19.3.17

Exames que identificam infertilidade feminina e masculina


Conheçam, abaixo, os exames que identificam infertilidade feminina e masculina.


Exames de infertilidade feminina e masculina


A infertilidade, tanto feminina quanto masculina, pode ser identificada a partir de exames

médicos específicos que determinam fatores como a qualidade e quantidade dos

espermatozoides e óvulos.


Após os exames de infertilidade permitirem a identificação do problema, o casal

pode procurar o tratamento adequado e caso necessário, recorrer a uma clínica de reprodução

humana para realizar o sonho da maternidade e paternidade.


O casal deve se atentar ao tempo no qual tenta a gravidez, caso em um ano de tentativas não

obter sucesso, a procura de um profissional é aconselhada para identificar as causas do

problema. Alguns exames são necessários para identificar se há mesmo a infertilidade e

mulheres e homens devem realizar procedimentos distintos.


Exames de infertilidade feminina e masculina


Exames de infertilidade feminina


No caso das mulheres os exames de infertilidade focam na identificação de problemas relacionados com a ovulação e a saúde dos órgãos reprodutores. A ovulação feminina deve ser periódica e

saudável para que seja possível engravidar. Confira!


Lista dos principais exames realizados em mulheres para identificar a infertilidade:


 Detecção da ovulação – o principal exame feminino é o que determina se a ovulação

está acontecendo normalmente, ele pode ser feito via ultrassonografia e também por

meio de um exame de sangue, que irá identificar os níveis de progesterona no

organismo.

 Dosagem hormonal – este exame identifica os níveis de hormônios ovulatórios, assim

como a frequência de hormônios da tireoide e hipofisário no organismo.

 Reserva ovariana – outro exame é o que determina a reserva ovariana de uma mulher,

sendo realizado normalmente no início do ciclo menstrual.

 Histerossalpingografia – com a injeção de um contraste no útero, este exame permite

que a partir de uma sequência de radiografias seja possível determinar a cavidade e a

progressão do contraste através do útero e das trompas de falópio.

 Cariótipo – com este exame é possível identificar se a infertilidade feminina tem

relação com um problema genético.

 Ultrassonografia pélvica – exame realizado para fazer uma avaliação complementar do

trato reprodutor feminino.


Leia também: Poluição causa infertilidade.

Exames de Infertilidade masculina e testes


Nos homens, os exames de infertilidade irão avaliar principalmente a produção dos

espermatozoides e a quantidade e qualidade de gametas. Entre os principais exames para

identificar a infertilidade masculina estão

Exames de infertilidade feminina e masculina



 Espermograma – com uma amostra de sêmen recolhida em laboratório este exame

avalia a quantidade, mobilidade e forma dos espermatozoides.

 Dosagem Hormonal – com o exame de sangue é possível determinar os níveis de

testosterona e outros hormônios masculinos presentes no organismo.

 Ultrassom transretal e escrotal – uma ultrassonografia é realizada para determina

alguns fatores como ejaculação retrógrada e obstrução do ducto ejaculatório.


Não se esqueça!


Caso você desconfie que pode ter algum problema de infertilidade não se esqueça de procurar

ajuda profissional, como indica a Associação Brasileira de Reprodução Assistida, para

determinar quais os exames são necessários para o seu caso. Os médicos também podem

solicitar outros exames além dos apresentados aqui segundo os fatores de cada caso.



Leia Mais ►

26.1.17

Da Anvisa: Hipogonadismo masculino: os custos e tratamentos

Última publicação da Anvisa comparou os custos envolvidos no tratamento de níveis de testosterona. Saiba como acessar este e demais boletins de saúde

A nova edição do Boletim Saúde & Economia já se encontra disponível para o público. A 12ª edição trata sobre o hipogonadismo masculino - custos e tratamentos e apresenta comparações de custo de tratamento entre os medicamentos à base de testosterona disponíveis no mercado nacional.

Hipogonadismo masculino

O relatório levantou as formulações injetáveis disponíveis e indicadas para o tratamento do hipogonadismo masculino, observando grande variação no custo de tratamento semestral com opções terapêuticas distintas.

O Boletim Saúde & Economia tem o objetivo de auxiliar a tomada de decisão quando há mais de uma opção terapêutica para o tratamento de uma doença. Não há, no entanto, comprovação de superioridade em relação à eficácia e segurança entre os medicamentos, existindo apenas, diferença nos preços.

Exames que identificam infertilidade feminina e masculina

A publicação atende desde consumidores, profissionais de saúde a estudantes, gestores e outros agentes interessados

Além de informações sobre a doença tema de cada número, a publicação traz dados sobre os tratamentos, os medicamentos utilizados e os seus custos. Interessados poderão, ao final da leitura, encontrar uma comparação entre os custos de tratamento dos medicamentos, que evidencia o mais caro e o mais barato.

Exames masculinos: check up completo para homens


Leia Mais ►

10.11.16

Exames masculinos: check up completo para homens

Saiba quais são os exames masculinos necessários para o check up completo para os homens.

O diagnóstico precoce de problemas de saúde pode prevenir a evolução de doenças graves, como câncer, diabetes e hipertensão. O agravamento dessas moléstias está entre as principais causas de morte entre os homens.

