, vitaminas B e E, além de minerais, como manganês, zinco e cobre, que agem contra o envelhecimento precoce. Ajudam no correto funcionamento do intestino e facilitam a eliminação de toxinas. Beneficiam os cabelos e a pele que se torna mais viva e visivelmente mais saudável.

Peixe
As proteínas dos peixes contêm os aminoácidos essenciais à formação de anticorpos e à renovação dos tecidos. Fonte de potássio, fósforo e cálcio, fortalece músculos, ossos e dentes. Com menor teor de gordura (sobretudo os de água salgada), produz pouco colesterol LDL (ruim) e eleva os níveis de HDL. Os peixes de água gelada (sardinha, atum, salmão, etc) contêm Ômega 3 que parece atuar para evitar o envelhecimento.

Frango
O frango sem pele fortalece o sistema imunológico (por isso diz-se que canja de galinha atua nas gripes e resfriados). Fornece ainda zinco e cobre que são minerais sabidamente antioxidantes e ferro.

Maçã:
A maçã é uma das frutas mais eficientes no combate ao envelhecimento. Sobre isso já escrevi "benefícios o propriedades".


Brócolis
A presença de flavonoides são eficazes no retardo do envelhecimento. Rico cálcio (se você não toma leite não deixe de incluí-lo na dieta), além de vitaminas do complexo B, ferro e magnésio.

Pepino
Por ser rico em silício, leia mais em "alimentos ricos em silício".

Couve
Considerada a rainha dos vegetais devido a seu alto poder nutritivo. Leia neste artigo "couve manteiga benefícios".

Cenoura, abóbora, mamão e demais vegetais alaranjados
Boas fontes de betacaroteno, devido à sua cor alaranjada. A função dos betacarotenos é combater os radicais livres. Convertido em vitamina A, fortalece o sistema imunológico e favorece a renovação da pele.

Banana
A banana é um alimento importantíssimo por seus altos valores nutricionais. Sempre que são entrevistadas pessoas que viveram mais de 100 anos, todas elas têm em comum, o consumo diário de pelo menos 1 banana.




Abacate
A glutationa, substância antioxidante é um potente agente antioxidante. Protege as artérias do coração contra os efeitos prejudiciais da gordura. Vitmainas C e A são destaques.

Kiwi
Recentes estudos japoneses classificam o kiwi como um alimento imprescindível na manutenção da boa saúde devido a alta concentração de polifenois (antioxidantes) presentes no kiwi. Veja como fazer um suco de kiwi.

Veja também os alimentos para a saúde dos olhos.

Leia Mais ►

14.8.16

Maçã: propriedades terapêuticas da fruta

Não é por acaso que a maçã "dê" o ano inteiro. De janeiro a dezembro sempre é possível encontrar a maçã com suas propriedades terapêuticas. Pode ser maçã argentina; maçã gala; maçã fuji; ou qualquer outra qualidade que você conheça. A Maçã propriedades terapêuticas da fruta são encontradas em todas elas.

Maçã propriedades terapêuticas da fruta


Maçã: propriedades terapêuticas da fruta
Maçã: propriedades terapêuticas da fruta

  • emagrecer, devido à pectina presente na casca
  • menopausa, devido ao mineral boro e magnésio.
  • celulite
  • diabetes, também devido à pectina
  • saciedade e manutenção do peso, pectina e pouco calórica, uma maçã tem 60 calorias
  • higienização dos dentes.
  • regula o intestino e combate a diarreia,
  • evita problemas do sistema nervoso,
  • deixa a pele mais saudável e bonita,
  • combate o colesterol,
  • antienvelhecimento.




Leia também: 

  1. Maçã: benefícios, propriedades e valor nutricional.
  2. Benefícios do vinagre de maçã.
Leia Mais ►

26.7.16

Licopeno: quantidade em cada tipo de tomate

Que o tomate é um vegetal riquíssimo em licopeno a gente já sabe. Mas poucos de nós sabemos que há diferenças na concentração de licopeno dos tomates. Algumas qualidades de tomate têm mais e outros têm menos licopeno. Confira...

