Brasil e EUA destinarão R$ 14 milhões para pesquisas em saúde

Brasil e EUA vão destinar R$ 14 milhões para pesquisas em saúde, como Zika e influenza (evento?  “100 anos após a pandemia [de influenza]: preparação para proteger a saúde para todos”)

O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, e o secretário de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos (EUA), Alex Azar, comprometeram-se em investir R$ 14 milhões para pesquisas e inovação em saúde. Os editais serão lançados no segundo semestre deste ano.

O compromisso foi tratado nesta terça-feira (22), na 71ª Assembleia Mundial da Saúde, em Genebra (Suíça). promovida pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Os dois ministros também discutiram os avanços na implementação do “Plano de Cooperação Brasil-Estados Unidos para o Enfrentamento ao Zika e suas Complicações”, adotado em 2016.

O lançamento de editais conjuntos para pesquisa em saúde irão priorizar áreas como doenças infecciosas, HIV/aids e suas comorbidades, saúde mental (em especial, sua relação com HIV/aids e zika), doenças neurodegenerativas, complicações neurológicas de HIV/aids e zika, saúde ambiental (em especial, sua relação com zika), doenças cardiovasculares e doenças não transmissíveis.

Pesquisa em relação ao vírus zika


Um dos exemplos de cooperação é a parceria para o desenvolvimento de vacinas contra o zika e a influenza. Instituições dos dois países têm trabalhado em conjunto, ao longo dos últimos dois anos, para o desenvolvimento de pesquisas e investigações de campo referentes ao vírus zika.

Entre as diversas iniciativas em andamento, inclui-se o desenvolvimento conjunto da vacina contra o zika, que está em estágio avançado de elaboração, em iniciativa de cooperação entre o Instituto Evandro Chagas e a Universidade do Texas Medical Branch.

Os dois ministros também divulgaram, por ocasião do encontro em Genebra, um relatório de acompanhamento da implementação do “Plano de Cooperação Brasil-Estados Unidos para o Enfrentamento ao Zika e suas Complicações”.

Evento sobre influenza


Para marcar o centenário da pandemia de influenza de 1918, o governo dos EUA convidou o Brasil a copatrocinar o evento paralelo “100 anos após a pandemia: preparação para proteger a saúde para todos”, realizado nesta terça-feira (22).

Em discurso no evento, o ministro Gilberto Occhi destacou a importância da cooperação internacional tanto para desenvolver vacinas, medicamentos e insumos que permitam o enfrentamento a enfermidades de potencial pandêmico quanto para combater desigualdades de gênero, étnico-raciais, geográficas, econômicas e sociais no acesso à saúde.

#Zika   #Influenza


Comentários

Leia também!

Soro caseiro: receita copo 200ml (e para 1 litro)

Use vinagre para piolhos e lêndeas

Antibiograma o que é e para que serve esse exame

Receita de anti-mofo caseiro para guarda-roupa e paredes

Açúcar Demerara - Benefícios

Piolho chato, o piolho pubiano: sintomas e tratamentos

Vinagre ou água sanitária (hipoclorito de sódio) para higienizar verduras?

Como acabar com piolho de cobra

Casca de Jabuticaba para que serve?

Enzimas COX-1 e COX-2 (ciclooxigenase)