Segundo especialistas a detecção de doenças em exames de rotina pode salvar vidas. Saiba quais testes são indicados para cada faixa etária masculina:

Exames masculinos: check up completo para homens
Exames masculinos: check up completo para homens

EXAMES MASCULINOS: CHECK UP COMPLETO PARA HOMENS


>> Novembro Azul: Tratamento de câncer de próstata (exame de PET/CT)

  • exame de sangue completo (hemograma e dosagem dos níveis de colesterol total e frações, triglicerídios, glicemia e insulina);
  • aferição de pressão arterial;
  • verificação de peso e cálculo de IMC (índice de massa corporal);
  • função pulmonar (indicada aos fumantes);
  • pesquisa de antígeno de superfície do vírus da hepatite B (HBsAg);
  • teste de detecção de sífilis [doença que pensava-se estar erradicada];
  • pesquisa de anticorpos anti-HIV e dos vírus da hepatite C.

Mais exames para homens


Além dos exames citados, para homens acima de 40 anos, quando indicados por um médico (sobretudo para quem histórico familiar*), é importante fazer também o exame de toque retal e o teste para verificar a reação do antígeno prostático específico (PSA) no sangue. Alterações nos níveis dessa substância podem indicar o aparecimento de problemas na próstata.

Comentário Saúde com Ciência

* Sem histório de câncer na família, o homem pode fazer o exame aos 50 anos, salvo se ver indicação médica contrária.

>> Maconha aumenta risco de câncer de testículos

O Ministério da Saúde ainda recomenda que, além de realizar esses testes, é importante manter a carteira de vacinação atualizada.

Medidas de incentivo à prevenção de doenças em homens


Em 2009, o Ministério da Saúde lançou a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem, para implementar ações de saúde para essa parcela da população. O foco principal é entre os adultos de 20 a 59 anos.

Um dos principais objetivos do programa é a captação precoce da população masculina nas atividades de prevenção primária relativa às doenças cardiovasculares e cânceres. Uma das ações previstas na política é a extensão do horário de atendimento das unidades básicas de saúde até as 21h, além de oferecer atendimento no horário de almoço.

>> Paternidade reduz nível de testosterona em homens

Também visando à prevenção desde cedo, o ministério anunciou que, a partir de janeiro do próximo ano, será disponibilizada a vacina contra o HPV para a população masculina de 12 a 13 anos na rotina do Calendário Nacional de Vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS).

Fonte: MS e Inca
Leia Mais ►

1.11.15

Novembro Azul 2015: Tratamento de câncer de próstata (exame de PET/CT)

Tecnologia do exame de PET/CT com fluoreto-18F permite melhor prognóstico do tratamento de câncer de próstata e é tema em nosso post sobre o Novembro Azul 2015.

Novembro Azul 2015


Considerado um dos principais progressos da medicina nuclear, o exame de PET/CT com fluoreto-18F permite avaliar o prognóstico de pacientes submetidos a tratamento de câncer de próstata com o medicamento radioativo Radium-223 (Ra-223).

A técnica consiste realização da Tomografia Computadorizada por Emissão de Prótons (PET/CT) com o traçador radioativo ósseo denominado fluoreto-18F. Dessa forma, é possível ter imagens mais detalhadas para a pesquisa de metástases ósseas, que são as principais causas de disseminação da doença que ocorre em pacientes com câncer de próstata.

Leia também: Movember Brasil: Deixar o bigode crescer alerta sobre câncer de próstata.

Novembro Azul 2015: Tratamento de câncer de próstata (exame de PET/CT)
Novembro Azul 2015: PREVINA-SE!

A diretora do serviço especializado da MND Campinas, Profa. Dra. Elba Etchebehere, explica que o PET/CT com fluoreto-18F traz a possibilidade de avaliar o prognóstico de forma mais precisa do que o disponível com outras técnicas, como cintilografia óssea. As imagens de fluoreto-18F PET/CT permitem avaliar, nos pacientes com câncer de próstata, submetidos a tratamento com Ra-223, o risco de eventos ósseos, o risco de insuficiência de medula óssea e a sobrevida global.

“Pela primeira vez, é possível ter um forte preditor independente de resposta para o tratamento desse tipo de câncer que afeta um em cada seis homens em todo o mundo através das imagens de PET/CT com fluoreto-18F”, conta.

Dificuldade de acesso ao exame PET/CT pelo SUS


Por mais que traga ganhos representativos para uma doença tão comum, o acesso ao PET/CT com fluoreto-18F ainda é difícil no Brasil. Como todas as especialidades médicas de alta complexidade, a medicina nuclear envolve custos elevados.

“O principal agravante é que um exame como esse, vital para uma melhor conduta terapêutica para o câncer de próstata com metástase óssea, ainda não está disponível pelo Sistema Único de Saúde (SUS), restringindo o acesso da população a esse avanço”, explica a Profa. Dra. Elba Etchebehere.


Leia também: SUS deverá oferecer remédios para câncer de próstata de graça.

Discutindo a especialidade Medicina Nuclear


A diretora da MND Campinas irá discutir as “Perspectivas para medicina nuclear no câncer de próstata”, durante o XXIX Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear. O encontro é o mais importante da especialidade no País e acontecerá entre os dias 23 e 25 de outubro, no Rio de Janeiro.




Além de discutir o avanço do PET/CT com fluoreto-18F, irá apresentar os resultados da terapia com Ra-223. Esse tratamento foi recentemente liberado pela ANVISA e tem apresentado um aumento significativo de sobrevida dos pacientes com câncer de próstata metastático.

Leia também: Café, exercícios e câncer de próstata - benefícios.

Marcadores para esta postagem: Novembro Azul 2015, novembro azul, saúde do homem, câncer de próstata, novembro azul cancer prostata, novembro azul ações.

Fonte: MND Campinas
Leia Mais ►

4.8.14

Encefalopatia traumática crônica (ETC)


Encefalopatia traumática crônica (ETC), doença neurodegenerativa progressiva causada por repetidos golpes na cabeça. Esta é a doença que levou muitos atletas a se suicidarem. Em comum também havia o fato dos atletas serem de uma modalidade específica:

Todos eram ex-jogadores profissionais de futebol americano, veteranos de um dos 32 times da National Football League (NFL), a poderosa e bilionária entidade que rege o esporte mais popular nos Estados Unidos.

As consequências dos impactos inerentes ao tipo de esporte de contato que é o futebol americano vêm sendo estudadas, apontadas e denunciadas há mais de uma década. E por mais de uma década a NFL tem conseguido protelar o pleno reconhecimento de que há uma relação de causa e efeito.

Encefalopatia traumática crônica ETC sintomas
Jogo de futebol americano/foto

Encefalopatia traumática crônica (ETC) - sintomas

  • Mudança de personalidade, 
  • Perda de memória, 
  • Depressão, 
  • Demência, 
  • Comportamento errático.


O documentário “League of Denial”, exibido esta semana pela rede pública PBS, retomou o tema demonstrando a força do jornalismo investigativo à moda antiga.

No documentário,  Mike Webster, veterano do Pittsburgh Steelers, estava tão devastado pela demência no final da vida que tinha de ser imobilizado pela família com raios de pistola Taser para conseguir adormecer. Webster morreu em 2002, aos 50 anos, sendo o primeiro ex-atleta a ter o cérebro analisado após ser diagnosticado postumamente com ETC.

Em janeiro deste ano, pesquisadores da Universidade da Califórnia conseguiram, pela primeira vez, diagnosticar a ETC em pacientes vivos — cinco ex-jogadores da Liga, de idades entre 45 e 73 anos. Embora ainda em fase preliminar, o estudo piloto já é apontado como uma grande esperança para o futuro combate à doença.

Um diagnóstico em tempo real capaz de apontar a presença da proteína corrosiva causadora da ETC poderá ajudar atletas em atividade a decidir se querem parar para prevenir mais danos.

Os jogadores de futebol americano que não conseguiram vencer a doença e se suicidaram foram:

Paul Oliver - 29 anos
Ray Easterling - 62 anos
Junior Seau - 43 anos
André Waters - 44 anos
Terry Long - 45
Dave Duerson - 50 anos.

Aparentemente e infelizmente, segundo o documentário, a Liga NFL parece não se dispor a financiar este teste para todos os jogadores da Liga. Em valores de hoje, o custo global estimado de US$ 9,9 milhões seria equivalente a 0,1% de sua renda anual. Cada anúncio de 30 segundos no intervalo do Super Bowl - o jogo de final da temporada do ano - custa US$ 3,5 milhões, sendo a mais cobiçada vitrine publicitária do mundo.

"Ainda assim, para eles, será uma decisão a posteriori. É a garotada que inveja a saúde, a fama e a fortuna dos heróis da NFL que deveria assistir à “League of Denial”. E seus pais também".

Com o perfeito parágrafo acima, o jornalista Dorrit Harazim encerrou a matéria do O Globo - Ciência, a qual usei como fonte deste post.

Artigos relacionados:

Abaixo o vídeo do documentário "League of Denial":


[Fonte]
Leia Mais ►

20.7.14

Viagra, Levitra, Cialis: Comparação entre esses medicamentos

:: Viagra (sildenafil), Levitra (vardenafil) e Cialis (tadalafil) ::

Viagra

O Viagra (cujo nome do princípio ativo é sildenafil) bloqueia a ação da enzima fosfodiesterase do tipo 5 (PDE). Esta enzima localiza-se nas plaquetas e no tecido erétil do órgão masculino. Para compreender a importância de bloquear a PDE5, é necessário entender seu papel no complexo processo químico que gera uma ereção.


Quando uma ereção se forma, a liberação de óxido nítrico pelas terminações nervosas no  órgão masculino  promove um suave relaxamento muscular. O óxido nítrico consegue isso ao estimular uma enzima chamada guanilato ciclase. Esta enzima, por sua vez, promove o acúmulo de guanosina monofosfato cíclico (cGMP), um composto que causa a redução na quantidade de cálcio dentro de uma célula muscular. Isto, por sua vez, relaxa essa célula muscular e promove a ereção do órgão masculino . Quanto mais cGMP dentro da célula, melhor será a ereção.

No entanto, o cGMP é quebrado pela enzima PDE5, que existe em grandes quantidades no órgão masculino . É por isso que a capacidade do Viagra de bloquear a ação do PDE5 é tão essencial. A droga possibilita o acúmulo de cGMP, que permite que uma ereção ocorra e se mantenha. Como o Viagra não relaxa o tecido erétil diretamente, na ausência de óxido nítrico e cGMP ele não tem nenhum efeito sobre a ereção. É por esta razão que a excitação deve ocorrer para o Viagra funcionar. E é por isso que o Viagra melhora o desempenho, mas não inicia, relações íntimas.


Também existem enzimas PDE em outras áreas do corpo. A PDE3, por exemplo, está presente no músculo cardíaco, e a PDE6 na retina. No entanto, pelo fato de o Viagtra ser 4 mil vezes mais seletivo para a PDE5 do que para a PDE3, ele não tem efeitos significativos sobre o coração, o que é muito importante. O Viagra causa algumas reações cruzadas com a PDE6 da retina, e essa é a razão pela qual um número muito pequeno de homens relatou sentir alterações visuais, como visão embaçada e aparecimento de manchas verde-azuladas no campo visual, ao tomar o Viagra.


Novos medicamentos de uso oral
Desde o lançamento do Viagra, em 1998 duas outras drogas para o tratamento da disfunção erétil receberam a aprovação da FDA. Estas drogas, o Levitra (vardenafil) e o Cialis (tadalafil), oferecem aos homens mais opções de tratamentos via oral.

O vardenafil e o tadalafil estão na mesma classe de medicamentos que o sildenafil (Viagra): são inibidores da fosfodiesterase do tipo 5 (PDE5).

O vardenafil é, em termos farmacológicos, quase idêntico ao Viagra, enquanto o tadalafil possui uma estrutura química exclusiva. Os pesquisadores estão esperançosos de que homens com disfunção erétil que não responderem ao tratamento com Viagra possam se beneficiar dessas outras novas drogas.

ComparaçãoAté o momento, ainda não existem estudos comparando as três. Mas em testes separados, o tadalafil permitiu que homens com problema de disfunção tivessem relações íntimas até 36 horas após ter tomado a pílula e, em algumas vezes, por períodos ainda mais longos. Isto diferencia o tadalafil tanto do vardenafil como do sildenafil, pois ambos têm eficiência de aproximadamente 5 horas. Urologistas que cuidam da disfunção erétil dizem que a natureza mais duradoura do tadalafil dará a casais uma vantagem ao permitir que a relação seja mais espontânea.

Início da ação
Os três medicamentos entram em ação após um período de 30 a 60 minutos, apesar de ainda haver alegações não comprovadas de que as duas novas drogas entram em ação mais rapidamente.

Efeitos colateraisEles também possuem efeitos colaterais semelhantes, incluindo dor de cabeça leve a moderada, rubor da face, dispepsia (dor de estômago) e congestão nasal. Em testes clínicos, o vardenafil e o tadalafil causaram menos alterações visuais do que o Viagra. Embora o tadalafil tenha um benefício mais duradouro, seus efeitos não duraram mais do que os efeitos das outras duas drogas nos testes clínicos.

Contra-indicação
Como o sildenafil, o vardenafil e o tadalafil são contra-indicados se o paciente estiver tomando qualquer tipo de medicamento à base de nitrato, de curta ou longa ação. Nenhum destes medicamentos levou ao aparecimento de casos de infarto ou outros problemas do coração em homens que os usaram.

Interesse científicoEstudosO Viagra foi o primeiro bloqueador de PDE5 a ser pesquisado em testes clínicos e receber a aprovação da FDA. Em um período de quatro anos, quase 4 mil homens em todo o mundo participaram de 21 estudos que pesquisaram diversos aspectos do Viagra. Estes estudos incluíram homens de 19 a 87 anos de idade que tinham disfunção erétil por várias causas, incluindo razões físicas, psicológicas e mais de uma causa. Todos estes estudos demonstraram que o Viagra causa uma melhora significativa da função erétil quando comparado a um placebo ("pílula de açúcar" que não contém nenhum tipo de medicamento). O Levitra e o Cialis mostraram eficácia semelhante em testes clínicos, que resultaram na sua aprovação pela FDA para o tratamento da disfunção erétil.

A melhora foi medida com um questionário (o IIEF - Índice Internacional da Função Erétil). Este questionário coletou informações não apenas sobre a função erétil, mas também sobre o desejo, satisfação com a relação íntima e satisfação íntima geral. Os pacientes e seus parceiros receberam a recomendação de manter um diário. Os resultados mostraram que o Viagra melhorou as ereções em 63% dos homens que tomaram 25 mg, 74% dos homens que tomaram 50 mg e 82% dos homens que tomaram 100 mg. Estes números são bastante impressionantes, especialmente devido ao fato de que apenas 24% dos homens que tomaram placebo relataram melhora nas ereções. É importante deixar claro que algo entre 1/3 e metade dos homens pesquisados haviam relatado ter relações íntimas com sucesso ao menos uma vez durante o período de quatro semanas antes de começarem a tomar o medicamento.

O Viagra e o Levitra também se mostraram eficazes no tratamento de homens com disfunção erétil que tinham uma ampla gama de problemas médicos, incluindo aqueles que tinham histórico de doença coronariana, hipertensão, doença vascular periférica, diabetes, depressão, prostatectomia radical e lesão na medula espinhal. Em um estudo realizado, 268 pacientes com disfunção erétil supostamente causada pela diabetes tomaram Viagra. Destes pacientes, 57% relataram melhora nas ereções e 48% nas tentativas de relações íntimas bem sucedidas. Apenas 12% das tentativas de relação íntima obtiveram sucesso com o placebo.

Em outro estudo com, 178 pacientes com ferimento na medula espinhal e disfunção erétil, 43% relataram melhoras nas ereções devido ao Viagra, com 59% das tentativas de relação íntima bem sucedidas (comparadas apenas a 13% para o placebo).

Em um estudo com 178 homens com impotência causada por fatores psicológicos, 70% das tentativas obtiveram sucesso, contra 29% obtidos com o placebo. Esses dados indicaram que drogas como o Viagra podem ser formas de tratamento eficazes para uma ampla gama de causas. E estudos demonstraram que, tanto a satisfação com a relação e a satisfação geral, duplicaram após o tratamento com Viagra.

.
.
Você deve estar se perguntando......Qual o mais indicado pra mim?
Só o médico saberá avaliar qual dos medicamentos pra impotência se adequam melhor a cada paciente e fazer um acompanhamento para avaliar a necessidade de troca do mesmo, ou não.

O interessante é que a única área na qual o Viagra, Levitra e Cialis não demonstraram melhora significativa foi a do desejo. Fica claro que estes medicamentos não são afrodisíacos.


Estas informações são apenas para fins ilustrativos. ELAS NÃO DEVEM SER LEVADAS EM CONSIDERAÇÃO COMO CONSELHOS MÉDICOS. Nem os Editores do Consumer Guide (R), Publications International, Ltd., o autor ou a editora assumem responsabilidade por quaisquer conseqüências de qualquer tratamento, procedimento, exercícios, alteração de dieta, ação ou aplicação de medicamentos utilizados decorrentes da leitura ou instruções contidas neste artigo. A publicação destas informações não constitui a prática de medicina e não substituem o conselho de seu médico ou outro profissional da área de saúde. Antes de se submeter a qualquer tratamento, o leitor deve procurar o aconselhamento de seu médico ou outro profissional da área de saúde.
Fonte:"HowStuffWorks - Medicamentos para a disfunção erétil". Publicado em 07 de agosto de 2006 (atualizado em 29 de julho de 2008) http://saude.hsw.uol.com.br/medicamentos-para-a-disfuncao-eretil1.htm (03 de dezembro de 2008)


Artigos relacionados.
http://www.saudecomciencia.com/2009/03/viagra-reduz-formacao-de-coagulos-em.html

Leia Mais ►

19.11.12

Saúde do homem terá incentivo de R$ 4,8 milhões

Incentivo faz parte da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem

As ações de cuidado e prevenção da saúde do homem terão R$ 4,8 milhões do Ministério da Saúde, em parcela única, para projetos de implantação, fortalecimento ou aperfeiçoamento de ferramentas voltadas para a saúde do homem, no âmbito da rede do Sistema Único de Saúde (SUS). O valor destinado para cada projeto é de R$ 60 mil.



 “É uma grande oportunidade para que pequenos e médios municípios brasileiros possam ser contemplados, desenvolvam ações positivas e integrem os homens na lógica dos serviços ofertados pela Rede de Atenção à Saúde, principalmente na atenção básica", disse o coordenador da Saúde do Homem, Eduardo Chakora.

De acordo com a portaria 2.566, do último dia 9, os municípios interessados devem elaborar as propostas para o público masculino, na faixa etária de 20 a 59 anos, abordando temas relativos às seguintes áreas: acesso e acolhimento do público masculino nos serviços de saúde; paternidade e cuidados; saúde sexual e reprodutiva e prevenção de violências e acidentes.

Cada projeto pode conter um ou mais temas citados. O prazo final para o envio é dia 27 de novembro, por meio do sítio do ministério.
Posteriormente serão divulgados os projetos contemplados e os recursos que serão repassados aos respectivos municípios.

As melhores propostas serão as que privilegiam uma cobertura maior da Atenção Básica e que proponham medidas capazes de transformar, inovar ou provocar mudanças positivas na qualidade de vida e saúde integral do homem, além de indicar soluções para melhoria das ações e serviços de saúde.

Atendimento - A Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem, lançada em 2009 pelo Ministério da Saúde, tem entre outros objetivos alertar a população masculina sobre a prevenção de doenças, além de facilitar e ampliar os serviços de saúde.

Leia Mais ►

10.9.12

Maconha aumenta risco de câncer de testículos

Um estudo da Universidade do Sul da Califórnia encontrou uma ligação entre o uso de maconha e desenvolvimento de câncer testicular.

Os resultados sugerem que a droga dobra a probabilidade do surgimento da doença e confirma conclusões de pesquisas realizadas nos últimos anos.

Para o estudo, Victoria Cortessis, líder do estudo, examinou o histórico de 163 usuários diagnosticados com o tipo de câncer e outros 292 homens saudáveis com a mesma idade e etnia.

O câncer nos testículos costuma ser diagnosticado em homens na faixa entre 15 e 45 anos. A malignidade é cada vez mais comum no mundo. Pesquisadores suspeitam que isso se deva ao aumento da exposição a causas ambientais ainda não conhecidas.

— Não sabemos o que na maconha pode levar ao problema, embora se especule que ela possa atuar através do sistema endocanabinóide, que responde à droga e é o responsável pela formação de esperma. De alguma maneira, isso leva à doença — diz Victoria.

Os pesquisadores também descobriram que os homens com histórico de uso de cocaína tiveram uma redução nos riscos de desenvolvimento do câncer testicular. A droga pode matar as células produtoras de espermatozoide, uma vez que tem este efeito sobre outros animais.
— Se isso for correto, o preço é alto. Embora as células germinativas sejam destruídas, a fertilidade também é prejudicada — alega Victoria. 
Fonte: O Globo

Leia Mais ►

5.7.12

Ecklonia Bicyclis / extrato cava propriedades

Uma alga comumente encontrada no Japão e em todo sul da Ásia chamada de Ecklonia Bicyclis (extrado de cava) foi alvo de um estudo recente que revelou que a alga apresenta alguns benefícios para a saúde.


Ecklonia Bicyclis propriedades

A alga Ecklonia Bicyclis é riquíssima em antioxidantes que têm potência de cerca de 30 vezes maior que as catecolaminas do chá verde.

Além disso, contém muito iodo e cálcio, e é capaz de proteger contra os raios UV e para estimular os órgãos genitais masculinos. 

Fonte: Newsfood


Leia Mais ►

25.11.11

Movember Brasil: Deixar o bigode crescer alerta sobre câncer de próstata

Movember é um movimento mundial que ocorre no mês de novembro e que está se tornando popular também no Brasil, onde recebeu o nome de Movember Brasil.

A exemplo do movimento Outubro Rosa, em prol da conscientização sobre a importância da prevenção do câncer de mama, o Movember visa alertar sobre a importância da prevenção do câncer de próstata, frisando que o melhor a fazer é prevenir antes de precisar remediar.


O símbolo do Movember é um bigode preto e a palavra se originou pela junção das palavras moustache (ou mo, bigode, em inglês) + november (novembro). Para aderir ao movimento basta se cadastrar no site oficial e parar de raspar o bigode durante o mês de novembro inteiro deixando-o crescer.

(Movember)

O responsável pela campanha no Brasil é Marlon Stefenon, que cuida da fanpage do Movember brasileiro no Facebook..

Sobre o Movember

O Movember começou em 2003 na Austrália e já teve adesão de 1 milhão de homens em 10 países, e US$ 174 milhões foram arrecadados em festas e eventos, dinheiro esse destinado a pesquisas sobre o câncer de próstata e programas de saúde dos países participantes.

Fanpage do Movember Brasil: Movember-Brazil

Leia Mais ►

14.9.11

Paternidade reduz nível de testosterona em homens

Paternidade reduz os níveis de testosterona, pesquisadores dos EUA disseram ter confirmado, tornando mais fácil para os homens a participação na criação dos filhos.

Altos níveis do hormônio pode aumentar o desejo de um homem, o que os leva a assumir comportamentos de risco e aumentar a necessidade de dominação social. Esses fatores podem ajudar a ganhar um companheiro, mas são traços pobres quando se trata de criar um bebê, que exige a cooperação de ambos os pais.

"Nosso estudo mostra que os pais humanos são biologicamente preparados para ajudar com o trabalho", disse Christopher Kuzawa da Northwestern University, que trabalhou no estudo publicado na Proceedings of the National Academy of Sciences.

Estudos anteriores mostraram pais tendem a ter mais baixos de testosterona que os homens que não têm filhos mas não estava claro se a paternidade era a causa ou que os homens com mais baixos de testosterona eram mais susceptíveis de se tornarem pais.

O estudo da Northwestern tentou responder a essa pergunta, seguindo um grupo de mais de 600 homens das Filipinas em cinco anos. Os homens não eram pais no início do estudo.

A equipe percebeu claramente que, logo após os homens tornaram-se pais, os seus níveis de testosterona caíram, pelo menos por um curto período de tempo.

"Não é o caso que os homens com baixa testosterona têm simplesmente mais probabilidade de se tornarem pais," Lee Gettler da Northwestern University, que trabalhou no estudo, disse em um comunicado.

"Pelo contrário, os homens que têm testosterona alta tinham maior probabilidade de se tornar pais, mas uma vez que eles o foram, a sua testosterona desceu substancialmente."

Gettler disse que as descobertas sugerem pais podem experimentar uma queda grande, mas especialmente temporária de testosterona quando eles trazem para casa um bebê recém-nascido.

"Paternidade e as exigências de ter um bebê recém-nascido requerem muitos ajustes emocionais, psicológicos e físicos", disse Gettler. "Nosso estudo indica que a biologia de um homem pode mudar substancialmente para ajudar a atender a essas demandas."

Dr. Allan Pacey, da Universidade de Sheffield disse que os níveis de testosterona em homens em geral não mudam muito.

"Eles podem declinar lentamente que os homens envelhecem e mudar em resposta a algumas condições médicas e tratamento. Mas para ver mudanças dramáticas em resposta a vida familiar é intrigante." ele disse em um comunicado.

Professor Ashley Grossman, professor de endocrinologia da Universidade de Oxford, disse endocrinologistas tendem a não prestar muita atenção aos níveis de testosterona dos homens, enquanto eles estão na faixa normal.

Leia mais sobre a "Saúde do Homem"

"A vida e biologia podem ser muito mais sutil e adaptável do que tinha pensado", disse ele.

Reuters
por julie-steenhuysen

O conteúdo do www.saudecomciencia.com é informativo e educativo. Não exclui consulta com profissional habilitado.
Leia Mais ►

15.7.11

Dia do homem alerta para a saúde masculina

O Dia do homem, que é comemorado em 15 de julho, é uma data relativamente recente que, ao contrário do que - infelizmente - a maioria pensa, visa alertar aos homens e quem convive com eles (esposa, filhos, etc.), a prestar mais atenção na própria saúde e não é uma data para sair comprando presentes simplesmente...

A negligência com a própria saúde faz com que uma estatística aumente ano a ano. Homens vivem em média 8 anos a menos que as mulheres. Uma das explicações pode ser devida a um determinado gene que só é presente em mamíferos machos, incluindo a espécie humana e que está explicada em detalhes aqui.

Outro fator já bem conhecido nosso é a falta de procura por médicos pelos homens, ou seja, a frase: "os homens não vão ao médico" é absolutamente verdadeira. O exame de próstata que visa detectar precocemente o câncer de próstata ainda é um tabu para a maioria dos homens. Tal receio é infundado, já que o exame é simples, indolor e feito em poucos minutos e pode salvar a vida de muitos homens, aumentando sua longevidade.



Então, o Saúde com Ciência deseja a todos os homens um Feliz Dia do Homem com a dica: Homens! Hoje não é dia de ganhar presentes, mas de se dar um presente: Cuidar mais e melhor da própria saúde.

Leia também sobre a vacina contra câncer de próstata, aqui.

O conteúdo do www.saudecomciencia.com é informativo e educativo. Não exclui consulta com profissional habilitado.
Leia Mais ►

16.12.10

Insulina obtida de esperma

Uma boa - e ao mesmo tempo inusitada notícia para os diabéticos: a insulina em um futuro próximo poderá ser obtida do esperma e reproduzida em laboratório, a resposta fisiológica à falta de pessoas que sofrem de diabetes tipo 1.



Pesquisadores norte-americanos apresentaram os dados dos primeiros estudos em ratos, na reunião anual da Sociedade Americana de Biologia Celular, apesar de existirem ainda muitas etapas antes da transição para o estudo das experiências com seres humanos.


Mas os resultados iniciais foram animadores. Algumas células mãe que geram a insulina extraída dos testículos de ratos e camundongos diabéticos, foram implantadas no mesmo, evitando assim qualquer risco de rejeição. Fonte: ElMundoSalud
Leia Mais ►

7.9.10

Vivanza, medicamento: duração, efeitos

Medicamento: VIVANZA®
Laboratório: Medley
Princípio ativo: vardenafila
Duração da ação: 4 a 8 h
Ação: Inibe a enzima PDE5

Vivanza é um medicamento para disfunção erétil. Veja todas as informações abaixo.

Modo de ação do Vivanza (vardenafila): Inibição da enzima (PDE5 - fosfodiesterase) existente no órgão masculino, o que causa aumento nos níveis de irrigação nos tecidos penianos resultando na vaso-dilatação (relaxamento) da musculatura lisa e na entrada de sangue nos tecidos. Sempre mediante estímulo inicial. A duração do efeito é de 4 a 8h, até duas horas a mais em comparação com o Viagra.

Vivanza contra-indicação: Homens que utilizam medicamentos a base de nitratos* para tratamento cardíaco.
Leia Mais ►

5.9.10

Cialis (tadalafil): efeitos

Medicamento: CIALIS®
Laboratório: Lilly
Princípio ativo: tadalafila
Duração da ação : Até 36 horas

Indicação (efeitos): Disfunção erétil.


Contra-indicação (comum aos 5 medicamentos VIAGRA, CIALIS, LEVITRA, VIVANZA): Homens que utilizam medicamentos a base de nitratos* para tratamento cardíaco não devem tomar cialis.

Modo de ação: O cialis inibe a enzima (PDE5 - fosfodiesterase) existente no órgão masculino, o que causa aumento nos níveis de irrigação nos tecidos penianos resultando na vaso-dilatação (relaxamento) da musculatura lisa e na entrada de sangue nos tecidos. Sempre mediante estímulo inicial.

Reações Adversas:
- Mais comuns e que geralmente desaparecem espontaneamente:
Cefaléia, rubor, tontura, distúrbios visuais, rinite, dispepsia, dor lombar entre outras.
- Outras reações adversas:
Dispepsia, distúrbio visual, dor lombar, boca seca, câimbra, fadiga, náusea, sensação de calor, agitação, hiperemia de conjuntiva, dispnéia, dor articular, dor no peito, dor ocular, gastrenterite, lacrimejamento, outros sintomas urinários.

Atenção: Esses medicamentos (viagra, cialis, helleva, vivanza, levitra) em virtude do alto custo e lucro fácil, estão sendo alvo de falsificações. Cuidado! O falsificado pode ser mais barato, mas além de não fazer efeito, ainda pode ser prejudicial à sua saúde. Não se sabe o que pode haver em sua formulação.

Medicamentos para impotência (Disfunção erétil), como o próprio nome já diz, são para uma disfunção do organismo. Não deve ser utilizado por quem não tem problemas de ereção.

Importante: Não tome medicamentos sem o conhecimento de um médico. Leia sempre a bula.

Leia Mais ►

Viagra efeitos, ação, genérico e efeitos colaterais

Medicamento: VIAGRA®
Laboratório: Pfizer
Princípio Ativo: sildenafil
Duração da ação: 4 a 6 h
medicamento genérico

Indicação do Viagra: Disfunção erétil.

Contra-indicação (comum aos 5 medicamentos VIAGRA, CIALIS, LEVITRA, VIVANZA): Homens que utilizam medicamentos a base de nitratos* para tratamento cardíaco.

Modo de ação: Inibição da enzima (PDE5 - fosfodiesterase) existente no órgão masculino, o que causa aumento nos níveis de irrigação nos tecidos penianos resultando na vaso-dilatação (relaxamento) da musculatura lisa e na entrada de sangue nos tecidos. Sempre mediante estímulo.


Reações Adversas do viagra:

- Mais comuns e que geralmente desaparecem espontaneamente:
Cefaléia, rubor, tontura, distúrbios visuais, rinite, dispepsia, dor lombar entre outras.

- Outras reações adversas:
Dispepsia, distúrbio visual, dor lombar, boca seca, câimbra, fadiga, náusea, sensação de calor, agitação, hiperemia de conjuntiva, dispnéia, dor articular, dor no peito, dor ocular, gastrenterite, lacrimejamento, outros sintomas urinários.

Atenção: Esses medicamentos, em virtude do alto custo e lucro fácil, estão sendo alvo de falsificações. Cuidado! O falsificado pode ser mais barato, mas além de não fazer efeito, ainda pode ser prejudicial à sua saúde. Não se sabe o que pode haver em sua formulação.

Medicamentos para impotência (Disfunção erétil), como o próprio nome já diz, são para uma disfunção do organismo. Não deve ser utilizado por quem não tem problemas de ereção.

Importante: Não tome medicamentos sem o conhecimento de um médico. Leia sempre a bula.

Leia Mais ►

Helleva, medicamento: duração, efeitos

Medicamento: HELLEVA®
Laboratório: Cristália
Princípio ativo: Lodenafil
Duração ação: 4 a 6 h
Como tomar: 1h antes da relação íntima
Ação: Inibe a enzima PDE5*

Helleva, medicamento: duração, efeitos


Indicação do Helleva

Disfunção erétil.


Contra-indicação do Helleva 

(comum aos 5 medicamentos VIAGRA, CIALIS, LEVITRA, VIVANZA): Homens que utilizam medicamentos a base de nitratos* para tratamento cardíaco. Helleva não deve ser usado em portadores de retinite pigmentosa.


Modo de ação do Helleva

Inibição da enzima (PDE5 - fosfodiesterase) existente no órgão masculino, o que causa aumento nos níveis de irrigação nos tecidos penianos resultando na vaso-dilatação (relaxamento) da musculatura lisa e na entrada de sangue nos tecidos. Sempre mediante estímulo inicial.

Reações Adversas ao Helleva:

- Mais comuns e que geralmente desaparecem espontaneamente:
Cefaléia, rubor, tontura, distúrbios visuais, rinite, dispepsia, dor lombar entre outras.
- Outras reações adversas:
Dispepsia, distúrbio visual, dor lombar, boca seca, câimbra, fadiga, náusea, sensação de calor, agitação, hiperemia de conjuntiva, dispnéia, dor articular, dor no peito, dor ocular, gastrenterite, lacrimejamento, outros sintomas urinários.

Atenção: Esses medicamentos, em virtude do alto custo e lucro fácil, estão sendo alvo de falsificações. Cuidado! O falsificado pode ser mais barato, mas além de não fazer efeito, ainda pode ser prejudicial à sua saúde. Não se sabe o que pode haver em sua formulação.

Medicamentos para impotência (Disfunção erétil), como o próprio nome já diz, são para uma disfunção do organismo. Não deve ser utilizado por quem não tem problemas de ereção.

Importante: Não tome medicamentos sem o conhecimento de um médico. Leia sempre a bula.
Leia Mais ►

28.4.10

Patente do Viagra é quebrada e genérico deverá ser produzido em junho

Quem diria, a patente do medicamento Viagra, a famosa pílula azul ou azulzinho, foi derrubada.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) derrubou nesta quarta-feira (28) a patente do Viagra, medicamento para o tratamento de disfunção erétil.

A decisão vai possibilitar a produção do medicamento genérico do Viagra, cujo princípio ativo é a sildenafil a partir de 20 de junho deste ano.

E é justamente a partir do sildenafil que será produzido o medicamento genérico. Estima-se que o genérico do Viagra (sildenafil) deverá custar 35% mais barato. 

O laboratório fabricante (Pfizer) ainda pode recorrer da decisão do STJ. A alegação do laboratório é a de que o medicamento Viagra foi produzido no Brasil em 1991. Portanto, apenas em 2011 a patente (que dura 20 anos) seria quebrada.

Só que, a decisão do STJ se deu pela lei de patentes "pipeline", por isso a patente foi quebrada já em 2010.
Leia Mais ►

11.12.09

Os homens vivem menos, entenda porque

A afirmação do título acima pode estar próxima de ser entendida, ou melhor explicada. Os homens vivem menos que as mulheres, mas por quê?

A razão para essa diferença de longevidade pode ser atribuída a um gene, um gene presente em espermatozoides e que foi recém descoberto por cientistas japoneses.


O estudo foi realizado com ratos pela Universidade de Agricultura de Tóquio, publicado na revista especializada Human Reproduction, que chegou à conclusão de que o gene está presente tanto nos machos como nas fêmeas dos roedores, mas que só é ativo em machos.

Entenda a pesquisa:

Foram analizados ratos criados com material genético de duas fêmeas.

Os ratos nasceram apenas com material genético de fêmeas e viveram em média 30% a mais que ratos que tinham material genético masculino e feminino.

Os pesquisadores acreditam que as diferenças na longevidade podem ser aplicadas em todos os mamíferos, até no homem.
Leia Mais ►

15.3.09

Viagra reduz formaçao de coagulos em volta de stents, indica estudo

Desde que foi lançada, a droga para tratar disfunção erétil, ou impotência conhecida como Viagra têm se mostrado útil em outros casos, como em problemas causados pela altitude, hipertensão pulmonar e insuficiência cardíaca.

Um estudo recente da Universidade de Queen, no Canadá, descobriu uma nova aplicação para o sildenafil (Viagra) – reduzir a formação de coágulos em volta dos stents, que são implantados nas artérias para manter o fluxo sanguíneo.

Segundo os autores, os stents são dispositivos que salvam vidas ao “reabrir” os vasos sanguíneos entupidos, “porém 60% dos coágulos formam nos stents inesperadamente e rapidamente, e o resultado final normalmente é a morte”.

Após dois anos de pesquisa em laboratório, os especialistas descobriram que o Viagra inibe a enzima celular PDE5, inibindo a ativação plaquetária que causa a coagulação. Porém são necessários testes clínicos para avaliar os efeitos em humanos. “Se isso seria um beneficio para uma pessoa média de 70 kg, nós realmente não sabemos”, destacaram os autores.

O líder do estudo, cientista Donald Maurice, explicou que encontrar uma aplicação prática para suas descobertas, ou o desenvolvimento de uma droga específica ou terapia podem levar cerca de uma década ou mais. Isso porque, além do tempo naturalmente gasto para transpor as descobertas para os testes clínicos, há a questão do orçamento para pesquisas e da patente.
Leia Mais ►

Assine nossa newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner