Fluoxetina atrai camarão para pesca

Da próxima vez que for pescar camarão lembre-se de levar como iscas alguns comprimidos de fluoxetina. Estudos recentes indicam que o camarão é atraído pela fluoxetina existente em águas poluídas pela substância antidepressiva.


As espécies de camarão marinus Echinogammarus parecem ser atraídos pelas águas poluídas por fluoxetina, a pesquisa feita por uma equipe de cientistas liderada por Alex T. Ford, da Universidade de Portsmouth, do Instituto de Ciências Marinhas.



Na prática, o experimento realizado por Ford revelou que a fluoxetina que contamina as águas dos esgotos agem sobre o comportamento do camarão. Estes se tornam vivos e começam a perseguir a fonte de luz.
Explica Oggiscienza:
camarão foram submetidas a quatro diferentes concentrações de fluoxetina, a observação mostra que próximo o seu comportamento, nomeadamente em matéria de fotosensibilidade e goethita, é afetada em proporção: os animais tendem a caminhar em direção a fontes de luz em anormalmente (phototaxis positivo) e, ao mesmo tempo para se afastar da goethita (fundo negativo), tornando-se presa fácil.

Comentários

Leia também!

Soro caseiro: receita copo 200ml (e para 1 litro)

Açúcar Demerara - Benefícios

Antibiograma o que é e para que serve esse exame

Batata frita, calorias, gorduras e carboidratos desta 'bomba' calórica

O que são Enzimas e para que servem