Licopeno: quantidade em cada tipo de tomate


Veja os tomates campeões em licopeno por ordem de maior concentração de licopeno nos tomates:


Licopeno: quantidade em cada tipo de tomate


1° Tomate Grape: bem pequeno e afilado

2° Tomate cereja: bem pequeno e redondo

3° Tomate Débora: o tomate para salada, que quando está mais maduro serve para molhos

4° Tomate italiano: Bem vermelho e afilado, é perfeito para molhos (curiosidade: apesar de vermelhinho, ele está na 4° posição)

5° Tomate Carmem: é perfeito para saladas, mas é o tomate que menos contém licopeno.




Outros vegetais que contêm licopeno


É bom lembrar que além do tomate, outros alimentos contém licopeno, embora em menores quantidades.

São eles: Pimenta vermelha, morango, melancia, cereja, rabanete, pimentão vermelho e goiaba.

Veja tudo o que já foi escrito sobre tomates no Saúde com Ciência

- Tomate Roxo pode evitar câncer
- Tomates: benefícios e propriedades funcionais
Leia Mais ►

18.7.16

Somos o que comemos? Você é o que você come?

Comer é uma necessidade fisiológica. Eu, como profissional de saúde acho a expressão "somos o que comemos" muito apropriada, embora muitos especialistas acharem a frase uma bobagem. Mas atribuo essa expressão em um contexto muito mais amplo.

Somos o que comemos? Você é o que você come?
Somos o que comemos? Você é o que você come?

Não quero, de maneira alguma, dizer que, se você come vagem todos os dias, você adquirirá seu aspecto (rs) e sim, que é através da alimentação que nosso corpo foi, é e continuará sendo formado e transformado.

Ou seja, os tecidos do nosso corpo foram formados e são mantidos 'intactos' devido às proteínas que nossas mães ingeriram enquanto nos geravam em seus ventres. Atualmente, as proteínas que ingerimos - daí serem chamadas de alimentos construtores - mantêm nossos tecidos e consequentemente nossos órgãos em perfeito funcionamento.

Quem se alimenta de alimentos muito gordurosos diariamente terá graves consequências em um futuro próximo, como as doenças cardiovasculares, por exemplo.






Outro ponto a favor da expressão somos o que comemos é a aparência de nossa pele. Pessoas que se hidratam e consomem alimentos ricos em vitaminas, minerais e substâncias antioxidantes apresentam uma pele muito mais bonita do que quem não faz uso desses alimentos.

E deixo uma pergunta: como anda sua alimentação? Você é o que você come?

Leia Mais ►

22.6.16

14 alimentos para aliviar a enxaqueca e prevenir crises

Aposto que se você tem ou convive com alguém que tenha enxaqueca conhece os alimentos que devem ser evitados para não iniciar uma crise de enxaqueca, um dos piores tipos de cefaleia (dor de cabeça).

Mas você conhece algum alimento para aliviar a enxaqueca? Se sua resposta for sim, parabéns, você é sortudo, mas se não conhece vai conhecer agora. Bora?

14 ALIMENTOS QUE ALIVIAM ENXAQUECA


14 alimentos para aliviar a enxaqueca e prevenir crises
14 alimentos para aliviar a enxaqueca e prevenir crises


1. Salmão: um dos grandes mocinhos da alimentação saudável, o salmão (além da sua cor tão única que deu nome a um dos tons de rosa alaranjado mais belos da natureza) é muito conhecido por ajudar a equilibrar o colesterol no sangue (embora haja médicos que não confiem 100% nessa eficácia), mas ele também ajuda a aliviar a dor de cabeça. A razão é serem ricos em ômega 3 também entram esta lista, atum, sardinha, bacalhau, arenque e alguns outros.

2. Folhas verdes: por serem ricas em magnésio, as folhas verdes também ajudam a aliviar a enxaqueca. Dá-lhe alface menina!

3. Feijão: o motivo também é o magnésio e a razão é simples: pessoas que têm enxaqueca tendem a ter níveis baixos de magnésio no sangue. Quer tirar a dúvida? Peça ao seu médico ou nutricionista pra dosar a quantidade de magnésio no sangue.

4. Pimenta vermelha: Elas aliviam a dor, mas não devem sem usadas por quem sofre de problemas estomacais ou de hemorroidas, já que pimenta não é refresco! ;-) A ação se dá devido a ação da capsaicina. Leia sobre o assunto em: Pimenta vermelha para enxaqueca: capsaicina alivia dor de cabeça.

5. Gengibre: neste caso a ação é contra um dos sintomas da enxaqueca, mas não da dor, já que o gengibre ajuda a aliviar a náusea relacionada à enxaqueca. Prefira comer cru. [se achas muito ardido, rale-o e tempere saladas com ele] Há também alívio da enxaqueca típica do período menstrual! VEJA uma receita de "Bolo de batata doce com gengibre" [no blog OQueComerHoje?]

6. Azeite de oliva: seus ácidos graxos ajudam a aliviar as crises de dores fortes. Ingira 1 colher de sopa antes da dor começar. Dica: consuma azeite extra-virgem todos os dias, para ajudar a prevenir as dores. Prefira-o sem aquecer, sobre a salada ou mesmo regando peixes e todas as comidas diretamente no pato.

7. Orégano ajuda nas inflamações que podem acompanhar a enxaqueca, terem ação anti-histamínica inibindo a produção de prostaglandina, que é responsável pela dor.

8. Cravo e Canela: meu camarada, essa dupla não serve apenas para saborizar pratos e pra identificar a cor da pele de uma certa Gabriela... o cravo e a canela atuam da mesma maneira que o gengibre.

► Leia também: Efeito placebo na enxaqueca.

9. Banana: por serem ricas em triptofano, ela ajuda a liberar serotonina, que proporciona sensação de bem-estar. [mas cuidado! Muita serotonina pode causar o efeito inverno competindo com os sítios de ligação dos neurônios]

10. Maracujá: idem a banana.

11. Granola: também graças ao triptofano.




12. Arroz e feijão: A dupla mais famosa do Brasil (e não é sertaneja), também é rica em triptofano, [se consumidos juntos] portanto, agem como a banana. [eu adoro arroz, feijão e banana!] Veja mais alimentos ricos em triptofano.

13. Cereja: por ser rica em melatonina, que ajuda a regular o sono, tão importante na enxaqueca.

14. Frutas vermelhas e roxas: os antioxidantes antocianinas também são eficazes para evitar crises de enxaqueca.

Fontes: compilação de artigos do Saúde com Ciência e Einstein



Leia Mais ►

21.6.16

Chia emagrece mesmo?

Vez ou outra surge um novo alimento, como a semente chia, por exemplo, com a tarja de "milagroso" para fazer a gente emagrecer como num passe de mágica. Mas é claro que não existem fórmulas mágicas para quem quer emagrecer e sim uma reeducação alimentar, comendo de tudo um pouco sem exageros.

Ainda assim, há sim alguns alimentos capazes de auxiliar nas dietas para emagrecer  então por que não experimentá-los?

Chia emagrece mesmo? Chia Benefícios.


A semente de chia (Salvia hispânica) é encontrada no sul do México. Entre muitos benefícios, a chia auxilia na perda de peso, em doenças cardiovasculares e na prevenção da diabetes.

semente de chia - foto
semente de chia/foto.

Segundo a nutricionista Thais Souza, da Rede Mundo Verde, a semente chia era muito utilizada pelos astecas, mexicanos e habitantes do Sul da Califórnia e do Arizona como suplemento alimentar para aumentar a resistência, a energia e a força necessária sob condições extremas como o calor intenso, a escassez de água e alimentos.


- Fibras

“A semente de chia apresenta alto teor de fibras, nutriente essencial para o bom funcionamento do organismo. As fibras apresentam a capacidade de promover saciedade, pois em contato com líquido no interior do estômago formam uma espécie de “gel” que dilata o estômago”, conta a nutricionista.

Estudos apontam que o consumo da chia pode auxiliar na perda de peso (então a chia emagrece mesmo), pois auxilia na redução do apetite. Além disso, a formação desse “gel” aumenta o volume do bolo fecal, facilitando a eliminação das fezes e melhorando o funcionamento do intestino. O “gel” formado pela fibra em contato com líquido auxilia ainda no tratamento e prevenção de doenças como diabetes e doenças cardiovasculares. Parte da glicose e gordura em excesso permanecem retidos na fibra, sendo eliminados através das fezes.


- Proteínas

“Outra característica é que a semente apresenta maior teor de proteína quando comparada a outros cereais como o milho, o arroz, a aveia, a cevada e o trigo. Por isso, o consumo da chia pode beneficiar vegetarianos, pois complementa o fornecimento deste nutriente na dieta”, afirma.

A semente chia pode ser utilizada na alimentação de crianças, adolescentes e gestantes, por ter nutrientes essenciais para o crescimento e desenvolvimento. Praticantes de atividades físicas também podem se beneficiar do consumo desta semente, já que estes indivíduos necessitam de maior aporte proteico quando comparados a indivíduos sedentários.


- Vitamina e Minerais

A Chia é uma boa fonte de vitaminas do complexo B, de minerais como: cálcio, fósforo, magnésio, potássio, ferro, zinco e cobre. “Por ser boa fonte de cálcio é uma excelente opção para aqueles que apresentam osteopenia e osteoporose. Para crianças e gestantes, o cálcio é importante para a formação da massa óssea”, explica Thais.

- Antioxidantes


A semente chia é rica em antioxidantes.

Onde encontrar a semente chia e como consumir


A semente chia pode ser adquirida em qualquer loja de produtos naturais. E consumida de diferentes maneiras: espalhada em cereais, iogurtes, saladas ou adicionada na bebida.






Fonte: Divulgação/Mundo Verde
Leia Mais ►

3.6.16

Cromo diminui vontade de comer doces

Sabia que o mineral cromo diminui a vontade de comer doces? Entenda o porquê e veja suas melhores fontes alimentares.

O cromo equilibra a quantidade de açúcar no sangue não deixando o teor de insulina aumentar na circulação. Por isso, é necessário na dieta de quem tem a síndrome do metabolismo - que deixa a região da barriga acumular gordura facilmente - e, obviamente, para quem tem diabetes. Assim, o...

CROMO DIMINUI VONTADE DE COMER DOCES


Cromo reduz vontade de comer doces
Cromo reduz vontade de comer doces/foto.

O Modern Nutrition in health and disease, livro renomado entre nutricionistas, revelou quais são os alimentos ricos em cromo.

Teor de cromo nos alimentos


1 - Levedura de cerveja (levedo de cerveja): 112 mcg cromo (1 colher de chá )
2 - Carne vermelha: 57mcg cromo (1 bife médio)
3 - Pão de trigo integral: 42mcg cromo (1 fatia)
4 - Trigo integral: 38 mcg cromo (2 colheres de sopa)
5 - Pimenta malagueta: 30 mcg (1 colher de sopa)
6 - Pão de centeio: 30 mcg de cromo (1 fatia)
7 - Ostra: 26 mcg de cromo (1 porção)
8 - Batata: 24 mcg de cromo (1 unidade )
9 - Gérmen de trigo: 23 mcg de cromo (3 colheres de sopa )
10 - Pimenta verde: 19 mcg de cromo (1 unidade)
11 - Maçã: 14 mcg de cromo (1 unidade )
12 - Banana: 10 mcg de cromo (1 unidade)
13 - Cenoura: 9 mcg de cromo (1 unidade)




Quanto de cromo é necessário para começar a sentir o de diminuir a vontade de comer doces?


A quantidade recomendada de cromo para uma pessoa por dia é cerca de 200 mcg, dependendo de cada organismo.

Para diminuir o desejo por doces, o ideal é consumir 300 mcg por dia (sob a forma de picolinato de cromo), mas sempre com supervisão de um nutricionista, médico nutrólogo, ou endocrinologista, ou ainda do seu farmacêutico de confiança. Em suplementos alimentares a quantidade de picolinato de cromo, em geral, não é maior que 30 mcg por cápsula.

Renata Fraia - Farmacêutica CRF: 23664
Leia Mais ►

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner