10.8.16

Saúde Visual: 7 Dicas para saúde dos olhos no inverno

Nos dias frios, as pessoas tendem a ficar em ambientes fechados para se livrar do frio. Esse comportamento aumenta as chances do contágio de conjuntivite e alergias devido à chance de proliferação de micro-organismos que comprometem a saúde visual.

Esta afirmação é da Dra. Marcia Beatriz Tartarella, Médica Oftalmologista que falou ao Saúde com Ciência sobre Saúde Visual, dando dicas para saúde dos olhos no inverno.

DICAS PARA MANTER A SAÚDE VISUAL NO INVERNO

Saúde Visual: 7 Dicas para saúde dos olhos no inverno
Saúde Visual: 7 Dicas para saúde dos olhos no inverno

1. HIDRATAÇÃO OCULAR

Mantenha os olhos hidratados com colírios lubrificantes (que imitam a lágrima), em especial, quando ficar em ambientes fechados;

2. PROTEÇÃO AOS OLHOS

Para proteger os olhos dos raios ultra-violetas, use óculos de sol e de grau com proteção para raios UVA e UVB;

3. BUSQUE AJUDA

Em caso de vermelhidão, ardor, secreção ou coceira dos olhos, procure imediatamente um médico oftalmologista;

4. COCEIRAS

Evite coçar os olhos. Se estiverem coçando, tente abrir e fechar os rapidamente e com leve pressão para que a coceira passe. Se não adiantar, embeba algodão em soro fisiológico, ou chá de camomila ou mesmo água filtrada gelada e coloque cobre os olhos fechados, mas não aperte muito;

5. HIGIENE DAS MÃOS

Lave as mãos mais vezes ao dia, sobretudo após estar em lugares públicos. Isso porque, as vezes levamos as mãos aos olhos mesmo sem querer, e se elas estiverem sujas, os olhos podem se contaminar;

6. PISQUE MAIS VEZES

Pisque mais vezes quando estiver na frente da TV, tablets e celulares. A lágrima lubrifica os olhos, evitando que fiquem secos e irritados;

7. CUIDE DA ALIMENTAÇÃO

Mantenha uma alimentação saudável, reforçando o consumo de cenoura, verduras escuras, alimentos ricos em vitamina C e ovos. [>> Leia também: Saúde dos olhos e a alimentação antienvelhecimento ocular]

A especialista finalizou recomendando que as pessoas fiquem atentas a qualquer manifestação de doenças oculares, como olhos avermelhados, com ardor ou secreção, e procurem imediatamente um médico oftalmologista para que o mesmo identifique o problema e indique o tratamento adequado.

Gostou do artigo? Espero sinceramente que sim! :-D Para complementar sua leitura eu sugiro o artigo: Por que dos 40 aos 60 anos a visão piora muito?

Fonte: Dra. Marcia Beatriz Tartarella, Médica Oftalmologista e Diretora da Sociedade de Oftalmologia Pediátrica Latino-América  |  Transitions Opticalcomo

Leia Mais ►

15.6.16

5 dicas para amenizar os efeitos do tempo quente e seco

Tempo seco e quente. Dupla que adora provocar crises de alergia.

Os dias quentes durante o inverno, combinados com o clima seco da estação, podem agravar doenças alérgicas como rinite e asma, além de provocarem sintomas desagradáveis, como secura no nariz, garganta e coceira na pele.

A alergologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Marisa Rosimeire Ribeiro, alerta para a necessidade de manter a boa hidratação do corpo e cuida dos com o ambiente para preservar o bem estar e a saúde e dá dicas para amenizar os efeitos do tempo seco.

>>Leia também: Rodo é a vassoura de quem tem rinite alérgica.


5 dicas para amenizar os efeitos do tempo quente e seco
ácaro

Confira 5 dicas simples que amenizam os efeitos do tempo quente e seco


- Beba ao menos dois litros de água por dia;
- Coma mais frutas, elas ajudam a hidratar*;
- Não use vassoura. Varrer dispersa a poeira no ar (substitua por vassouras elétricas ou pano úmido);
- Não use umidificador em excesso. Pode causar fungos;
- Cuidado com banhos quentes, eles ressecam a pele.

* O Saúde com Ciência adverte que para os diabéticos essa dica não vale muito, já que as frutas contêm o açúcar frutose.

>>Leia também: Pneumonia: causas, sintomas e tratamentos.

E recomendamos, ainda, que não se esqueça do uso do hidratante pós banho. Os alérgicos a esse tipo de produtos encontram hidratantes hipoalergênicos.


Leia Mais ►

14.10.15

Pneumonia: causas, sintomas e tratamentos

Escrevi este tutorial sobre a pneumonia, procurando abordar o assunto em forma de perguntas e respostas para facilitar o entendimento de todos. Boa leitura!

O que é Pneumonia?


A pneumonia é a inflamação dos alvéolos pulmões, devido à infecção causada por bactérias, vírus, fungos e demais agentes infecciosos ou ainda por substâncias químicas.

Os alvéolos se enchem de pus, muco e outros líquidos, impedindo seu funcionamento normal.

Pneumonia: causas, sintomas e tratamentos
Pulmão com pneumonia/foto.

Quais são os sintomas da pneumonia?


Falta de ar, febre, calafrios, tremores, dor no peito (principalmente ao respirar), tosse com catarro esverdeado, marrom, com ou sem manchas sanguinolentas, pulso acelerado, cansaço, prostração. Já em estágio avançado pode haver confusão mental e alucinação.

Em casos graves, os lábios e unhas podem ficar roxos por falta de oxigênio no sangue e pode haver confusão mental. Em crianças muito pequenas ou já acometidas por outras doenças, a pneumonia pode ocorre sem a presença de sintomas tradicionais, o que pode dificultar o diagnóstico.

O que causa a pneumonia?


A pneumonia bacteriana é a mais observada. A bactéria mais comum em adultos é a Pneumococo. As bactérias habitam a cavidade oral. Com o organismo debilitado, elas podem migrar para os pulmões, provocando a doença.

Já as pneumonias virais podem ser causadas por diversos tipos de vírus, até o Influenza, vírus da gripe. Podem ser complicadas pela doença bacteriana. Crianças e idosos e pessoas debilitadas com doença cardíacas ou pulmonares crônicas podem ter a doença grave pelo vírus da gripe.

Outros micro-organismos causadores da infecção pulmonar são o Mycoplasma, Chlamydia e Legionella .

Pessoas com uma diminuição do sistema de defesa do organismo, como os portadores de HIV e pacientes com câncer em tratamento com quimioterapia, adoecer por agentes infecciosos incomuns. O Pneumocystis carinii é um fungo que comumente causa a infecção em pessoas com AIDS.

A pneumonia pode ser letal (fatal)?


Com pneumonia, o organismo pode não absorver oxigênio suficiente para oxigenar o sangue, as células do corpo não funcionam como devem. Por isso, e principalmente pelo risco da infecção se espalhar* pelo corpo, podendo ser fatal.

*As bactérias invadem a corrente sanguínea atingindo outros órgãos.

Como é feito o tratamento da pneumonia?

As bacterianas são tratadas com antibióticos. Com relação `a doença de origem viral não há um medicamento efetivo, porém, se for originada devido ao vírus da gripe, o tratamento deve levar isso em consideração. Já existem medicamentos, como o Tamiflu, por exemplo.

Normalmente a viral e a bacteriana ocorrem associadas, então o pneumologista pode optar por associar antibióticos e tratamento para a pneumonia viral.

A melhora dos sintomas se inicia após 48 a 72 horas. Rx são feitos no momento do diagnostico e às vezes se faz necessário um Rx de controle.


TRATAMENTO EM CASA da pneumonia**

Os casos não graves podem ser tratadas em casa**. O que traz conforto para o paciente e evita sua exposição a novos agentes infecciosos comuns em hospitais. Em casos mais graves, é necessária a hospitalização para receber antibiótico endovenoso e oxigenação artificial.





Em casa ou no hospital, a ingestão de muito líquido é imprescindível, para evitar a desidratação, e facilitação na fluidificação do muco e catarro, contribuindo para a expectoração.

** Só um médico poderá avaliar tal possibilidade de se tratar de pneumonia em casa.

Como se previne a pneumonia?


- A pneumonia pode originar devido à complicação de uma gripe, portanto, a vacina da gripe é muito útil na prevenção da doença.
- Há uma vacina contra o pneumococo, principal bactéria causadora da doença. É indicada para pessoas com maior risco adoecer pelas complicações: doenças crônicas pulmonares, cardíacas, renais, diabéticas, idosos.
Leia Mais ►

11.11.13

Como prevenir a pneumonia?


Às vésperas do Dia Mundial de Combate à Pneumonia, em 12 de novembro, sociedades alertam para o risco da doença e importância da vacinação, e, sobretudo de como prevenir a pneumonia.

12 de novembro é o Dia Mundial de Combate à Pneumonia. Para a Pfizer, a data é uma oportunidade para incentivar mundialmente a discussão sobre a importância de como prevenir a pneumonia, um problema que apesar de grave, pode ser evitado. Para marcar a ocasião no Brasil, acontece neste final de semana, 09 e 10 de novembro, o evento City Walk, que apoia a campanha

Previna-se: encare a pneumonia de peito aberto. A atriz Regina Duarte, madrinha da campanha, estará presente.

A iniciativa, lançada por quatro importantes sociedades médicas – Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), Associação Brasileira de Imunizações (SBIm), Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) e Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), com o apoio da Pfizer, inclui ações educativas e de conscientização da população.

A pneumonia é a maior causa de morte em crianças em todo o mundo.1 No entanto, a doença não está limitada a bebês e crianças, afeta também adultos, principalmente com mais de 50 anos e portadores de asma, doença cardíaca ou outra grave condição de saúde. 2,3 Ao mesmo tempo em que a pneumonia é um importante problema de saúde pública, alguns tipos - incluindo a pneumonia pneumocócica - são evitáveis. E a vacinação é um passo fundamental para ajudar na prevenção, em conjunto com hábitos de vida saudáveis.

Entre as opções de vacinas disponíveis para prevenção da pneumonia e das demais doenças pneumocócicas está a Prevenar 13 (VPC-13) – também conhecida como vacina pneumocócica conjugada 13 valente, aprovada este ano pela Anvisa para uso em adultos acima de 50 anos. A vacina já era indicada para crianças até seis anos incompletos.

+ Sobre pneumonia


Sobre o City Walk
O City Walk acontece em São Paulo neste final de semana (9 e 10/11) no Jockey Club com diversas atividades. No sábado, entre 10h e 18h, estarão disponíveis gratuitamente diversos serviços como avaliação clínica e corporal, teste de bioimpedância, orientação nutricional e de treino, além de aulas de pilates e zumba e esclarecimento de dúvidas sobre o calendário de vacinação do adulto. No domingo, há uma caminhada esportiva, de 3,5km, com largada às 7h30, com participação da atriz Regina Duarte, madrinha da campanha.

Referências:
1. World Health Organization. Pneumonia Fact Sheet. Updated April 2013. http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs331/en/index.html. Accessed on October 4, 2013.
2. World Health Organization (WHO). Immunization, Vaccines and Biologicals. Pneumococcal Vaccines. April 2003. Available at http://www.who.int/vaccines/en/pneumococcus.shtml. Accessed August 26, 2011.
3. World Health Organization (WHO). 23-valent pneumococcal polysaccharide vaccine. WHO Position Paper. Wkly Epidemiol Rec. 2008;83(42):373-384.

Leia Mais ►

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner